sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Resumo da sexta-feira

O dia de hoje foi recheado de notícias com pouca ou nenhuma importância. Vamos a um rápido resumo daquelas que merecem ser rapidamente mencionadas:

Pedro de la Rosa declarou à rádio Cadena SER que acredita na permanência de Fernando Alonso na McLaren em 2008. "Ninguém na equipe comentou nada sobre a saída dele (Alonso)", disse o piloto de testes do time prateado. Na verdade, de la Rosa está apenas cumprindo o seu papel. Um dos poucos aliados de Alonso dentro da equipe, ele ficaria em situação difícil caso o bicampeão deixasse a McLaren.

Muito mais determinante do que as palavras de Pedro de la Rosa na definição do futuro de Fernando Alonso é a questão do patrocínio do Banco Santander. Nesta sexta, a instituição espanhola revelou que o contrato de apoio foi firmado com a McLaren, e não com os pilotos. Ou seja: se Alonso sair da equipe, ele não leva o dinheiro junto com ele.

Agora, sim, quem aposta que o bicampeão continua na McLaren ganhou pontos. A Renault contava com o capital do Santander para assinar com Alonso para 2008. Sem o dinheiro do banco, um acerto com o espanhol fica bem mais difícil. Apesar de tudo, o destino de Alonso continua uma total incógnita. Tudo vai depender da vontade de Ron Dennis.

Enquanto isso, o nome de Sebastian Vettel foi anunciado como representante da Alemanha na Corrida dos Campeões, que vai acontecer no fim deste ano no estádio de Wembley, em Londres. O companheiro do piloto da Toro Rosso deve ser ninguém menos do que Michael Schumacher. Além da dupla, nomes como Heikki Kovalainen, Jenson Button, Sebastien Bourdais e Marcus Grönholm também estão confirmados.

Para quem não sabe, a Race of Champions reúne pilotos de várias modalidades - como Fórmula 1, Motocross, Nascar e Turismo - numa competição em estilo mata-mata. A pista é desenhada em formato de "oito", e os concorrentes se enfrentam ao mesmo tempo diante de uma arquibancada lotada. Em 2004, um jovem chamado Heikki Kovalainen ficou com a vitória. Será que Vettel repete a dose?

Ao jornal Evening Standard, Bernie Ecclestone contou que a idéia de realizar um Grande Prêmio da Fórmula 1 nas ruas de Londres "não está morta". Tomado de súbito estusiasmo, o chefão da FOM disse que a prova na capital inglesa seria "fantástica". De fato, o cenário deixaria os carros até ofuscados. Pena que exista tão pouca chance da idéia ser levada em frente.

Por fim, a Corte de Apelações da FIA já tem data para julgar o recurso da McLaren, que tenta alterar o resultado do Grande Prêmio do Brasil: 15 de novembro. Até lá, o título de Kimi Raikkonen ainda estará, em tese, sub judice. Mas a possibilidade de Lewis Hamilton levar o campeonato no tapetão é quase nula.

A reunião será apenas mais uma pequena mancha na temporada 2007, já tão marcada pelos fatores extra-pista.


O paulista Nonô Figueiredo roubou a cena e cravou a volta mais rápida dos treinos livres de sexta da Stock Car, em Tarumã. Apesar de não estar entre os dez classificados para a "superfinal", o piloto da equipe Officer Pamplona's liderou a tabela de tempos, logo à frente de Enrique Bernoldi e Cacá Bueno.

Meu palpite, Thiago Camilo, está em boa situação. Hoje, ele foi o quinto, definindo seu acerto como "ótimo". O dia foi difícil para ponteiros como Ingo Hoffmann e Hoover Orsi, 38º e 41º, respectivamente. Amanhã, a Stock Car define seu grid de largada para a etapa de Tarumã, marcada para o domingo.

Deu zebra no Rally do Japão: o líder do campeonato, Marcus Grönholm, saiu da pista na quarta especial do dia e precisou desistir da competição. Foi o primeiro abandono do finlandês no ano, que pode ser fatal para suas pretensões de título. Agora, seu principal adversário, Sebastien Loeb, tem tudo para tomar a ponta na tabela de pontos. O francês - minha aposta para a vitória - só precisa de um quinto lugar.

Por enquanto, Mikko Hirvonen - companheiro de equipe de Grönholm - vem na primeira colocação do Rally do Japão. Sua vantagem para Loeb, porém, é de apenas dez segundos. Também na balada aparece o azarão Jari-Matti Latvala, num excelente terceiro. Na seqüência, Daniel Sordo, Henning Solberg, Manfred Stohl, Xavier Pons e Luiz Perez Companc completam a zona de pontuação.

Em Atlanta, Greg Biffle marcou a pole position para a 33ª prova da Nascar na temporada, a ser realizada no domingo. Kurt Busch, Dale Jarret e Dale Earnhardt Jr. fecham o top 5. Meu palpite, Jimmie Johnson, vem em sexto. O líder do campeonato, Jeff Gordon, aparece em oitavo. Por sua vez, Juan Pablo Montoya é o 21º.


Muita gente estranhou o dia marcado para o Grande Prêmio do Brasil de 2008. Ontem, a FIA confirmou que a prova vai ser em 2 de novembro, uma data meio tardia para os padrões da Fórmula 1. A ficha só caiu hoje: o atraso, provavelmente, se deve às eleições para prefeito do ano que vem.

O pleito municipal será nos dias 5 e 26 de outubro de 2008. Os organizadores do G.P. Brasil, portanto, adiaram a prova de maneira sensata. Há alguns anos, o G.P. da Malásia ficou ridiculamente esvaziado porque alguém teve a idéia de marcar a corrida no dia das eleições para presidente. Ainda bem que o Brasil - tão suscetível a bobagens desse nível - não vai cometer o mesmo erro.

Falando em datas, a FIA anunciou os calendários dos Mundiais de Rally e Turismo da próxima temporada. O primeiro perdeu uma etapa e terá apenas 15 em 2008. Saíram Noruega, Portugal e Irlanda, para a entrada de Jordânia e Turquia. Como de costume, o Mundial de Rally abre sua temporada em Monte Carlo, entre os dias 25 e 27 de janeiro.

Por sua vez, o Mundial de Turismo manteve as onze rodadas duplas de 2007, com apenas uma mudança: sai a tradicional pista de Zandvoort, na Holanda, substituída pela japonesa Okayama. O Brasil volta a sediar a abertura do campeonato, que vai acontecer em Curitiba no dia 2 de março.

A seguir, o calendário 2008 do Mundial de Rally:

25 a 27 de janeiro - Rally de Montecarlo
08 a 10 de fevereiro - Rally da Suécia
1º a 03 de março - Rally do México
28 a 30 de março - Rally da Argentina
25 a 27 de abril - Rally da Jordânia
16 a 18 de maio - Rally da Itália
30 de maio a 1º de junho - Rally da Grécia
13 a 15 de junho - Rally da Turquia
1º a 03 de agosto - Rally da Finlândia
15 a 17 de agosto - Rally da Alemanha
29 a 31 de agosto - Rally da Nova Zelândia
03 a 05 de outubro - Rally de Espanha
10 a 12 de outubro - Rally da França
24 a 26 de outubro - Rally do Japão

28 a 30 de novembro - Rally de Inglaterra

Logo abaixo, as datas do ano que vem do Mundial de Turismo:

02 de março - Rodada dupla de Curitiba
18 de maio - Rodada dupla de Valência
1º de junho - Rodada dupla de Pau
15 de junho - Rodada dupla de Brno
06 de julho - Rodada dupla do Estoril
27 de julho - Rodada dupla de Brands Hatch
31 de agosto - Rodada dupla de Öschersleben
21 de setembro - Rodada dupla de Anderstorp
05 de outubro - Rodada dupla de Monza
26 de outubro - Rodada dupla de Okayama
16 de novembro - Rodada dupla de Macau


O vídeo do dia é a lembrança de uma das melhores "Galvanadas" do ano. Grande Prêmio da Inglaterra, últimas voltas: Felipe Massa está chegando em Robert Kubica, na tentavia de tomar o quarto lugar do polonês. A geração de imagens, porém, se concentra numa luta intermediária e sem importância entre Jenson Button e David Coulthard. Galvão Bueno não perdoa:


"E aí vem o inglês... e aí vem o escocês..."

Neste sábado, o Blog volta destacando as atividades do Mundial de Rally e da Stock Car. E, ao longo do dia, comentários sobre as principais notícias do mundo da velocidade. Até amanhã!

Crédito das fotos:

3 comentários:

maurício disse...

Caraca ótima lembrança mesmo essa do Galvão!! Eu me lembro direitinho, muito engraçado na hora!!! Salvo engano ele ainda falou de novo mas corta antes, hein??

Abs

Anônimo disse...

corrija: o Rali do México aparece como de 28 de fevereiro a 3 de março. São cinco dias então? (ano que vem é bisexto).

Blog F1 Grand Prix disse...

Anônimo,

Obrigado pela correção! O certo é de 1º a 3 de março. Já mudei, valeu!

Grande abraço!

Gustavo Coelho