segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Weekend Update - ChampCar, MotoGP, Nascar e Balanço dos Palpites

Apesar de terem sido totalmente ofuscadas pela Fórmula 1, as demais categorias que estiveram em atividade neste fim de semana merecem um pequeno registro. Antes de comentar o day after do título milagroso de Kimi Raikkonen - e o mal-explicado caso da adulteração do combustível de Williams e BMW - vamos a um pequeno resumo do que aconteceu nos últimos três dias:

No belíssimo circuito de Surfers Paradise, na Austrália, o francês Sebastien Bourdais garantiu o título da temporada 2007 da ChampCar ao conquistar sua sétima vitória do ano. Como de costume, o piloto da equipe Newman-Haas-Lanigan dominou a maior parte da prova, triunfando com quase sete segundos de vantagem para o inglês Justin Wilson, seu mais próximo adversário.

Bourdais também se tornou o primeiro piloto - em 17 edições da corrida de Surfers Paradise - a vencer a etapa mais de uma vez. Afinal, o francês já havia ganhado a prova de 2005. Para completar a festa de Bourdais, ele também fechou matematicamente o campeonato, assegurando seu quarto título consecutivo na ChampCar.

Outro destaque do dia foi Bruno Junqueira , que completou o podium e deu um pulo na tabela de pontos, passando de nono a sétimo. O brasileiro - presente entre os três primeiros pela terceira prova seguida - está, realmente, em excelente fase. Na seqüência, atrás de Junqueira, Robert Doornbos e Simon Pagenaud fecharam o top 5.

Com os resultados de Surfers Paradise, Sebastien Bourdais passou a 332 pontos na tabela de classificação. A briga, agora, é pelo vice-campeonto, entre Justin Wilson (270) e Robert Doornbos (261). Por sua vez, o brasileiro Bruno Junqueira aparece na sétima posição, com 216 pontos. Se mantiver a boa fase, ele ainda pode subir para quinto.

Agora, resta apenas uma corrida para o fim da temporada da ChampCar. A prova - marcada para o histórico circuito Hermanos Rodriguez, na Cidade do México - será no dia 11 de novembro.


Assim como Sebastien Bourdais na ChampCar, Casey Stoner continua passeando na MotoGP. No Grande Prêmio da Malásia - disputado na madrugada de sábado para domingo no Brasil - o australiano venceu nada menos do que sua décima corrida no ano. De fato, Stoner não teve rivais à altura na atual temporada.

É verdade que o piloto da Ducati não teve vida muito fácil na Malásia. Ao receber a bandeirada, ele liderava um trenzinho de cinco pilotos, que se mantiveram sempre muito próximos ao longo da corrida. De qualquer maneira, Stoner não foi realmente ameaçado por nenhum deles, triunfando com autoridade.

Completando o podium, vieram Marco Melandri e Daniel Pedrosa. O espanhol da Honda, que havia largado da pole, ficou em segundo na maior parte do tempo, mas caiu para terceiro no final. Randy de Puniet foi o quarto, seguido de perto por Valentino Rossi. Mais atrás, na 12ª posição, fechou o brasileiro Alexandre Barros.

Após o Grande Prêmio da Malásia, Casey Stoner ampliou ainda mais sua já inalcansável vantagem na liderança do campeonato. Agora, o australiano tem 347 pontos, contra 241 de Valentino Rossi. Daniel Pedrosa aparece em terceiro, com 217, enquanto Alexandre Barros vem em décimo, com 106.

Falta apenas uma prova para o encerramento do campeonato da MotoGP: o Grande Prêmio de Valência, no dia 4 de novembro.


O atual campeão Jimmie Johnson ganhou pela sétima vez na atual temporada da Nascar e encurtou sua diferença para Jeff Gordon no play off da categoria. No mini-oval de Martinsville, os dois pilotos da equipe Hendrick dominaram a prova do último domingo, revezando-se na ponta da maratona de 500 voltas.

Na parte final da prova, Johnson tomou a liderança e venceu, enquanto Gordon perdeu a segunda posição para Ryan Newman. Atrás deles, em quarto, veio a aposta do Blog para a vitória: Kyle Busch. Por fim, completando o top 5, apareceu o campeão de 2003, Matt Kenseth.

Contrariando a lógica, Juan Pablo Montoya fez uma boa corrida e terminou em oitavo, logo numa das pistas mais difíceis do calendário da Nascar. Foi apenas a sexta vez em 32 etapas que o colombiano conseguiu um lugar entre os dez primeiros. Apesar disso, ele se aproxima cada vez mais do título de "novato do ano".

No campeonato, Jeff Gordon é o primeiro, com 6055 pontos. Jimmie Johnson, que tem 6002, parece ser o único em condições de rivalizar com o líder. Na seqüência, aparecem Clint Bowyer (5940), Tony Stewart (5806) e Carl Edwards (5770). Por sua vez, Juan Pablo Montoya vem em 18º, com 3103.

Vale fazer um agradecimento especial ao amigo Jairo Maragato, que acompanhou a prova da Nascar e mandou algumas informações para o Blog. Agora, a próxima etapa da categoria - a 33ª, de 36 - acontece no dia 28 de outubro, em Atlanta.


Desempenho bastante bom do Blog nas apostas do fim de semana. Em cinco acertos possíveis, matei três, conseguindo um aproveitamento de 60%. Hora do temido Balanço dos Palpites:

ChampCar: Vencedor: Sebastien Bourdais. Palpite: Sebastien Bourdais (primeiro)
FÓRMULA 1 (vencedor): Vencedor: Kimi Raikkonen. Palpite: Kimi Raikkonen (primeiro)
FÓRMULA 1 (campeão): Campeão: Kimi Raikkonen. Palpite: Lewis Hamilton (vice)
MotoGP: Vencedor: Casey Stoner. Palpite: Casey Stoner (primeiro)
Nascar: Vencedor: Jimmie Johnson. Palpite: Kyle Busch (quarto)

Além de acertar três vencedores (Bourdais, Raikkonen e Stoner), cheguei perto na Nascar (Busch). A lamentar, apenas, a previsão errada para o título da Fórmula 1. De qualquer forma, fica o consolo: quase tudo mundo errou também...

Em instantes, o Blog volta comentando as notícias do dia no mundo da velocidade. E, até o fim desta segunda, o primeiro post especial sobre os bastidores de Interlagos. Até já!

Crédito das fotos:

2 comentários:

bruno disse...

ah não deu para ver nada dessas mesmo não. É esse Sebastian Bordais que vai para Toro Roso no ano que vem? Acho que ele vai apanhar do Vettel porque o cara é fera!!!!

Blog F1 Grand Prix disse...

Bruno,

Sebastien Bourdais já foi confirmado como titular da Toro Rosso em 2008, ao lado de seu quase-xará Sebastian Vettel. A briga da dupla será interessante: ambos são excelentes pilotos e - embora tenham uma boa diferença de idade - ainda são novatos na Fórmula 1.

Grande abraço!

Gustavo