domingo, 18 de novembro de 2007

Weekend Update - G.P. de Macau e Mundial de Turismo

O inglês Oliver Jarvis foi o grande vencedor do tradicional Grande Prêmio de Macau, corrida que reuniu os melhores pilotos dos principais certames da Fórmula 3. Largando da pole, Jarvis liderou todas as voltas da prova, triunfando com bastante autoridade. Os japoneses Kodai Tsukakoshi e Kazuya Oshima completaram o podium, enquanto o brasileiro Roberto Streit finalizou num bom quinto lugar.

Antes da corrida, era esperado um duelo entre Jarvis e o estoniano Marko Asmer, campeão da Fórmula 3 Inglesa e segundo colocado no grid. Desde o início, porém, ficou claro que Jarvis - cuja vaga foi garantida com um terceiro lugar no campeonato da Fórmula 3 Japonesa - estava muito mais à vontade no dificílimo circuito de rua de Macau.

Na largada, Jarvis manteve a ponta, enquanto Asmer perdeu o segundo posto para Kazuya Oshima. Os três líderes não trocaram de ordem até a volta 11, quando o francês Frank Mailleux sofreu um forte acidente e causou a entrada do safety car. No momento em que a corrida recomeçou, Asmer caiu para quarto ao ser ultrapassado por Kodai Tsukakoshi, que havia largado apenas de nono.

Um dos principais destaques da prova, Tsukakoshi superou seu compatriota Oshima logo depois, e partiu à caça do líder Jarvis. O inglês, porém, conseguiu resistir à pressão do piloto nipônico, recebendo a bandeirada com pouco menos de dois segundos da vantagem. Tsukakoshi foi segundo, com Oshima, Asmer e Roberto Streit logo atrás.

Após a corrida, Jarvis não escondeu que a vitória em Macau foi a maior de sua carreira: "Esse triunfo supera todos os outros que já tive. Foi a maior corrida da minha vida. O fim de semana tem sido, realmente, fantástico para mim". Ao receber o troféu de primeiro colocado, Jarvis teve dificuldades para segurar sua emoção. Agora, o objetivo do inglês é conseguir uma vaga na GP2 em 2008.

Outro que saiu satisfeito de Macau foi o brasileiro Roberto Streit: "Mostrei que posso ficar entre os cinco primeiros, mesmo tendo corrido com um engenheiro com quem eu não trabalhava. No geral, nossa participação foi positiva", disse o piloto carioca. A seguir, a classificação final do G.P. de Macau:

1. Oliver Jarvis/Inglaterra/Team Reckless Tom's, 14 voltas em 38:29.452s (Fórmula 3 Japonesa)
2. Kodai Tsukakoshi/Japão/Manor Motorsport, a 1.767s (Fórmula 3 Japonesa)
3. Kazuya Oshima/Japão/Team Reckless Tom's, a 4.390s (Fórmula 3 Japonesa)
4. Marko Asmer/Estônia/Hitech Racing, a 5.331s (Fórmula 3 Inglesa)
5. Robert Streit/Brasil/Prema Powerteam, a 6.558s (Fórmula 3 Japonesa)
6. Sam Bird/Inglaterra/Carlin Motorsport, a 7.148s (Fórmula 3 Inglesa)
7. James Jakes/Inglaterra/Manor Motorsport, a 9.573s (Fórmula 3 Européia)
8. Romain Grosjean/França/ASM F3, a 10.176s (Fórmula 3 Européia)
9. Stephen Jelley/Inglaterra/Raikkonen Robertson Racing, a 10.618s (Fórmula 3 Inglesa)
10. Edoardo Mortara/Itália/Signature Plus, a 11.317s (Fórmula 3 Européia)

O brasileiro Bruno Senna, que deveria participar do G.P. de Macau, ficou de fora após sofrer um acidente na "corrida de classificação" do sábado. Sempre muito atento, o internauta Guilherme manda um vídeo que mostra rapidamente a pancada (ali na marca de 1:07s) e resume as atividades do evento. Só não me peçam para traduzir:



Ao amigo Guilherme, mais uma vez, muito obrigado!


Algumas horas depois do triunfo de Oliver Jarvis, pilotos e equipes do Mundial de Turismo tomaram a pista de Macau para a última rodada dupla da temporada. Os favoritos para o título eram o inglês Andy Priaulx, da BMW, e o francês Yvan Muller, representante da SEAT, empatados na tabela de classificação, com 81 pontos.

Além deles, porém, outros quatro pilotos ainda tinha chances matemáticas de levar o troféu, incluindo o brasileiro Augusto Farfus Jr., companheiro de Priaulx na BMW. No grid de largada da primeira prova, Muller era o segundo, apenas atrás do Chevrolet de seu compatriota Alain Menu. Logo atrás, o italiano Gabriele Tarquini, da SEAT, era o terceiro, com Farfus Jr. em quarto e Priaulx apenas em 12º.

O panorama não mudou muito na corrida, com Menu liderando e Muller em segundo. Farfus Jr. passou Tarquini na primeira volta, embora o italiano continuasse rápido. No meio do pelotão, Priaulx parecia estar fora da briga pelo título, mas tudo mudou rapidamente. Primeiro, o motor do SEAT de Muller parou de repente, e o francês foi obrigado a retirar-se da corrida imediatamente.

Mais tarde, na parte final da prova, Farfus Jr. cometeu um erro e bateu, não conseguiundo completar a prova. Menu venceu, com Tarquini em segundo e o inglês Robert Huff em terceiro. O resultado mais importante, porém, foi o oitavo lugar de Priaulx (à direita): com essa colocação, o inglês ganhou a pole da segunda corrida do dia, disputada com grid invertido entre os oito primeiros da bateria inicial.

Sem bobear, Priaulx aproveitou a vantagem e venceu sem maiores dificuldades a última prova do ano. Completando o podium, vieram o italiano Nicola Larini, da Chevrolet, e o inglês James Thompson, da Alfa Romeo. Muller e Farfus Jr. - os principais adversários de Priaulx na batalha pelo título - nem chegaram a largar para a segunda bateria de Macau.

No fim, Andy Priaulx levou seu tricampeonato no Mundial de Turismo, somando 92 pontos. Yvan Muller (81) ficou com o vice, com James Thompson (76), Augusto Farfus Jr. e Nicola Larini (ambos com 71) aparecendo na seqüência. Entre os construtores, o título ficou com a BMW (255), que superou SEAT (249), Chevrolet (218) e Alfa Romeo (124). Logo abaixo, os resultados da rodada-dupla de Macau:

Primeira bateria:
1. Alain Menu/França/Chevrolet, 14 voltas em 23:10.276s
2. Gabriele Tarquini/Itália/SEAT, a 2.674s
3. Robert Huff/Inglaterra/Chevrolet, a 4.418s
4. Jordi Gené/Espanha/SEAT, a 11.325s
5. James Thompson/Inglaterra/Alfa Romeo, a 13.759s

Segunda bateria
1. Andy Priaulx/Inglaterra/BMW, 14 voltas em 23:19.249s
2. Nicola Larini/Itália/Chevrolet, a 0.842s
3. James Thompson/Inglaterra/Alfa Romeo, a 5.886s
4. Tiago Monteiro/Portugal/SEAT, a 6.069s
5. Tom Coronel/Holanda/SEAT, a 10.634s

A seguir, a classificação final da temporada 2007 do Mundial de Turismo:

1. PRIAULX, 92 pts; 2. Y.Muller, 81 pts; 3. Thompson, 76 pts; 4. Farfur Jr. e Larini, 71 pts; 6. Menu, 69 pts; 7. J.Müller, 66 pts; 8. Tarquini, 62 pts; 9. Huff, 57 pts; 10. Gené, 55 pts; 11. Monteiro, 38 pts; 12. Porteiro, 32 pts; 13. Coronel, 29 pts; 14. Rangoni, 15 pts; 15. Zanardi. 14 pts; 16. Rydell, 13 pts; 17. Colciago, 6 pts; 18. Jourdain Jr. e Corthals, 3 pts; 20. Ekblom e Hernandez, 1 pts; 22. Daste, Mueller, Obrien, Tielemans, Freitas, Fridman, de Villota, Zelenov, Shapovalov, Pedala, Ceresoli, Beltoise, Geipel, Rosenblad, Magalhães, Roda, Lvov, Smetsky, Dahlgren, Krylov, Turkington, Terting, Sadredinov, Engstroem e Nogues, 0 pts.

Nesta segunda, o Blog volta comentando a finalíssima da Nascar, na última edição da seção Weekend Update. E, ao longo do dia, comentários sobre as principais notícias do mundo da velocidade. Até amanhã!

Crédito das fotos:
G.P. Macau - www.motorsport.com
Mundial de Turismo - www.fiawtcc.com

2 comentários:

maurício disse...

Fala Gustavão!

Ó só: tirei umas fotinhos da Stock mas não ficaram boas, queria te passar mas não quero pagar mico rs. Ficaram todas azuladas e meio estranhas. Até consegui fazer um vídeo com o meu celular, mas ficou estranho demais, deixa pra lá!!!!

Sobre essa de Macau, só fico me perguntando como o Guilherme achou e vídeo e qual foi o tamanho da bobagem do Farfus, se ele tivesse continuado poderia ter levado o caneco po!!!

Abs

Blog F1 Grand Prix disse...

Maurício,

Fica a seu critério enviar ou não as fotos! Vou procurar o vídeo do acidente do Farfus para postar mais tarde!

Grande abraço!

Gustavo Coelho