segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Honda surpreende e anuncia Ross Brawn para o cargo de chefe de equipe

Depois de muito tempo, Jenson Button e Rubens Barrichello têm motivos para ficarem animados com a Honda. Nesta segunda - após uma negociação que teve início em abril - o time nipônico confirmou a contratação do engenheiro Ross Brawn, o grande estrategista da "era Schumacher" na Ferrari. Em sua nova casa, o inglês vai exercer o cargo de chefe de equipe, dividindo as principais responsabilidades com o diretor Nick Fry.

"Ajudar a Honda representa um enorme desafio para mim. Quero fazê-los redescobrir o caminho das vitórias", disse Brawn, que também era pretendido por Red Bull e Toyota. Na verdade, o engenheiro inglês sempre deu prioridade à Ferrari nas negociações para 2008, quando retorna de seu ano sabático. As conversas, porém, emperraram em outubro, e Brawn acabou optando pela Honda.

A chegada do estrategista é uma ótima notícia para o time nipônico, considerado o grande fiasco da última temporada. Numa entrevista recente ao Mail on Sunday, por exemplo, o titular Jenson Button chegou a fazer uma ameaça: "Se o carro não melhorar, vou-me embora". Apesar de tudo, a contratação de Brawn já muda o espírito da equipe. Afinal, o engenheiro inglês também vai supervisar o desenvolvimento do RA108, o carro da Honda para 2008.

Ao mesmo tempo, a escuderia japonesa confirmou outras mudanças para a próxima temporada. Uma delas é a saída do piloto de testes, Christian Klien. O austríaco - ex-piloto de Jaguar e Red Bull - pediu desligamento para lutar por uma vaga em outra equipe. Sua melhor chance é na novata Force India F1, onde já existe uma fila de candidatos: Roldán Rodríguez, Adrian Sutil e Vitantonio Liuzzi, Giedo van der Garde e até Ralf Schumacher concorrem a uma vaga.

Enquanto isso, a Ferrari também anunciou uma reestruturação em seu staff técnico. A mais importante e significativa mudança: a promoção de Jean Todt, que vai deixar seu cargo de diretor-esportivo para exercer a função de diretor-geral da escuderia do cavalinha. Quem assume o antigo posto de Todt é Stefano Domenicalli, que já era considerado o sucessor natural do francês.

Além disso, o diretor-técnico Mario Almondo passa a ser diretor de operações, sendo substituído por Aldo Costa. Por fim, o engenheiro Gilles Simon foi o escolhido para comandar a divisão de motores da Ferrari. A nova formação da Ferrari já será testada nos próximos dias, quando a equipe vermelha - ao lado de suas principais adversárias - inaugura a pré-temporada da Fórmula 1, com os testes coletivos de Barcelona.

Finalmente, os motores vão começar a roncar de novo.

Crédito das fotos: www.gpupdate.net

12 comentários:

aline disse...

Olá mandei uma mensagem para o seu e-mail voce chegou a ver? Estou precisando de uma resposta rápida ;]

Blog F1 Grand Prix disse...

Aline,

Já vi sim e vou responder daqui a pouco. Desculpe a demora, é que neste fim de semana estive bastante ocupado!

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Leandro disse...

Essa "bomba" da semana não torna a Honda uma das opçoes do Alonso? Pergunto isso pois foi vinculado o boato de uma possivel ida do Barrichello a SuperAguri, na epoca achei irrelevante, mas parece ser viável...

Net Esportes disse...

Surpreendente, resta saber se a Honda vai melhorar o carro......

Adalberto Althoff Jr. disse...

Alonso na Honda? Neeem......

A Honda, mesmo com ROSS vai demorar uns anos pra render... mas já deve ser BEM melhor que 2007!

Leandro disse...

Espero q Honda melhore bastante, brigue por podios junto com a BMW, e por aih vai...
Ah, soh uma coisa, o Rubinho tinha problemas com o Ross na Ferrari?

lisandro disse...

Agora o rubinho vai dizer que a equipe da preferência ao Button...
Já tem até a desculpa pronta

kimi_cris disse...

O Ross Brawn pode levar a Honda às vitórias novamente, mas não me parece que seja já para a epoca de 2008 só se a Honda evoluir muito.

Fleetmaster disse...

Foi surpreendente mesmo !

Priscilla Bar disse...

Eu estou suuuuuuuper curiosa pra saber como vai ser a equipe Honda de 2008.O "Barrica" agora ñ vai ter mais desculpas...ESPERO Q NAOOOO!!!!
E quanto à Ferrari...sei nao...é muita mudança!nao sei se dará certo..esse ano tava sem o Ross Brawn e só ganhou pq Ron dennis deu o campeonato pra eles.Entao imagina agora sem um monte de gente???
Enfim...

Beijos,

Blog Guard Rail

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado a todos pelas mensagens!

Leandro: Acho difícil Alonso transferir-se para a Honda, embora a idéia não seja absurda. Vamos esperar, mas a equipe japonesa deve manter sua dupla em 2008.

Lisandro: Rubinho vai precisar mostrar serviço mesmo. Se não melhorar, vai ficar à pé em 2009...

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho

Felipe Maciel disse...

Esse anúncio me pegou de surpresa, era tudo o que a Honda precisava, mas o Rubinho, não sei não...

Não vou desprezar a possibilidade de Alonso ocupar a vaga dele, ou do Jenson (inglês) ser beneficiado pelo Brawn (inglês) numa equipe meio-inglesa.

Mas pelo menos carro vai ter...