quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Massa fecha semana de testes em Barcelona na frente

Felipe Massa confirmou a hegemonia da Ferrari e liderou os ensaios desta quinta, que fecharam a semana de testes em Barcelona. Nos três dias de atividades, aliás, a equipe vermelha esteve sempre na ponta (nos outros dois, com o "convidado especial" Michael Schumacher). Dessa vez, porém, Massa teve dificuldades para confirmar a primeira posição.

Mesmo quebrando o recorde da configuração atual de Barcelona, o brazuca quase terminou batido pela Renault de Heikki Kovalainen. O finlandês fez um ótimo trabalho, terminando a menos de um décimo de Massa. Outro que andou muito bem foi o piloto de testes da Toyota, Franck Montagny, que cumpriu sua última sessão de testes antes de se despedir do time nipônico.

No quarto lugar, Sebastian Vettel mostrou serviço, batendo seu companheiro de equipe Sebastien Bourdais em meio segundo. O tricampeão da ChampCar não passou de nono. Entre os dois pilotos da Toro Rosso, David Coulthard, Luca Badoer, Pedro de la Rosa e Nico Rosberg tiveram participações discretas, fechando de quinto a oitavo, respectivamente.

Por sua vez, o segundo piloto de testes da McLaren, Gary Paffet, foi apenas o décimo. Vale registrar que o inglês foi batido pelo outro representante da equipe inglesa - Pedro de la Rosa - nos três dias de atividade. Logo trás de Paffet, a dupla da BMW também não apareceu muito: Nick Heidfeld foi apenas o 11º, com Robert Kubica imediatamente a seguir.

Na seqüência, Kazuki Nakajima registrou o 13º melhor tempo. O japonês foi o piloto que mais trabalhou nesta quinta: no total, sua Williams completou 126 voltas. Quanto ao resto, é preciso mencionar que Christian Klien voltou a bater Vitantonio Liuzzi na disputa interna da Force India, enquanto o inglês Mike Conway fez sua estréia com um carro da Fórmula 1 pela Honda, terminando num decente 18º.

Ao mesmo tempo, o empresário de Michael Schumacher, Willi Weber, colocou os serviços do alemão à disposição da Ferrari: "Se o time quiser uma ajuda, não haverá problemas". Na prática, isso significa que Schumacher pode voltar nos testes de Jerez de la Frontera, que vão acontecer em duas semanas. Certamente, Kimi Raikkonen e Felipe Massa devem estar sentindo um leve frio na espinha...

A seguir, a classificação dos ensaios desta quinta, em Barcelona:

1. Felipe Massa/Brasil/Ferrari, 1:20.044s
2. Heikki Kovalainen/Finlândia/Renault, 1:21.136s
3. Franck Montagny/França/Toyota, 1:21.363s
4. Sebastian Vettel/Alemanha/Toro Rosso, 1:21.486s
5. David Coulthard/Escócia/Red Bull, 1:21.555s
6. Luca Badoer/Itália/Ferrari, 1:21.741s
7. Pedro de la Rosa/Espanha/McLaren, 1:21.805s
8. Nico Rosberg/Alemanha/Williams, 1:21.820s
9. Sebastien Bourdais/França/Toro Rosso, 1:21.939s
10. Gary Paffett/Inglaterra/McLaren, 1:22.070s
11. Nick Heidfeld/Alemanha/BMW, 1:22.460s
12. Robert Kubica/Polônia/BMW, 1:22.706s
13. Kazuki Nakajima/Japão/Williams, 1:23.039s
14. Jarno Trulli/Itália/Toyota, 1:23.064s
15. Christian Klien/Áustria/Force India, 1:23.084s
16. Jenson Button/Inglaterra/Honda, 1:23.118s
17. Vitantonio Liuzzi/Itália/Force India, 1:23.206s
18. Mike Conway/Inglaterra/Honda, 1:23.729s
19. James Rossiter/Inglaterra/Super Aguri, 1:23.931s
20. Robert Doornbos/Holanda;Red Bull, 1:24.102s

Agora, a Fórmula 1 só entra na pista de novo entre os dias 3 e 5 de dezembro, em Jerez de la Frontera.



O Conselho Mundial da FIA passou o dia reunido para decidir se desclassifica ou não Nico Rosberg e a dupla da BMW do Grande Prêmio do Brasil, por estarem com a temperatura da gasolina adulterada. Se os três pilotos forem eliminados da classificação final, Lewis Hamilton somaria pontos suficientes para tirar o título de Kimi Raikkonen. A possibilidade é bastante improvável, mas o Conselho está fazendo suspense.

Embora tenha começado na manhã de Londres, o julgamento ainda não terminou. O veredito, portanto, só deve sair amanhã. A decisão que pode mudar a temporada 2007 da Fórmula 1 está nas mãos de quatro comissários. São eles: o americano John Cassidy, o checo Jan Stovicek, o grego Vassilis Koussis e o português José Macedo e Cunha. Os advogados de McLaren e Ferrari, ao menos, já foram ouvidos.

Contrariando as expectativas, o representante do time prateado, Ian Mill, defendeu a desclassificação dos três pilotos em situação supostamente irregular. A postura do advogado da McLaren foi oposta às declarações de Norbert Haug e Martin Whitmarsh, dirigentes da equipe inglesa, e de Lewis Hamilton, que afirmaram não querer vencer o campeonato no tapetão.

As palavras de Mill irritaram a Ferrari, que não poupou críticas às estratégias da McLaren. Principal advogado da equipe vermelha, Nigel Tozzi classificou de "manobra suja" o recurso que o time prateado está movendo, acrescentando que "tirar o título de Raikkonen seria uma grande injustiça". De fato, não há mais espaço para mudar o destino do campeonato nessa altura.

O título foi decidido em Interlagos e ponto final.



Bernie Ecclestone confirmou hoje - pela enésima vez - a realização de um Grande Prêmio na Índia a partir de 2010. Ao que parece, o país asiático vai construir um novíssimo autódromo em Nova Délhi, preparado especialmente para a Fórmula 1. O contrato com a Formula One Management, aliás, deve durar dez anos. Resta torcer para que a corrida seja à noite. Os fãs do Brasil merecem dormir mais um pouco...

Enquanto isso, a MotoGP abriu nesta quinta sua semana de testes no circuito malaio de Sepang. Nos ensaios de hoje, o francês Randy de Puniet, da Honda LCR, fechou em primeiro, seguido por Chris Vermeulen (Suzuki) e Colin Edwards (Yamaha). Dessa vez, os líderes da última temporada da categoria - Casey Stoner, Daniel Pedrosa e Valentino Rossi - não estiveram presentes. Os testes continuam amanhã.

Por fim, o dia ainda viu o início das atividades de uma das provas mais tradicionais do automobilismo mundial. No domingo, vai ser disputada a 25ª edição do G.P. de Macau, prova que reúne os melhores pilotos dos principais certames da Fórmula 3 espalhados pelo mundo. Entre os antigos vencedores da corrida, estão pilotos do calibre de David Coulthard, Ralf Schumacher e até Ayrton Senna.

Dessa vez, quem saiu na frente foi o campeão da Fórmula 3 Inglesa, Marko Asmer. O estoniano da equipe HiTech cravou a pole provisória ao superar o francês Romain Grosjean e o holandês Yelmer Buurman, que vieram logo a seguir. Entre os brasileiros, o melhor foi Roberto Streit, em nono. Bruno Senna sofreu um acidente e não passou de 20º, entre 28 pilotos.


O vídeo do dia é uma "coletânea" com algumas das melhores frases de Nelson Piquet, extraídas do sensacional documentário "A Era dos Campeões". A quem interessar, aliás, é possível encontrar o filme inteiro no YouTube, dividido em dez partes. Por enquanto, porém, fiquemos só com a língua solta de Piquet, o "super sincero":



Essa eu vi na Comunidade F1 Brasil do Orkut

Nesta sexta, o Blog volta com a seção Agenda do fim de semana, apresentando os principais destaques dos próximos três dias. E, ao longo do dia, comentários sobre as notícias mais recentes do mundo da velocidade. Até amanhã!

Crédito das fotos:

5 comentários:

caio disse...

esses testes não servem de muita referencia, no máximo serviram para mostrar hoje que o Massa já está se acostumando com o controle de tração proibido, foi um vexame ele ter perdido para o Schumi ontem. Sobre o conselho mundial, pouco a dizer, tomara que decidam isso logo já entregando o título ao Kimi. O melhor do post é sem duvida esse vídeo do Piquet, sentimos falta de um piloto honesto assim!

Blog F1 Grand Prix disse...

Caio,

Concordo com você: infelizmente, os pilotos de hoje raramente soltam frases de efeito ou declarações polêmicas. Culpa da tremenda burocracia da Fórmula 1 atual...

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Felipe Maciel disse...

Que palhaçada esse´enrolo pra decisão. Pra que isso tudo? Não vai dar em nada mesmo...

Eles devem ter combinado com o dono da pizzaria para aumentar a fome do povo, amanhã é dia de bastante pizza, galerinha heheehhe

mauricio disse...

O felipe aqui em cima disse tudo. Que palhaçada mesmo!!!!

Jean disse...

O Piquet como sempre dando suas declarações irônicas.
Sobre o episódio do Mansell e o banheiro, lembro-me na época ele dizer q além de retirar o papel tb colocou laxante no suco do inglês. Se não me engano isso ocorreu no treino classicatorio de um GP em 87, acho que em Silverstone.