sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Enfim, Kimi Raikkonen é aclamado campeão mundial de 2007

Agora é oficial: após ficar com seu título sub judice por quase um mês, Kimi Raikkonen foi finalmente aclamado campeão mundial de Fórmula 1. A confirmação veio depois que o Conselho Mundial da FIA rejeitou uma apelação da McLaren, que poderia mudar o resultado do Grande Prêmio do Brasil e entregar o troféu a Lewis Hamilton. O julgamento durou dois dias, mas o veredito não trouxe nenhuma surpresa.

"Inadmissível" foi a única palavra usada pelos comissários do Conselho Mundial para classificar o caso. A Ferrari, por sua vez, não poupou críticas à postura da McLaren. Logo após sair o resultado, o principal dirigente da equipe vermelha, Jean Todt, classificou o julgamento como uma "tentativa desesperada" de mudar os resultados da pista.

A equipe inglesa, por sua vez, defendeu-se das críticas de forma pouco convincente. Diretor-executivo da McLaren, Martin Whitmarsh acabou sendo o escolhido para dar a versão do time prateado: "Nosso recurso foi feito com base nos interesses de esclarecimento e consistência da regra. Para nós, houve uma clara quebra do regulamento por parte de BMW e Williams", disse o dirigente.

Para quem não entendeu: após o Grande Prêmio do Brasil, os carros de Nico Rosberg, Robert Kubica e Nick Heidfeld - o primeiro da Williams e os outros dois da BMW - foram pegos com a temperatura do combustível supostamente irregular. Caso os três fossem desclassificados, Lewis Hamilton ganharia pontos suficientes para levar o título. Os métodos da FIA, porém, mostraram-se bastante precários.

A entidade se enrolou nas medições e, no fim, ficou claro que os dados não eram nem um pouco confiáveis. Mesmo assim, a McLaren insistiu em apelar do resultado final da prova de Interlagos, gerando protestos de todas as partes. Apesar das críticas, a equipe inglesa levou seu recurso à frente, mantendo o título de Kimi Raikkonen em caráter "não-oficial" durante exatos 26 dias. Até hoje.

Agora, enfim, o finlandês já pode comemorar a conquista do inédito campeonato. Por outro lado, a Fórmula 1 encerra sua temporada marcada por mais uma intriga de bastidores. Num campeonato já tão lembrado pelo escândalo de espionagem envolvendo Ferrari e McLaren - as duas únicas equipes candidatas ao título - tudo o que a categoria não precisava era terminar o ano, mais uma vez, nos tribunais.

Apesar de ter proporcionado uma espetacular briga pelo título, a temporada 2007 vai ficar para sempre manchada pelos inúmeros episódios extra-pista.


O inglês Oliver Jarvis cravou a pole position para uma das mais tradicionais provas do automobilismo mundial: o Grande Prêmio de Macau. Disputada pelos melhores pilotos dos principais certames da Fórmula 3, a corrida já revelou nomes como Ayrton Senna, Michael Schumacher e Mika Hakkinen. Além disso, o G.P. é uma atração especial por causa das características únicas do traçado de Guia.

Alternando trechos de longas e largas retas com curvas obscenamente fechadas e apertadas, a pista de rua de Macau é um desafio espetacular. Até agora, quem está se dando melhor é Oliver Jarvis, que terminou em primeiro no treino classificatório com um tempo de 2:11.696s. Apenas dois décimos atrás, porém, aparece o campeão da Fórmula 3 Inglesa e aposta do Blog, o estoniano Marko Asmer.

Na edição 2007 do G.P. de Macau, o Brasil conta com uma dupla de representantes. O carioca Roberto Streit enfrentou problemas com a bomba de gasolina, mas ainda conseguiu uma boa nona colocação. Por sua vez, Bruno Senna não se recuperou de um acidente sofrido ontem, não passando da 18º colocação no grid de largada.

Além do G.P. de Macau, o circuito de Guia também vai receber a finalíssima do Mundial de Turismo. Nesta sexta, nos primeiros treinos livres, o melhor foi o francês Alain Menu, da Chevrolet. Logo depois, em segundo, veio o brasileiro Augusto Farfus Jr., seguido pelo português André Couto. Principais candidatos ao título, o inglês Andy Priaulx foi quarto, com seu rival - o francês Yvan Müller - em sétimo.


Começou de maneira conturbada o Rally da Irlanda, penúltima etapa da temporada 2007 do Mundial de Rally. Líder do campeonato, Marcus Grönholm sofreu um grave acidente e precisou ser levado ao hospital. O finlandês não se machucou, mas precisou abandonar a disputa. Pior: viu seu adversário na luta pelo título, Sebastien Loeb, tomar a ponta no fim do dia. Na seqüência, completando os três primeiros, aparecem Daniel Sordo e Jari-Matti Latvala.

Em Homeasted, Miami, Jimmie Johnson deu mais um grande passo rumo ao título da Nascar. No treino classificatório de hoje, o atual campeão cravou a pole, com Ryan Newman e Kasey Kahne logo atrás. Único piloto capaz de tirar o título das mãos de Johnson, Jeff Gordon fez o 11º melhor tempo. Por sua vez, Juan Pablo Montoya classificou-se apenas em 33º.

No meio-autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, Antonio Jorge Neto liderou os primeiros treinos da penúltima etapa da temporada 2007 da Stock Car. Duda Pamplona confirmou a boa fase e foi segundo, com Thiago Camilo em terceiro. Correndo em casa e podendo conquistar o título por antecipação na corrida de domingo, Cacá Bueno fechou em oitavo. Amanhã, a Stock define seu grid de largada. A previsão é de chuva para todo o fim de semana carioca.

Por fim, vale mencionar o último dia de testes coletivos da MotoGP, no circuito malaio de Sepang. Aproveitando as ausências de Casey Stoner, Daniel Pedrosa e Valentino Rossi, John Hopkins - ainda se adaptando à Kawasaki - fechou a sexta com o melhor tempo, seguido por Chris Vermeulen (Suzuki) e Randy de Puniet (Honda LCR). Agora, a MotoGP descansa até a semana de ensaios em Jerez, marcada para os dias 27 a 29 de novembro.


O vídeo do dia é uma dica do amigo Speeder, do Continental Circus. As imagens retratam uma histórica batalha entre os grandes rivais Michael Schumacher e Mika Hakkinen, antes mesmo de estrearem na Fórmula 1. Aconteceu no Grande Prêmio de Macau de 1990, quando a dupla ainda estava na Fórmula 3. Vale a pena dar uma conferida:


Schumacher venceu, mas seus detratores dizem que esta foi a primeira da coleção de "manobras estranhas" do alemão...

Neste sábado, o Blog volta comentando as atividades do G.P. de Macau, da Stock Car e dos Mundiais de Rally e Turismo, além das principais notícias do dia. Até amanhã!

Crédito das fotos:
Conselho Mundial- http://www.autosport.com/
Carros de Williams e BMW - http://www.gpupdate.net/
Alain Menu - www.fiawtcc.com
Antonio Jorge Neto - http://www.stockcar.com.br/

8 comentários:

aurélio disse...

Gustavo, parabéns por essa ultima frase: Apesar de ter proporcionado uma espetacular briga pelo título, a temporada 2007 vai ficar para sempre manchada pelos inúmeros episódios extra-pista. É tudo o que eu penso também.

Um abraço.

Anônimo disse...

oi voce participa de algum game online de formula um?

Leandro disse...

Eu penso q o escandalo vai ser soh um acrescimo pra otima temporada q tivemos, tivemos mtos outros fatos pra lembrar dela no futuro.
E o Bruno, acho q poderia ter se saido melhor....alguem vai passar a corrida?
Ateh!

kimi_cris disse...

Raikkonen foi o justo campeão, e se lhe fosse retirado o titulo acho que a F1 sofreria bastante.

Guilherme (RJ) disse...

2008 deve ser ainda mais forte a briga pelo título, com mais pilotos disputando até o fim e tomara que dentro das pistas apenas.

Na Stock, continuo apostando no Thiago Camilo. Esse cara não se dá por vencido.

Quanto ao vídeo, não achei nada demais na batida do Mika, até porque, como foi mostrado, havia uma largura imensa na pista. E o Shumyy apenas defendeu-se, ainda mais sendo a última volta.

Abraços!

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado por todas as mensagens!

Aurélio: Valeu mesmo pelo elogio!

Anônimo: Já joguei um chamado Mini Racing Online, mas dei uma parada nos últimos tempos.

Leandro: O Bruno poderia ir melhor mesmo. Vamos torcer para que ele se recupere na corrida. Sobre a transmissão: não acho que alguma emissora brasileira vá passar a corrida ao vivo. De qualquer maneira, como a prova acontece de madrugada, seria difícil de assistir.

Guilherme: Eu também achei mais culpa do Hakkinen do que do Schumi. Mas nem todo mundo concorda com a gente...

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho

Felipe Maciel disse...

Muito bom o video, mas também não culpo ninguém, é briga de corrida e briga boa!

Quanto ao Kimi, é campeão de novo. Lá vai o finlandês comemorar...

Felipe Maciel disse...

Muito bom o video, mas também não culpo ninguém, é briga de corrida e briga boa!

Quanto ao Kimi, é campeão de novo. Lá vai o finlandês comemorar...