terça-feira, 13 de novembro de 2007

Os 10+ do Blog F1 Grand Prix: As Dez Notícias Mais Descartáveis do Ano - Números 10 a 7

Começamos, hoje, mais uma lista dedicada a fazer um balanço da temporada 2007 da Fórmula 1. Dessa vez, vamos relembrar declarações e boatos que surgiram ao longo do ano e vieram a se revelar completamente equivocados. Vale esclarecer que o ranking previamente anunciado para esta semana - o dos Dez Fatos Mais Marcantes - foi abandonado por ser abranger assuntos demais para uma só lista. Agora, sem perder mais tempo, vamos lá:

DÉCIMA COLOCADA - Kubica perto de assinar com a Red Bull?

Alguém lembra dessa? Em meados de junho, ganhou destaque na mídia uma hipótese levantada pelo diário Bild, conhecido por jogar no ar uma série de boatos sem muito sentido. Nesse caso, porém, a especulação até parecia sensata. Afinal, Robert Kubica estava perdendo a batalha interna para Nick Heidfeld e ainda não havia sido confirmado na BMW para o ano seguinte.

Muitos apostavam que o polonês poderia perder sua vaga na equipe para uma jovem revelação alemã - Sebastian Vettel - que já chamava atenção embora nem tivesse feito sua estréia na Fórmula 1 ainda. O destino de Kubica, caso realmente perdesse seu posto de titular na BMW, seria a Red Bull, que já havia demonstrado interesse em Vettel.

No fim das contas, porém, a notícia do Bild não passou de mais uma mero boato da época de especulações da Fórmula 1. Algum tempo depois, Kubica foi confirmado como titular da BMW em 2008, enquanto Vettel terminou contratado pela "filial" da Red Bull, a Toro Rosso. E a história do acerto entre Kubica e a equipe das bebinhas foi encerrada, tão rápido quanto surgiu.

NONA COLOCADA - Schumacher de volta à Fórmula 1 em 2008?

Esse é o que a gente pode chamar de um boato insistente. Desde que Michael Schumacher anunciou sua aposentadoria, no fim de 2006, sempre houve aqueles que apostaram numa volta do alemão às pistas. As primeiras especulações sobre o suposto retorno surgiram em junho, quando o jornal italiano IL Secolo XIX escreveu que alguns integrantes da Ferrari "já sonhavam com a volta de Schumi".

A possibilidade, é claro, não demorou a ser desmentida. Apesar de todas as evidências apontarem o contrário, porém, a hipótese sempre voltava a ser especulada algum tempo mais tarde. Mesmo com a renovação de Felipe Massa até 2010 e o título inesperado de Kimi Raikkonen, a Ferrari precisou continuar convivendo com a mesma pergunta: será que Schumacher pode retornar um dia?

Na verdade, o alemão até voltou. Mas apenas para um teste, que está acontecendo no circuito espanhol de Barcelona, ao longo desta semana. Como não poderia deixar de ser, algumas publicações - como o Bild, por exemplo - chegaram a especular a possibilidade do alemão retornar. Apenas para ouvir mais um claro e sonoro "não" por parte da assessoria de Schumi...

OITAVA COLOCADA - Barrichello: Raikkonen não vai ter problemas de adaptação na Ferrari

Dessa vez, não se trata de algum boato, mas de uma declaração que se revelou um pouco infeliz. Na época de pré-temporada da Fórmula 1, em janeiro, Rubens Barrichello falava sobre as possibilidades da Honda para o campeonato que estava para começar, quando alguém resolveu perguntar ao piloto brasileiro o que ele achava da adaptação de Kimi Raikkonen à Ferrari. A resposta de Rubinho:

"O carro é fácil de se adaptar. Um bom piloto com ele não terá dificuldades". É verdade que Raikkonen terminou o ano como o primeiro campeão em seu ano de estréia pela Ferrari desde Jody Scheckter, em 1979. Antes disso, porém, o finlandês penou para se entender com o carro da equipe vermelha. Embora tudo tenha dado certo no fim, não foi nada "fácil" para Raikkonen.

Após vencer na prova de abertura, na Austrália, o finlandês só voltaria a triunfar na França, em julho. No período entre essas duas corridas, Raikkonen esteve extremamente apagado, sem conseguir se entender com o modelo da escuderia italiana. Performances como a de Mônaco e a do Canadá, por exemplo, foram realmente ruins. De fato, nada levava a crer que o ano terminaria com um final tão feliz...

SÉTIMA COLOCADA - Nelsinho pode correr pela Spyker até o fim da temporada?

Quando Heikki Kovalainen iniciou a temporada patinando, não demorou para aparecerem os primeiros boatos garantindo que Nelsinho Piquet seria o substituto do finlandês da Renault. Kovalainen, porém, melhorou seu ritmo e o piloto brasileiro foi esquecido pela imprensa, até acontecer a demissão de Christijan Albers. Com a abertura de uma vaga na Spyker, Nelsinho virou o favorito para ocupá-la até o fim de 2007.

A agência SID foi quem levantou a hipótese, que chegou a ser considerada pelo time laranja. O problema era combinar com Nelsinho, cujo interesse de estrear pela fraquíssima equipe holandesa era nulo. Sendo assim, a Spyker recebeu um singelo "não" como resposta e precisou procurar outro piloto. Acabou optando pelo dinheiro de Sakon Yamamoto, não sem antes descartar uma fila de candidatos.

Para quem não lembra, Markus Winkelhock Giedo van der Garde, Adrian Valles e o piloto de testes da Honda, Christian Klien, foram os outros nomes ventilados para a vaga. Mas nenhum deles teve uma chance, à exceção de Winkelhock. O alemão assinou um contrato de uma corrida - válido apenas para o G.P. da Europa - e chegou a liderar a prova...

Daqui a pouco, o Blog volta com um post especial, comemorando a marca de 50.000 visitas. E, ao longo do dia, comentários sobre as principais notícias do mundo da velocidade. Até mais!

Crédito das fotos: www.gpupdate.net

6 comentários:

andré disse...

Me lembro dessa história do Nelsinho na Spyker, na época pensei mesmo que era uma grande burrada ele assinar com essa equipe que realmente não melhorou nada até o fim do ano. De todas a única que eu não me lembrava era essa do Rubinho, que erro de avaliação dele, sendo veterano não poderia errar assim!

aurélio disse...

Gustavo, sempre ótimas suas listas, essa também parece ser divertida. Como sempre muita força e parabéns pelo esforso.

Um abraço.

Rio Kart disse...

Se o Nelsinho estivesse no lugar de Winkelhock quando liderou a prova certamente já estaria com a sua vaga garantida da F1 2008.

Abração, Gustavo!

maurício disse...

Nem lembrava muito dessas notícias, pelo visto as primeiras posições serão de boatos lá do início do ano que ninguem mais lembra e eram ridículos!!!

Abs

Felipe Maciel disse...

O pior é que o Nelsão parece ter aconselhado o Nelsinho a ir para a Spyker, ele é ue nao quis. Fez bem...

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado por todas as mensagens!

Aurélio: Valeu mesmo pelos elogios: suas mensagens são sempre um grande incentivo!

Fábio: Será que o Nelsinho teria liderado também? Nesse caso, acho que a Renault provavelmente mandaria Fisichella embora mais cedo só para contar com Nelsinho...

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho