quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Primeira opção de Alonso seria Red Bull, diz jornal

Vamos com calma porque o dia foi prodigioso em relação a notícias envolvendo o nome de Fernando Alonso. Para começar, o diário As publicou hoje uma matéria dizendo que a primeira opção do espanhol para a próxima temporada seria a Red Bull, que mal aparecia nos boatos até pouco tempo. De acordo com a reportagem, Alonso substituiria David Coulthard, que seria forçado a se aposentar.

O problema é que o escocês declarou recentemente sua vontade de permanecer na Fórmula 1 ainda por um bom tempo. Além disso, há outro problema: o tempo de duração do contrato. Alonso deseja assinar por uma temporada, apenas. A Red Bull quer, no mínimo, um acordo de três anos. Pelo mesmo motivo, as negociações do bicampeão com a Renault emperraram.

Mais uma vez, a imprensa espanhola lança uma hipótese difícil de acreditar. Não dá para entender qual seria o interesse de Alonso em se transferir para a Red Bull. A presença do genial Adrian Newey e a amizade com Mark Webber não explicam tudo. Se o bicampeão realmente quisesse uma mudança para uma equipe média, então deveria escolher a Toyota, onde ganharia um salário multi-milionário.

O time nipônico, aliás, voltou ao páreo hoje depois que as conversas com o alemão Timo Glock definitivamente naufragaram. Como revela o Rafael Lopes, o fracasso do acordo da Toyota com o campeão da GP2 poderia ser um indicador de que Alonso estaria de novo nos planos da equipe japonesa. Só que nada é conclusivo. Até porque Toyota, Red Bull e Renault não são as únicas candidatas a contar com Alonso em 2008.

Também não há como esquecer a Williams. Segundo uma matéria do site Crash.net - comentada pela Aline - a equipe inglesa tem uma chance de contratar Alonso caso consiga um intricado acordo com a Toyota. Se tudo der certo, os motores que o time nipônico fornece para a Williams seriam renomeados "Lexus" - uma das marcas que pertencem à Toyota - e Alonso viria com o dinheiro do patrocínio. Difícil, mas não impossível.

No meio de toda a confusão, o empresário do espanhol, Luiz Garcia Abad, deu uma declaração no mínimo estranha: "Alonso não pode ser forçado a sair da McLaren sem nossa aprovação". Ué, mas não era o bicampeão quem tentava de qualquer maneira deixar o time prateado? Agora eu me perdi...

São poucas as certezas no caso Alonso. Uma delas é que advogados do espanhol já estão em Londres discutindo uma rescisão de contrato amigável com a McLaren. O objetivo de Alonso é conseguir a liberação sem pagar a multa de 30 milhões de dólares. Se tudo der certo, já deveremos saber se o bicampeão permanece ou não na McLaren nos próximos dias.

De qualquer maneira, a novela sobre o futuro de Alonso ainda deve se arrastar por várias semanas...


Trinta e dois milhões de dólares. Esse foi o prejuízo total que o Grande Prêmio da Austrália rendeu ao governo de Victoria, estado onde está localizada a cidade de Melbourne. Pelo terceiro ano consecutivo, a prova foi um enorme desastre em termos financeiros. Pior do que isso: o rombo vai aumentando a cada temporada.

Em 2005, o prejuízo foi de US$13 mi. Um ano depois, chegou a US$ 19 mi. E, agora, chega à alarmente casa de US$ 32 mi. As causas? Baixa procura por ingressos e falta de patrocinadores e divulgação. Apesar de tudo, o G.P. da Austrália tem contrato com a Fórmula 1 até 2010, e dificilmente sai do calendário antes disso.

Enquanto isso, o G.P. Brasil é um grandioso sucesso. Vale lembrar que, ao sediar a finalíssima da temporada 2007, São Paulo lucrou aproximadamente R$170 mi, transformando a corrida da Fórmula 1 no principal evento turístico da cidade. O contrato de Interlagos com a Formula One Management, aliás, já foi renovado até 2014.

A última notícia em relação ao G.P. Brasil é que o Rio de Janeiro chegou a cogitar uma tentativa de recuperar a prova, que não é realizada na cidade desde 1989. Segundo o jornalista Téo José, o governador Sérgio Cabral levou o assunto até Brasília, mas as autoridades de São Paulo foram mais rápidas e garantiram a renovação do acordo com a FOM.

Agora, fica a dúvida: se a corrida fosse no Rio, seria aonde exatamente? No meio-autódromo de Jacarepaguá?


A GP2 iniciou sua pré-temporada com uma semana de testes coletivos em Paul Ricard, na França. As atividades começaram ontem e vão se alongar até sexta-feita. No primeiro dia de ensaios, Andreas Zuber levou a melhor. Correndo pela Minardi Piquet, o austríaco - que tem um teste com a Honda marcado para novembro - foi o melhor dos 26 pilotos participantes.

Logo atrás, veio Luca Filippi, da DPR. Terceiro colocado na última temporada da GP2, o italiano é outro que deve dar suas voltinhas pela Honda. Na seqüencia, apareceram o venezuelano Pastor Maldonado (iSport) e o melhor estreante do dia, o francês Romain Grosjean (ART). Por sua vez, Alberto Valério - representante único do Brasil - fechou em 15º, com um carro da Durango.

Nesta quarta, 28 pilotos entraram na pista para o segundo dia de ensaios. Dessa vez, quem se deu bem foi Luca Filippi, que terminou no topo da tabela de tempos. O italiano, só para constar, andou hoje pela equipe ART. Logo a seguir, Pastor Maldonado ganhou uma posição e fechou na vice-liderança, deixando Andreas Zuber - agora sendo testado pela Campos - no terceiro lugar.

No dia de hoje, três brazucas participaram das atividades. O melhor deles foi Alberto Valério, da Trident, em 19º. Um pouco mais atrás, apareceram Diego Nunes (Minardi by Piquet), o 21º, e Carlos Iaconelli (Durango), que completou o dia em 23º. A seguir, a classificação dos testes de Paul Ricard da GP2:

Ensaios de terça-feira:

1. Andreas Zuber/Áustria/Minardi by Piquet, 1:12.741s
2. Luca Filippi/Itália/DPR, 1:13.090s
3. Pastor Maldonado/Venezuela/iSport, 1:13.213s
4. Romain Grosjean/França/ART, 1:13.262s
5. Adrian Valles/Espanha/FMS, 1:13.483s
15. Alberto Valerio/Brasil/Durango, 1:14.340s

Ensaios de quarta-feira:
1. Luca Filippi/Itália/ART, 1:12.853s
2. Pastor Maldonado/Venezuela/iSport, 1:13.071s
3. Andreas Zuber/Áustria/Campos, 1:13.084s
4. Sebastien Buemi/Suíça/Arden, 1:13.300s
5. Andy Soucek/Espanha/DPR, 1:13.447s
19. Alberto Valerio/Brasil/Trident, 1:14.370s
21. Diego Nunes/Brasil/Minardi by Piquet, 1:14.546s
23. Carlos Iaconelli/Brasil/Durango, 1:14.591s

Os testes em Paul Ricard só terminam na sexta. Amanhã, as atividades continuam.


O vídeo do dia é uma coletânea de imagens históricas. Começando em 1981, elas mostram algumas das maiores vitórias já conquistadas pelo Brasil na Fórmula 1, narradas por Galvão Bueno, Luciano do Valle, Cléber Machado e Luiz Alfredo. Vale rever a primeira execução do "Tema da Vitória" - no triunfo de Nelson Piquet no G.P. do Brasil de 1983 - o famoso "Eu já sabia, eu já sabia!", entre outros momentos inesquecíveis:



Nesta quinta, o Blog volta com a seção Os 10+ do Blog F1 Grand Prix, apresentando os números 3, 2 e 1 da lista dos Dez Melhores Pilotos da Temporada 2007. E, ao longo do dia, comentários sobre as principais notícias do mundo da velocidade. Até amanhã!

Crédito das fotos: http://www.gpupdate.net/

8 comentários:

maurício disse...

tem mais time querendo o Alonso do que não querendo...

O melhor do post: "meio-autódromo de Jacarepagu Hahahahaha só rindo mesmo!!!

E muito bom o vídeo, só faltou uma vitória do Emerson e a do Pace!!

Abs

psdriver disse...

Já está não já ficou ridícula essa história do Alonso, quase todo mundo quer ter ele em 2008 mas por enquanto ninguém consegue acerto nenhum. Penso que ele ainda vai continuar na Mclaren, sou do contra, talvez o único, mas as equipes que Alonso pode ir são várias: Williams, BMW, Ferrari, Toyota e Red Bull e ainda devo estar esquecendo alguém. Tomara só que essa história termine logo porque eu sinceramente não aguento mais. Depois do caso de espionagem é essa novela que eche a nossa paciencia. De novo digo, tomara que acabe logo.

Valeu!

alex disse...

Alonsito vai pra RC Competições na Stock-Pica Pau uehuehuehueh

Maragato disse...

oq eu queria mesmo é q a mclaren colocasse ele na geladeira, bem igualzinho como fez com o montoya ano passado.

ai o chorao ia ter tempo bastante para chorar.

hehehe

Maragato disse...

pqp...

só agora que vi o vídeo.

não ganhei só o meu dia, ganhei a semana, o mes, etc...

o mais emocionante mesmo são as vitórias do Senna.

nota 10000000000000000000

Pantaneiro disse...

Parabens pelo post sobre o Alonso, foi o mais sensato que eu li até agora. Quanto ao Glock, acho que voce tambem leu no blog do Mario Bauer que ele ja tinha fechado um contrato com a Toyota, acreditei pois o Mario é muito ligado ao automobilismo Alemão e geralmente não costuma dar noticia errada, mas acho que desta vez ele se deu mal.... "Meio" autodromo foi ótimo, só não vou rir porque acho que é caso pra chorar.....

Jean disse...

Exceto o 1º titulo de Piquet em 1981, vi todos os demais. Que saudade! Não como não ser saudosista ao rever estas imagens.
Será q algum dia voltaremos a ver um brasileiro campeão mundial? Apostarei do Nelsinho, vamos esperar pra ver...
Quanto ao Rubinho e Massa... EU JÁ SABIA!!

Aline disse...

Quando vi meu contador de acessos hoje pela manhã quase tive um treco. Vou até tirar a pressão. Melhor que isso só se minha teoria doida se confirmar, aí vou poder berrar EU JÁ SABIA!!!!

Ai, que tristeza lembrar do nosso meio-autódromo...