sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Resumo de uma pacata sexta-feira

Ron Dennis e Fernando Alonso, mais uma vez, estão de mal. Tudo por causa de uma recente entrevista do espanhol, que chateou o chefão da McLaren. Na quinta-feira, Alonso disse que não iria responder qualquer pergunta sobre um suposto favorecimento a Lewis Hamilton na fase decisiva do campeonato, dando a entender que o inglês é, sim, o piloto preferido da McLaren.

"Estou obviamente decepcionado. Alonso tem conhecimento suficiente para dar uma resposta bem mais direta", disse Dennis, com razão. Nessa altura, o espanhol - em situação dramática na luta pelo título - já começou a jogar suas últimas cartadas. Tentar exercer algum tipo de pressão sobre Hamilton pela imprensa é uma de suas derradeiras esperanças. Pena que o inglês permaneça sempre impassível.

A sexta-feira também foi recheada de press releases sem nenhuma graça e algumas notícias que merecem um pouco mais de atenção. Entre elas, o anúncio de que a Prodrive foi convocada pela FIA a prestar esclarecimentos sobre seus planos de entrada na Fórmula 1. A equipe inglesa, que vai estrear na categoria em 2008, vem sendo questionada por um grupo liderado por Williams, Ferrari e Spyker.

As poucas informações já divulgadas sobre a Prodrive revelaram que ela vai ser dirigida por David Richards, ex-Benetton e B.A.R., e deve fechar uma parceria com a McLaren, usando carros e motores do time prateado. O problema é que, pelo atual Pacto da Concórdia, compra e venda de chassis são proibidos.

Segundo Richards, a Prodrive está contando com uma mudança nas regras, que ainda não foi garantida pela FIA e é criticada pela maioria das outras equipes. Se o comércio de chassis for legalizado, a Toro Rosso deve usar o da Red Bull e a Super Aguri pode passar a ser cliente da Honda. Times independentes como a Williams e a Spyker, portanto, ficariam bastante prejudicados.

Essas duas últimas equipes, aliás, apareceram no noticiário desta sexta por motivos bem diferentes. Primeiro, a Spyker ratificou sua venda para um consórcio liderado pelo empresário indiano Vijay Mallya. A maior novidade foi a divulgação das cifras do acordo: 88 milhões de euros. Nada mal, hein? Em menos de dois anos na Fórmula 1, a Spyker teve prejuízos milionários. Mallya e sua trupe vão precisar ter sorte...

Por outro lado, a Williams deu mais um indício de que não deve manter Alexander Wurz como um de seus titulares em 2008. "Ele foi muito confiável para nós nesse ano, mas não sei continua no ano que vem", foram as palavras de Frank Williams. Na próxima temporada, tudo leva a crer que Kazuki Nakajima será o substituto de Wurz. Se nada anormal acontecer, o japonês faz dupla com Nico Rosberg.

Em Xangai, onde se realiza o Grande Prêmio da China nesse fim de semana, a expectativa por chuva é cada vez maior. Agora, a possibilidade da corrida acontecer em pista molhada voltou a subir para 90%. Ao que parece, um tufão está se aproximando da cidade e deve chegar justamente na hora da prova. Se chover no domingo, não vai ser pouca água não.

A classificação do G.P. da China acontece logo mais, às 3 da matina de Brasília. Por enquanto, os céus estão encobertos, mas há apenas 40% de chance de chuva.



Bruno Senna foi o grande dominador do segundo e último dia de testes da GP2 em Jerez de la Frontera. O piloto brasileiro, que correu pela campeã iSport, quebrou o recorde da categoria na pista espanhola, terminando a sexta com o melhor tempo entre 26 participantes. Bruno é presença certa na GP2 em 2008 e já desponta com um dos principais favoritos para o título do próximo campeonato.

O irlandês Adam Carroll, com um carro da Minardi by Piquet, e o italiano Giorgio Pantano, da Campos, completaram os três primeiros. Outros dois brazucas estiverem presentes em Jerez: Xandinho Negrão, dessa vez com a ART, fechou em 13º, enquanto Alberto Valério, pela Supernova, ficou na 15ª posição.

No total, dez pilotos fizeram suas estréias na GP2. De todos, o nome mais conhecido é o do holandês Giedo van der Garde, piloto de testes da Spyker. Em ambos os dias de ensaios, porém, o novato mais rápido foi o italiano Marco Bonamoni, da Minardi by Piquet, nono na quinta e oitavo no dia de hoje.

Enquanto isso, o novo bólido da GP2, que vem para substituir o modelo usado nos primeiros três anos da categoria, passou no teste de impacto da FIA. Desenvolvido para aprimorar ainda mais o equilíbrio e a competitividade da GP2, o chassis foi aprovado ontem e já está quase pronto para ser experimentado pelas equipes. A fabricação é da emprea Dallara.

A seguir, a tabela de tempos dos testes de hoje da GP2 em Jerez:

1. Bruno Senna/Brasil/iSport, 1:27.015s
2. Adam Carroll/Irlanda/Minardi by Piquet, 1:27.169s
3. Giorgio Pantano/Itália/Campos, 1:27.386s
4. Luca Filippi/Itália/DPR, 1:27.393s
5. Karun Chandhok/Índia/iSport, 1:27.419s
6. Javier Villa/Espanha/Racing Engineering, 1:27.617s
7. Andreas Zuber/Áustria/Trident, 1:27.635s
8. Marco Bonanomi/Itália/Minardi by Piquet, 1:27.787s
9. Giedo Van der Garde/Holanda/DAMS, 1:27.935s
10. Borja Garcia/Espanha/BCN, 1:27.954s
13. Xandinho Negrão/Brasil/ART, 1:28.193s
15. Alberto Valério/Brasil/Super Nova, 1:28.223s

Agora, a principal categoria de base do automobilismo mundial entra de férias e só volta às pistas em 2008.


Não deu outra: Sebastien Loeb, palpite do Blog e vencedor do Rally da Espanha nos últimos dois anos, foi o mais rápido no primeiro dia da atual edição da etapa espanhola no WRC. Nesta sexta, francês da Citröen alternou-se na ponta com o companheiro de equipe, o piloto da casa Daniel Sordo, até abrir uma vantagem de onze segundos nos últimos estágios de hoje.

O principal adversário do tri-campeão na temporada, Marcus Grönholm, fechou a sexta num distante terceiro lugar. Por enquanto, o finlandês da Ford lidera o campeonato com dez pontos a mais do que Loeb. Na seqüência, completando a zona de pontuação, vieram Mikko Hirvonen (Ford), Loic Duval (Citröen), Petter Solberg (Subaru), Jari-Matti Latvala (Ford) e Chris Atkinson (Subaru).

Enquanto isso, a Nascar realizou seus primeiros treinos no super-oval de Talladega. O destaque do dia foi Tony Stewart, que liderou as duas sessões. Minha aposta, Jeff Gordon, foi segundo no ensaio da manhã e nem chegou a completar voltas na parte da tarde. Juan Pablo Montoya terminou em 24º e 44º, praticamente invertendo posições com o estreante Jacques Villeneuve, 42º e 24º.

Por fim, a Fórmula Truck abriu as suas atividades em Curitiba para a corrida de domingo. A Mercedes fechou a sexta na primeira colocação, com o piloto Wellington Cirino. Logo atrás, em segundo, veio Roberval Andrade, da Scania. No terceiro lugar, apareceu Felipe Giaffone, da Ford, líder do campeonato e palpite do Blog. O treino de classificação está marcado para este sábado.

De todas as categorias que o Blog acompanha nesse fim de semana, apenas o WTCC não entrou na pista hoje. Mas, amanhã, os pilotos do Mundial de Turismo participam de dois treinos e da classificação que vai definir o grid para a primeira bateria da rodada dupla de Monza.



O vídeo do dia é a segunda propaganda que Felipe Massa filmou para a Shell na época do G.P. Brasil do ano passado. A outra peça pode ser conferida no fim deste texto, que foi ao ar na quinta. Dessa vez, Massa recepciona os motoristas num posto de gasolina da empresa, tentando fazer graça com eles. Será que deu certo? Confira você mesmo:



Neste sábado, o Blog volta comentando o treino de classificação do Grande Prêmio da China, o segundo dia do Rally da Espanha, as atividades de Fórmula Truck, Nascar e WTCC, além das principais notícias do mundo da velocidade. Até amanhã!

Crédito das fotos:
David Richards: http://www.formula1latest.com/
Sebastien Loeb:
www.rally-live.com/
Tony Stewart: http://www.utidrive.com/

5 comentários:

alex disse...

De tudo isso que você falou, o que mais me chamou atenção foi: xandinho agora pela art?? O que esse cara fez para merecer correr pelas duas melhores equipes do campeonato??

Tem tanta gente melhor...

psdriver disse...

Vamos esperar pela chuva então, vai ser uma corrida daquelas!

Valeu!

Felipe Maciel disse...

Gustavo, você escreveu que "Super Aguri pode passar a ser cliente da Super Aguri". Tá com pressa né, dessa vez não tem jeito, vamos ter que dormir antes da corrida pelo visto ;)

E segue a discussão, o que é construtor? Chamem o Aurélio!

abs

Diego de Oliveira disse...

tomara que chova!

Blog F1 Grand Prix disse...

Felipe,

Obrigado pela correção! Às vezes nem percebo mesmo...

Grande abraço!

Gustavo