quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Os boatos do dia: Alonso na Renault, Fisichella na Williams, Ralf na Super Aguri e Rosberg na McLaren

Agora, sim, a dança das cadeiras está esquentando. Nesta quarta, uma série de notícias deram novo fôlego ao mercado de pilotos, antes parado por causa da indefinição de Fernando Alonso. O espanhol, finalmente, parece determinado a encerrar a chata e arrastada novela sobre seu destino na próxima temporada.

Considerando as notícias mais recentes, seu futuro está com a Renault. Quem garante é a revista espanhola Autopista, que publicou hoje uma reportagem dando conta de que Alonso já teria, inclusive, conhecido detalhes do R28, o modelo da equipe francesa para o ano que vem. Se, de fato, o espanhol voltar ao seu ex-time, a Fórmula 1 veria uma reação em cadeia.

Mas vamos nos concentrar em Alonso, por enquanto. Segundo a Autopista, o contrato do bi-campeão com a Renault seria de dois ou três anos, para evitar uma transferência do espanhol para a Ferrari em 2009. O encontro com Flavio Briatore e Pat Symonds, principais articuladores da volta de Alonso à Renault, teria se dado em Fuji, durante o Grande Prêmio do Japão.

Caso volte para a equipe francesa, o bi-campeão concentraria as atenções do time. Assim, a maior possibilidade é que Heikki Kovalainen seja o escolhido para ser seu companheiro. Nelsinho Piquet, nessa hipótese, ficaria em situação difícil. Sem vaga na Renault, o brasileiro não teria para onde ir. Isso porque a Williams - uma possível opção - pode estar fechando contrato com Giancarlo Fisichella.

O italiano, dispensado pela Renault, é importante para a equipe inglesa por causa de sua experiência. Depois que perdeu o aposentado Alexander Wurz, a Williams deseja ter um piloto bem rodado para desenvolver seu carro. Fisichella, assim, cairia como uma luva. A tese, só para constar, também é da revista Autopista.

A publicação, aliás, vai ainda mais longe: também crava Nico Rosberg na McLaren, como substituto de Fernando Alonso. Essa possibilidade - é bom que se diga - não é lá muito improvável. Até porque o jornal Marca publicou, também hoje, uma matéria idêntica, garantindo que o alemão é considerado, pelo time prateado, o melhor nome para substituir Alonso.

Por fim, o último boato do dia dá conta de que Ralf Schumacher pode estar se transferindo para a Super Aguri em 2008. Tudo por causa de uma entrevista do alemão ao site Autosport. Nela, Ralf afirma estar confiando na sua permanência na Fórmula 1 e que isso "seria terrível para os ingleses". Pois bem, o único dos atuais pilotos da Terra da Rainha ainda não confirmado para a próxima temporada é Anthony Davidson...

Analisando todo o panorama com calma, chega-se a uma principal conclusão: Fernando Alonso está fazendo de tudo para sair da McLaren, e já perdeu completamente o pudor nessa tentativa. Se Lewis Hamilton, ficar com o título, o espanhol deixa o time prateado com toda a certeza. Caso aconteça uma zebra e Alonso ganhe o campeonato, a possibilidade de mudança para a Renault diminui um pouco, mas ainda é a mais provável.

Até a semana passada, eu ainda apostava na permanência de Alonso na McLaren. Mudei de idéia. Com os acontecimentos do G.P. da China e as notícias de hoje, aposto que o espanhol transfere-se para a Renault em 2008. Deixando, assim, o caminho livre para Nico Rosberg ocupar seu lugar no time prateado ou, numa hipótese mais fantasiosa, Sebastian Vettel.

Ao mesmo tempo, continuo acreditando que Giancarlo Fisichella vai para a Williams, como eu já havia dito lá em junho. Infelizmente, para Nelsinho Piquet, restaria apenas a segunda vaga da equipe inglesa - caso Kazuki Nakajima não seja efetivado - ou mais um ano como piloto de testes na Renault. Sobre Ralf Schumacher, não tenho muito a comentar. Nessa altura, o futuro do alemão é uma incógnita completa.

Vamos esperar, mas algo me diz que as respostas para todas essas perguntas devem começar a ser dadas logo, logo...


Em meados de 2006, a FIA anunciou a realização de um processo para escolher a futura 12ª equipe da Fórmula 1. Nada menos que 22 candidatas apareceram. Entre elas, organizações conhecidas no automobilismo de base, como a Carlin, e ex-times da própria categoria, exemplos de Jordan e Minardi.

Depois de uma longa novela, a FIA optou pela Prodrive, uma escuderia liderada pelo experiente David Richards. Considerando o belo histórico da equipe no Mundial de Rally, parecia que a entidade máxima do automobilismo havia, finalmente, feito uma escolha certa. Mais uma vez, porém, a FIA conseguiu se enrolar numa decisão das mais importantes.

Nesta quarta, a Prodrive admitiu o que todos já esperavam: a possibilidade de nem alinhar no grid da Fórmula 1 em 2008. Tudo por causa de uma interpretação confusa do regulamento, que levou o time novato a acreditar que poderia contar com um chassis de outra escuderia para competir na próxima temporada. O problema é que a intenção vai contra as regras do Mundial de Construtores...

Mais do que nunca, a Prodrive está completamente enrolada. Seu acordo com a McLaren de Ron Dennis, que parecia sacramentado, deu para trás. Agora, faltando só seis meses para a sua estréia na Fórmula 1, a equipe estreante ainda não conseguiu chegar perto de anunciar seus planos. Não tem chassis, nem motores e - muito menos - pilotos.

David Richards é um sujeito respeitado, é verdade, mas sua Prodrive já está se tornando um mico monumental.


Um programa imperdível para quem estiver no Rio de Janeiro no próximo domingo: a Petrobrás vai realizar, às 11 horas, no Aterro do Flamengo, uma sensacional exibição com carros de várias categorias. A estrela maior é o FW29, modelo usado pela Williams na atual temporada da Fórmula 1.

Nico Rosberg deve pilotar o carro da equipe inglesa no evento, que também vai contar com carros de Stock Car e Fórmula Truck, além de karts e motos de diversos tipos diferentes. Para o público carioca - impedido de utilizar sua única praça para a prática do esporte, o autódromo de Jacarepaguá - trata-se de uma oportunidade única.

Sinceramente, essa não dá para perder.


O vídeo do dia é uma dica do amigo Marcos, sempre muito presente nos comentários. Trata-se da forte pancada de Fabiano Brito na etapa da Fórmula Truck em Curitiba, no último domingo. Seu caminhão ficou com o acelerador travado e ele não teve como evitar o choque com a barreira de proteção, não sem antes levar uma placa de publicidade junto:



Nesta quinta, o Blog volta com a seção Os 10+ do Blog F1 Grand Prix, apresentando o número seis da lista dos Dez Acidentes Mais Espetaculares da História. E, ao longo do dia, comentários sobre as principais notícias do mundo da velocidade. Até amanhã!

Crédito das fotos:
David Richards - http://www.auto.sina.com/

6 comentários:

marcos disse...

gostou desse vídeo que eu te mandei, né? Porrada gigante desse cara, só imagino como é ficar com o acelerador travado com um caminhão desse tamanho!!

pedro paulo disse...

olá, bem feito seu blog, parabéns.

Blog F1 Grand Prix disse...

Pedro Paulo,

Obrigado pelos elogios! Qualquer sugestão, mande para blogf1grandprix@hotmail.com

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Felipe Maciel disse...

Não duvido de Ralf na Aguri e Fisico na Williams mas não ponho a mão no fogo em hipótese alguma. A declaração de ralf abre várias interpretações e Fisichella fracassou na saída de Alonso da Renault, mostrando que não é capaz de manter o desenvolvimento de um carro, não vejo em que seria útil na Williams.

O Frank não vai perder o Nico tão facilmente, não sem um piloto para ser financeiramente valorizado em sua mão. Enfim: o único boato que realmente me convenceu foi o principal, Alonso na Renault. O ING vai ter que soltar a grana! Sem quiser...

Abs

Net Esportes disse...

Uma coisa eu acho certa, o Alonso na McLaren não fica ..... !!

Guilherme (RJ) disse...

Fisichella, Ralf, Wurz e Rubinho já são ex-pilotos em atividade. Podem, no máximo, trabalhar numa equipe mediana como pilotos de teste e é isso que deve ocorrer em 2008. As equipes vão colocar pilotos jovens, com potencial e, se possível, com bom patrocínio de suporte. Se der algo errado, usam o Plano B: colocam os pilotos de testes pra cumprir a temporada ou o Plano C: fazem o famoso “troca-troca” no fim da temporada.

Uma coisa que não dá pra aceitar é o Alonso estar se acertando com a Renault durante o GP China. Isso já vem sendo tratado desde o meio do ano com o vazamento das informações de espionagem.

O Kovalainen, que até então vinha mal durante o campeonato, passou a pontuar em todos os GPs, exceto da China. O Fisichella só pontuou em 2 GPs.

Coincidência??? Claro que não.