sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Resumo da sexta-feira

Sexta feira bastante agitada para as categorias que o Blog está acompanhando nesse fim de semana. Vamos a um rápido resumo:

Cacá Bueno foi o mais rápido nos primeiros treinos livres da Stock Car em Buenos Aires, onde a categoria abre a sua "superfinal". O atual campeão bateu Thiago Camilo e Alan Hellmeister, que vieram logo a seguir. Num dia de bastante chuva, alguns dos favoritos ficaram para trás. A aposta do Blog, Ingo Hoffmann, por exemplo, não passou de 29º.

A Alemanha de Christian Vietoris liderou os treinos livres da A1 GP em Brno, na República Chega. O time germânico superou Grã-Bretanha (Robbie Kerr) e Nova Zelândia (Jonny Reid), seus mais próximos adversários. O Brasil, com Sérgio Jimenez, foi oitavo. Minhas apostas não foram nada bem: a África do Sul (Adrian Zaugg) terminou apenas em nono e a Malásia (Alex Yoong) não passou de 17º.

Em Phillip Islands, Casey Stoner já saiu dominando os ensaios iniciais da MotoGP para o Grande Prêmio da Austrália. Correndo em casa, o piloto da Ducati superou Marco Melandri, que terminou num ótimo segundo, e Daniel Pedrosa, o terceiro. Valentino Rossi foi quarto e Alexandre Barros começou bem, ao fechar o dia na sexta posição.

O Rally da França continua completamente aberto após o primeiro dos três dias de competições. Nesta sexta, Sebastien Loeb - palpite do Blog - bateu seu principal adversário no campeonato, Marcus Grönholm, em apenas 4.8s. A disputa acirrada da dupla ofuscou as boas atuações de Daniel Sordo e François Duval, que fecharam em terceiro e quarto, respectivamente.

Apelidado de "Rocketman" (homem-foguete) por sua incrível quantidade de pole positions, Ryan Newman comprovou a fama hoje, ao cravar o melhor tempo na treino classificação da Nascar para a etapa de domingo, em Charlotte. Jimmie Johnson - minha aposta - e Bobby Labonte vieram logo atrás. Juan Pablo Montoya, por usa vez, não passou de 36º. Nessa oportunidade, Jacques Villeneuve não tentou classificação.

Por fim, a DTM realizou nesta sexta os dois treinos livres que inauguraram a programação da etapa decisiva da categoria, no circuito de Hockenheim. Mike Rockenfeller fechou o dia em primeiro, seguido de Timo Scheider e Gary Paffett. Os candidatos ao título ficaram no bolo: Martin Tomczky foi quarto, Mattias Esktröm veio em quinto e Bruno Spenger - meu favorito -fez o 11º melhor tempo.

O Blog vai continuar de olho em todas essas categorias ao longo do fim de semana.


No fim da próxima temporada, a Toyota pode retirar sua equipe da Fórmula 1 e concentrar-se apenas no fornecimento de motor para a Williams. A informação é do site Automoto365.com, que garante a possibilidade caso o desempenho da escuderia nipônica não melhore no campeonato de 2008.

Ainda é muito cedo para acreditar numa desistência da Toyota, embora os resultados da equipe japonesa tenham sido bem fracos em sua recente história na Fórmula 1. O mais provável é que a história do Automoto365.com não passe de mais um boato da silly season. De qualquer forma, o rumor mostra como as expectativas sobre a Toyota são bastante desanimadoras.

Em 2002, quando estreou na Fórmula 1, a escuderia nipônica era vista como "o time do futuro". Gigante do mercado de automóveis, a Toyota entrou na principal categoria do automobilismo certa de que o sucesso era questão de tempo. A princípio, a evolução da equipe foi lenta, mas constante. Há dois anos, porém, as coisas começaram a dar errado.

Após marcarem 88 pontos em 2005, Jarno Trulli e Ralf Schumacher caíram para apenas 12 na atual temporada. Uma queda vertiginosa. Pior do que isso, porém, foi a perda de popularidade da Toyota fora das pistas. Em pouco tempo, a escuderia nipônica passou de equipe-sensação para o time mais sem-graça da Fórmula 1. Como isso aconteceu?

Este assunto ainda gera muita discussão e vai render, amanhã, um post exclusivo do Blog.


A Ferrari e a categoria A1 GP anunciaram uma parceira que já começa a valer a partir da temporada 2008/09 da "Copa do Mundo do Automobilismo". Pelo acordo, a equipe vermelha vai passar a fornecer os chassis - substituindo os atuais Lola - e também os motores, que entram no lugar dos Zytek.

O contrato entre as duas partes é de longa duração: seis anos. Uma prova cabal de que, finalmente, a A1 GP está se tornando uma categoria séria. Instrumento de diversão de milionários árabes em seu início, a "Copa do Mundo do Automobilismo" agora é comandada pelo empresário português Tony Teixeira, um homem que sonha alto.

Segundo informações da agência Reuters, o lusitano tem interesse, inclusive, de entrar na Fórmula 1. Seu plano é fechar acordo com a Ferrari e comprar a Toro Rosso, para usar a filial da Red Bull como equipe "B" do time de Maranello. O projeto, é claro, só poderia dar certo se a FIA mudasse as regras do Mundial de Construtores, que ainda barram o comércio de chassis entre escuderias.

De qualquer forma, Teixeira é mais um "independente" a pleitear uma vaga na categoria. Vale lembrar que Dietrich Mateschitz já controla Red Bull e Toro Rosso, Frank Williams é dono da Williams, Aguri Suzuki dirige a Super Aguri e Vijay Mallya acabou de comprar a Spyker. Além deles, empresários como o espanhol Alejandro Agag também têm planos ambiciosos para a Fórmula 1.

Pelo visto, quem achava que a categoria seria completamente dominada pelas montadoras se enganou...



A Toyota ainda não conseguiu fazer um carro campeão da Fórmula 1. Mas, como qualquer outra equipe da categoria, é capaz de produzir comerciais muito bem caprichados. É o caso do anúncio abaixo, o vídeo do dia do Blog:



Lá vai uma tradução livre para ajudar: "Correr é apenas uma pequena parte do que fazemos. No resto do nosso tempo, nós praticamos. A prática leva à perfeição... Toyota Fórmula 1".

Neste sábado, o Blog volta comentando as principais notícias do dia e as atividades de A1 GP, DTM, MotoGP, Mundial de Rally, Nascar e Stock Car. Até amanhã!

Crédito das fotos:
Cacá Bueno - www.stockcar.com.br
Sebastien Loeb - www.rally-live.com
A1 GP e Tony Teixeira - www.a1gp.com

8 comentários:

yuri disse...

cacá ta com tudo para vencer essa corrida da stock como eu apostei. vai ser a única corrida que eu vou ver, porque não tenho nem bandsports nem esse tal de speed.

pedro paulo disse...

Se chover na corrida, será que teremos um déjà vu do Gualter Salles rs?

Leandro disse...

Agora q eu lembrei q justo no dia q vai ter o carro da Williams lah no Aterro do Flamengo vai ter Stock CAr....q merda...

Blog F1 Grand Prix disse...

Leandro,

Se você precisar escolher entre um dos dois eventos, vá ao aterro! Vale muito mais ouvir o barulho de um Fórmula 1 ao vivo do que assistir a uma simples corrida da Stock Car pela TV. Pode ter certeza.

Grande abraço!

Gustav

Fleetmaster disse...

Gustavo ,
acha mesmo que a Toyota iri jogar tudo oque investiu até agora no lixo para ser conhecida apenas como uma fornecedora de motores?

Blog F1 Grand Prix disse...

Fleetmaster,

Duvido. Amanhã vou escrever um texto mais detalhado sobre o assunto!

Grande abraço!

Gustavo

kimi_cris disse...

Se a Toyota vier mesmo a sair da Formula1 para a proxima temporada quer dizer que vamos ficar novamente com 22 carros na grid, e tambem pode dizer que o formato da qualificação não se vai alterar o que é mau.

Grande Abraço!

Garcia disse...

Sim, uma simples corrida de Stock Car, que a categoria está fazendo de tudo para torná-la mais simples ainda... se não podem ir à Buenos Aires porquê vão?

Não se intitulam a categoria mais rica do Brasil? Pois bem... e até são, mas é de dar nojo a falta de informações que chega ao Brasil.

A Stock Car abriu as pernas para a Rede Globo e se fechou em uma bolha junto á emissora, porém, o Globo Esporte hoje deu apenas a segunte informação: "Pole position em Buenos Aires para Ricardo Sperafico com Ricardo Maurício na segunda posição, o melhor dos playoffs..."

Bonito não?