sábado, 13 de outubro de 2007

O sábado no mundo da velocidade I

O dia foi de pouca movimentação no noticiário da Fórmula 1. De importante, mesmo, só mais um capítulo da novela "Para onde vai Fernando Alonso?". Neste sábado, o diário Marca garantiu que as conversas entre o espanhol e a Renault estão evoluindo bem, e um acordo está próximo de ser assinado.

Antes disso, porém, resta encontrar uma forma de resolver o principal impasse da negociação: como pagar a multa rescisória que a McLaren exige para liberar Alonso. Segundo o Marca, essa é a grande dificuldade do bi-campeão, que já não esconde mais sua vontade de sair do time prateado.

Desde que faltou ao Grande Prêmio da China, há uma semana, Flavio Briatore - o mais importante dirigente da Renault - ainda não explicou de maneira convicente as razões de sua ausência. E, assim, os boatos não demoraram a pipocar. De acordo com os últimos, o italiano não foi a Xangai para visitar a Inglaterra, onde angariou patrocínios necessários para a contratação de Alonso.

A única certeza em toda a novela é que o seu fim só será conhecido após o Grande Prêmio do Brasil, no dia 21. Isso porque o chefe da McLaren, Ron Dennis, se recusa a conversar sobre o futuro de Alonso até que a temporada esteja encerrada. Qualquer previsão que seja feita antes da conclusão do campeonato, portanto, não passa de mero palpite. O meu, aliás, é que o bi-campeão vai para a Renaullt.

Enquanto isso, na Corte de Apelações da FIA, a Toro Rosso não teve sucesso na tentativa de recuperar o ponto que foi tirado de Vitantonio Liuzzi pelos comissários de pista depois do Grande Prêmio do Japão. Na corrida de Fuji, o italiano foi oitavo, mas recebeu 25 segundos de penalidade no tempo final por ultrapassar em bandeiras amarelas, caindo para o nono lugar.

Decepção para uns, alegria para outros. Com a decisão da FIA, a Spyker assegurou seu primeiro ponto no ano e em sua história. Afinal, Adrian Sutil herdou o oitavo posto e conseguiu uma façanha: terminar na zona de pontuação com o carro mais lento do grid. Sem dúvida alguma, o alemão merece uma oportunidade melhor no próximo ano.

Continuar na lenta Spyker, depois de todo o seu esforço, seria uma enorme injustiça para Sutil.


É hora de decisão na DTM. A categoria de turismo alemã, uma das mais importantes do mundo, realiza sua finalíssima neste domingo, na pista de Hockenheim. O palco está montado para a disputa final entre os dois candidatos ao título da Audi - Mattias Ekström e Martin Tomczyk - e o solitário representante da Mercedes, Bruno Spengler.

Na classificação de hoje, melhor para Ekström. Líder do campeonato, com 44 pontos, o sueco conseguiu a terceira posição do grid. Na sua frente, formando a primeira fila, também estão dois pilotos da Audi: o dinamarquês Tom Kristensen, pole position, e o alemão Timo Scheider, segundo colocado.

O melhor piloto da Mercedes, Jamie Green, aparece apenas em quarto. O inglês, aliás, foi o vencedor da última e confusa prova da DTM, em Barcelona. Atrás dele, na terceira fila, estão os outros líderes do campeonato. Martin Tomczyk é o quinto, com Bruno Spengler - aposta do Blog para a vitória e o título - em sexto. Os dois somam, respectivamente, 40 e 42 pontos.

Audi e Mercedes - as únicas duas marcas envolvidas na DTM - prometem uma disputa limpa em Hockenheim. Vale lembrar que na etapa de Barcelona, há algumas semanas, a montadora das quatro argolinhas retirou seus pilotos da pista por considerar injustas as manobras de alguns dos representantes da Mercedes. Resta torcer para que a corrida de amanhã não tenha controvérsias.

A seguir, o grid de largada para a finalíssima da DTM:

1. Tom Kristensen/Dinamarca/Audi, 1:32.862s
2. Timo Scheider/Alemanha/Audi, 1:32.939s
3. Mattias Ekström/Suécia/Audi, 1:32.950s
4. Jamie Green/Inglaterra/Mercedes, 1:33.028s
5. Martin Tomczyk/Alemanha/Audi, 1:33.191s
6. Bruno Spengler/Canadá/Mercedes, 1:33.273s
7. Bernd Schneider/Alemanha/Mercedes, 1:33.939s
8. Gary Paffet/Inglaterra/Mercedes, 1:34.080s
9. Alexandros Margaritis/Grécia/Mercedes - 1:34.081s
10. Alexandre Prémat/França/Audi, 1:34.196s

A prova está marcada para as 10 horas de Brasília deste domingo e vai ter transmissão ao vivo da Bandsports.


No circuito de Phillip Island, o espanhol Daniel Pedrosa cravou a pole position para o Grande Prêmio da Austrália da MotoGP, ao superar Valentino Rossi em apenas 0.218s. O italiano da Yamaha vai largar em segundo, logo à frente do já coroado campeão da temporada 2007, Casey Stoner.

Correndo em casa, o australiano - minha aposta do Blog - havia liderado todos os treinos de sexta-feira. Na classificação, porém, seu desempenho caiu por motivos ainda não esclarecidos e ele precisou se contentar com a terceira posição. Mesmo assim, Stoner ainda é o favorito da maioria para a prova de amanhã. À frente de sua torcida, ele não vai querer decepcionar.

Nota positiva para o brasileiro Alexandre Barros, o sexto no grid. Essa é a melhor posição de largada do piloto da Pramac D'Antin Ducati na atual temporada. Dono de um currículo impressionante e do recorde de mais participações na MotoGP, Barros ainda procura uma equipe para correr em 2008.

Se não encontrar nenhuma vaga, é provável que ele abandone as pistas no fim do campeonato da MotoGP. Considerando os resultados que Barros teve com a pequena Pramac D'Antin neste ano - incluindo um sensacional terceiro lugar no Grande Prêmio da Itália - seria uma grande injustiça. Infelizmente, porém, o esporte é assim mesmo.

Logo abaixo, o resultado do treino classificatório do Grande Prêmio da Austrália da MotoGP:

1. Daniel Pedrosa/Espanha/Honda, 1:29.201s
2. Valentino Rossi/Itália/Yamaha, 1:29.419s
3. Casey Stoner/Austrália/Ducati, 1:29.816s
4. Nicky Hayden/Estados Unidos/Honda, 1:29.932s
5. Loris Capirossi/Itália/Ducati, 1:30.090s
6. Randy de Puniet/França/Kawasaki, 1:30.110s
7. Alex Barros/Brasil/Ducati, 1:30.325s
8. Shinya Nakano/Japão/Honda, 1:30.612s
9. Sylvain Guintoli/França/Yamaha, 1:30.621s
10. Anthony West/Austrália/Kawasaki, 1:30.649s

A corrida da MotoGP está marcada para as 3 horas da madrugada de sábado para domingo de Brasília, já contando o horário de verão que entra em vigor em vários estados brasileiros. Em instantes, o Blog volta comentando as atividades de A1 GP, Mundial de Rally e Stock Car. Até já!

Crédito das fotos:
Fernando Alonso e Ron Dennis - www.gpupdate.net
Mattias Ekström e Bruno Spengler - www.dtm.com
Casey Stoner e Alexandre Barros - http://www.gpupdate.net/

5 comentários:

Anônimo disse...

ah não dá para aguentar mais essa história do Alonso. Vai ou não vai, decide logo meu filho!!

Tõ com voce, acho que ele se manda para a Renault, querendo ou não o Ron Dennis...

De todas essas corridas, a que eu tinha mais vontade de ver era a dtm. Que saco, alguém pode me emprestar uma Bandsports? rs

Não acordo pra MotoGP nem ferrando. So vejo se tiver voltando da night na hora da corrisa rsrsrs.

Abs,

Maurício

ricardo disse...

Amigo, voce sabe algum lugar onde possa passar a dtm pela internet?

Blog F1 Grand Prix disse...

Ricardo,

Vou procurar e coloco aqui se tiver, ok?

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Blog F1 Grand Prix disse...

Ricardo,

Procurei em vários lugares mas não achei um site que vá passar a corrida da DTM. Resta esperar pelo sopcast, que costuam transmitir provas de várias categorias.

Grande abraço!

Gustavo Coelho

alex disse...

essa decisão da dtm eu vou passar mas bem que queria ver...