segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Weekend Update - Nascar e Balanço dos Palpites

O atual campeão Jimmie Johnson deu um enorme passo rumo ao bicampeonato após conquistar a vitória na etapa deste domingo da Nascar, no super-oval do Texas. Agora, faltando apenas duas corridas para o fim da temporada, o piloto do carro 48 tem trinta pontos de vantagem sobre Jeff Gordon, seu companheiro de equipe e único adversário na batalha pelo título.

A vitória na etapa do Texas veio depois de uma clássica batalha entre Johnson e o campeão de 2003, Matt Kenseth. Os dois chegaram a ficar lado a lado várias vezes nas últimas voltas, até que Johnson conseguiu a ultrapassagem no penúltimo giro. Atrás deles, o pole Martin Truex Jr., Kyle Busch e Ryan Newman completaram o top 5, enquanto Jeff Gordon fechou em sétimo. Por sua vez, Juan Pablo Montoya foi 25º.

Como costuma acontecer nas corridas da Nascar, a emoção só veio na parte final da prova. Uma bandeira amarela na volta 301 - de 334 - eliminou as diferenças entre os pilotos. Todos eles foram aos boxes para uma última rodada de paradas, e apenas quatro optaram por trocar somente dois pneus. Entre eles, Matt Kenseth.

Na relargada, ele tomou a ponta de Ryan Newman e seguiu imperturbável até sofrer o ataque de Jimmie Johnson nas voltas finais. A disputa entre os dois foi realmente eletrizante. Finalmente, após passar e receber o troco em mais de uma oportunidade, Johnson realizou a manobra de uma vez por todas e seguiu tranqüilo para a vitória, sua primeira no super-oval do Texas.

A pista texana, aliás, permanece ao lado de Homestead, que sedia a finalíssima da temporada daqui a duas semanas, como os únicos circuitos em que Jeff Gordon não venceu ao longo de sua carreira. De fato, o momento não é bom para o tetracampeão. Embora seus resultados estejam longe de ser ruins, simplesmente não são suficientes para bater a excelente fase de Jimmie Johnson.

Após a etapa do Texas, Johnson lidera a tabela de classificação com 6382 pontos, contra 6352 de Jeff Gordon. Além deles, apenas Clint Bowyer (6201), Kyle Busch (6043), Carl Edwards (6025) e Tony Stewart (6009) têm chances matemáticas de título. Fora da briga já há um tempo, Juan Pablo Montoyta aparece em 21º, com 3257 pontos.

Mantendo a tradição, a Nascar já volta à pista na próxima semana. Dessa vez, a corrida é no tri-oval de Phoenix, onde Jeff Gordon venceu em abril.


Um bom desempenho do Blog nos palpites do fim de semana. Em quatro possíveis, foram dois acertos. Ainda dava para ter ido um pouquinho melhor, mas o resultado já deu pra o gasto. Hora do tradicional Balanço dos Palpites:

GT3 Brasil - Vencedores: Xandy Negrão/Andreas Mattheis (duas vezes). Palpites: Xandy Negrão/Andreas Mattheis (primeiro e primeiro) e Paulo Bonifácio/Alceu Feldmann (abandono e desistência)
MotoGP - Vencedor: Daniel Pedrosa. Palpite: Daniel Pedrosa (primeiro)
Nascar - Vencedor: Jimmie Johnson. Palpite: Jeff Gordon (sétimo).

Embora a dupla Negrão/Mattheis - um dos meus palpites para a GT3 Brasil - tenha vencido as duas provas do fim de semana, considero apenas uma vitória deles para a contagem de acertos do Blog. Isso porque o palpite não foi para as duas corridas: Bonifácio/Feldmann também eram minha aposta, mas tiveram azar. No mais, o palpite em Pedrosa foi certeiro e a aposta em Gordon um tanto equivocada.

Ao longo do dia de hoje, o Blog volta comentando as principais notícias do mundo da velocidade. Até mais!

Crédito das fotos: www.nascar.com

5 comentários:

marcos disse...

Jonhson x Gordon é a batalha da Nascar. Fico pensando se o Montoyucho um dia vai conseguir chegar perto deles, vamos precisar ainda esperar um tempo.

andré disse...

eu sei que é meio off e não tem muito haver com a corrida mas acho ridículo, absolutamente ridículo e de péssimo gosto essa comemoraçao do Johnson com as armas, aposto que ele nem sabe o que isso significa, quantas pessoas morrem em confrontos de arma de fogo por ano, enfim, acho que a Nascar não poderia deixar esse tipo de comemoração acontecer nas corridas delas. Tudo bem que estamos no Texas e lá é a terra dos Cowboy, eu sei disso mas mesmo assim é muito errado incentivar a violência dessa forma, posso estar exagerando mas é essa a mensagem que passa, que é maneira usar armas e que vencedores gostam delas, só imagine o número de crianças assistindo o Johnson com essas armas, que absurdo! Por fim perdoe me desabafo não é culpa sua voce só colocou a foto acho até que corretamente para mostrar que a Nascar faz isso sim mas acho que está errado, se você aqui no Brasil já caiam encima.

Xavier disse...

Pois é André,

e o cumulo da ironia é que estes mesmos americanos vetam qualquer tipo de bebida alcoólica na hora da comemoração (festejam com leitinho).

Champagne não mas armas de fogo, tudo bem. Vá lá entender essa filosofia...

Blog F1 Grand Prix disse...

Marcos,

Capacidade, o Montoya tem. O problema é que a equipe dele não é uma das mais fortes da Nascar...

André e Xavier,

Concordo com vocês. No mínimo, é de péssimo gosto comemorar vitórias com armas de fogo. Não tenho nada contra os americanos, mas acho que esse exemplo que eles dão está muito errado.

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho

Eloisa disse...

Nem me fale na finalíssima da Nascar, eu vou estar trabalhando em Homestead nesse final de semana!!!