quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Renault perto de alinhar dupla Alonso-Nelsinho em 2008

A novela "Para onde vai Fernando Alonso?" ainda não terminou, mas está próxima de um final feliz para a Renault. Considerando as especulações mais recentes, o anúncio oficial da contratação do bicampeão pela equipe francesa já é esperado para os próximos dias. E - ao que tudo indica - o companheiro de Alonso na Renault deve ser o brasileiro Nelson Angelo Piquet.

Nesta quarta, uma matéria do jornal The Guardian revela que o espanhol teria acertado os derradeiros detalhes com seu ex-time na noite da última terça-feira. O compromisso, segundo a reportagem, seria de dois anos, e não complicaria a oferta que de patrocínio que a Renault recebeu da empresa mexicana Telmex, que exige a presença de Nelsinho Piquet como um dos titulares da equipe francesa.

Se os boatos forem realmente verdadeiros, Giancarlo Fisichella deve ficar em situação bem delicada. Na Renault há três anos, o italiano não impressionou e corre sério risco de ficar à pé no ano que vem. Afinal, a dança das cadeiras da Fórmula 1 já está terminando: boa parte das vagas, nessa altura, já não estão disponível. Até Alonso, antes cortejado por metade do pelotão, não tem mais tantas opções.

A Williams, por exemplo, anunciou hoje o alemão Nico Rosberg e o japonês Kazuki Nakajima como seus pilotos em 2008. Além da equipe inglesa, a Toyota também está perto de fechar as portas para Alonso e qualquer outro piloto: nesta quarta, o time nipônico confirmou a oferta pelo campeão da última temporada da GP2, Timo Glock. O alemão, pelo visto, só espera a liberação da BMW, onde é piloto de testes, para assinar contrato.

Apesar de tudo, Fernando Alonso ainda teria a opção da Red Bull, caso o seu acordo com a Renault falhasse. O mesmo não se pode dizer de Giancarlo Fisichella e de outros vetaranos como Ralf Schumacher e Pedro de la Rosa, que ainda tentam encontrar alguma oportunidade. A situação deles é difícil, porém, por causa da vasta oferta de jovens promessas no mercado de pilotos.

De la Rosa, por exemplo, ainda tem a esperança de ser efetivado como titular da McLaren em 2008, como revelou hoje em entrevista ao El Pais. Mas sua concorrência é considerável: apesar de Nico Rosberg ter saído da briga, Heikki Kovalainen e Adrian Sutil são candidatos bem mais fortes. E, nesta quarta, mais um nome se junto à lista: o do canadense Bruno Spengler, vice-campeão da DTM em 2007.

Contratado da Mercedes, Spengler é um enorme azarão na briga, mas foi cogitado hoje pelo site f1-live. Assim como de la Rosa, o canadense também era candidato a uma das vagas na Prodrive, equipe que deveria estrear na Fórmula 1 na próxima temporada. Deveria. Após ver seu projeto de comprar um chassis da McLaren rejeitado pelos demais construtores, a Prodrive dificilmente alinha em 2008.

A última cartada do time, de acordo com a revista Autoweek, teria sido pedir à FIA para entrar apenas a partir da metade do ano que vem. Compreensivelmente, a entidade não aceitou, e a Prodrive, de novo, vai precisar mudar seus planos. Ou, talvez, abandoná-los de vez. De qualquer maneira, a desistência só viria em último caso. Afinal, a Fórmula 1 é sempre um sonho. Vejamos o caso do português Tiago Monteiro.

Afastado da categoria desde o fim do ano passado, ele nunca mais teve seu nome envolvido em qualquer especulação de bastidores. Monteiro, porém, ainda almeja uma vaga para 2008, segundo revela o excelente Continental Circus. Em entrevista à Agência Lusa, o português afirmou que negocia com duas equipes desde meados de junho. Será que Monteiro pinta como surpresa numa Force India da vida?

Difícil de dizer. Nessa época do ano, as perguntas sempre predominam sobre as respostas. Mas, ao menos, o quebra-cabeças da Fórmula 1 já começou a ser montado. E, quando a peça "Fernando Alonso" se encaixar, todo o resto deve ficar mais clareado.


A MotoGP deu início à sua pré-temporada, já visando o campeonato de 2008, com uma semana de testes no circuito de Valência, na Espanha. No primeiro dia de atividades, ontem, Casey Stoner manteve a boa forma de todo este ano e liderou a tabela de tempos. O australiano da Ducati, campeão mundial de 2007, foi quase oito décimos mais rápido do que a Honda de Nicky Hayden.

Atrás do americano, veio a dupla da Suzuki. Chris Vermeulen fechou em terceiro, seguido pelo seu novo companheiro de equipe, Loris Capirossi. Na seqüência, completando os cinco primeiros, apareceu o vencedor do G.P. de Valência do último domingo, que encerrou a temporada 2007: Daniel Pedrosa, parceiro de Hayden na Honda.

No dia de hoje, os ensaios continuaram, mas a ordem não se alterou. Uma vez mais, Casey Stoner não teve maiores dificuldades para terminar na primeira posição, com Nicky Hayden repetindo o segundo lugar. Logo depois, Randy de Puniet - estreando pela equipe Honda LCR - ficou em terceiro, seguido de Daniel Pedrosa e Chris Vermeulen.

Entre as novidades dos testes de Valência, vale destacar o primeiro treino de Jorge Lorenzo - bicampeão das 250cc - pela equipe oficial da Yamaha. Em 2008, ele vai ser o companheiro de Valentino Rossi. Outras estréia dignas de nota foram as de John Hopkins, pela Kawasaki, e a de Marco Melandri, pela Ducati. A seguir, os resultados parciais da semana de testes em Valência:

Terça-feira:
1. Casey Stoner/Austrália/Ducati, 1:32.348s
2. Nicky Hayden/Estados Unidos/Honda, 1:33.176s
3. Chris Vermeulen/Austrália/Suzuki, 1:33.186s
4. Loris Capirossi/Itália/Suzuki, 1:33.266s
5. Daniel Pedrosa/Espanha/Honda, 1:33.387s

Quarta-feira
1. Casey Stoner/Austrália/Ducati, 1:32.095s
2. Nicky Hayden/Estados Unidos/Honda, 1:32.434s
3. Randy de Puniet/França/Honda, 1:32.625s
4. Daniel Pedrosa/Espanha/Honda, 1:32.718s
5. Chris Vermeulen/Austrália/Suzuki, 1:32.979s

Os testes em Valência terminam amanhã. Agora, os próximos ensaios coletivos acontecem no circuito malaio de Sepang, entre os dias 15 e 17 deste mês.


Começaram hoje, em Interlagos, as atividades da Mil Milhas Brasil. A tradicional e mais importante prova do automobilismo brasileiro conta pontos, neste ano, para a Le Mans Series, categoria que classifica seus vencedores para a disputa da legendária 24 horas de Le Mans. Por isso mesmo, a corrida está recheda de grandes atrações.

A principal delas é a batalha pelo título da LMP1, a mais importante divisão da Le Mans Series. No primeiro dia de treinos, melhor para o time "B" da Peugeot - Nicolas Minassian/Marc Gene - que terminou no topo da tabela de tempos, com uma volta de 1:21.609s. Em relação à Fórmula 1, são apenas dez segundos de diferença.

Nos treinos desta quarta, Minassian/Gene foram apenas um décimo mais rápidos do que seus companheiros na Peugeot, Stephane Sarrazin/Pedro Lamy. Mais atrás, veio o trio da Pescarolo - Emmanuel Collard/Jean-Christophe Boullion/Harold Primat - principais rivais de Sarrazin/Lamy na disputa pelo título.

Nas divisões inferiores, vantagem para Warren Hughes/Darren Manning/Mario Haberfeld (Embassy Racing) na LMP2. Este último, aliás, foi o melhor dos onze brasileiros que correm a prova. Na GT1, liderança de Olivier Gavin/Patrice Goueslard/Olivier Beretta (Corvette C6), enquanto os primeiros na GT2 foram Marc Lieb/Xavier Pampidou/Marc Basseng (Porsche 997).

Amanhã, a Mil Milhas Brasil define seu grid de largada para a corrida de sábado.


O vídeo do dia é apenas uma parte da coletânea de dez vídeos disponíveis no YouTube sobre a recepção de Fernando Alonso em Oviedo, sua cidade natal, apenas alguns dias após a decisão em Interlagos. Como se vê, o prestígio do bicampeão na Espanha continua intacto. Vale a pena conferir as imagens apenas para se ter noção do grau de idolatria que Alonso atingiu em seu país:



Nesta quinta, o Blog volta com a seção Os 10+ do Blog F1 Grand Prix, apresentando os números 3, 2 e 1 da lista das Dez Maiores Bobagens da História. E, ao longo do dia, comentários sobre as principais notícias do mundo da velocidade. Até amanhã!

Crédito das fotos:

7 comentários:

psdriver disse...

estive afastado por uns dias e agora nem sei se vou conseguir recuperar o que perdi por aqui, realmente seu blog continua excelente gustavo parabéns por todo o seu esforço! Sobre Renault, torço por Piquet Jr. e acho que ele vai ter Alonso como companheiro sim, vamos esperar mas este é o meu palpite.

Valeu!

stefano disse...

Sinistra essa festa que armaram pro cara. Se ele morresse seria que nem o Sena aqui....

Felipe Maciel disse...

O Nelsinho já tá lá, a questão é o Alonso se decidir pela Renault, essa demora não é boa nem mesmo para ele.

A ausência da Prodrive complicou a vida de Ralf e Fisichella que ainda pretendiam correr mais. Não acredito mais que possam correr ano que vem.

Jean disse...

Gustavo,
Não tenho tanta certeza assim q seria um final feliz pra Renault a contratação do Alonso, só o tempo dirá.

Vc sabe alguma coisa sobre o Lucas DiGrassi? Onde ele irá correr em 2008?
Não teria uma vaguinha na F1 pra ele, mesmo q fosse na Spyker ou Super Aguri?
Abraços...

Blog F1 Grand Prix disse...

Jean,

De acordo com as últimas informações, Lucas di Grassi deve ser o piloto de testes da Renault na próxima temporada, revezando-se com o jovem francês Romain Grosjean. Acho difícil di Grassi arrumar uma vaga para 2008. Ele merece, mas falta apoio financeiro...

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Vitor disse...

Fala Gustavo, beleza?

Minhas apostas são: Alonso e Nelsinho na Renault (já vi esse filme antes, hehehe) e Kovalainen na McLaren.

O Ralf tem de ir pra DTM, assim como fazem os ex-pilotos e também os fracassados da F-1 aqui na Stock Car, hehehe...

E a Mil Milhas já não é mais a mesma...

Abraço!

Guilherme (RJ) disse...

Em 2008, Fisichella já terá 35 anos e Nelsinho ainda fará 23 anos. Alguma dúvida para que lado penderá a balança do Briatore???

Tiago Vagaroso Monteiro subiu uma única vez ao pódium na F1 naquele patético GP de Indianápolis em que só correram 6 carros... grande façanha do português!!!

Quanto ao vídeo, não demora muito e Oviedo será o Santuário de Alonso, com direito a peregrinação e tudo mais...

Abraços!