domingo, 8 de junho de 2008

Análise do Grande Prêmio - Canadá/Montreal (08/06/2008)

Análise dos pilotos:

Robert Kubica
Faltava apenas um pouco de sorte para pintar a primeira vitória. Kubica não só lidera o campeonato, como também vai levando de forma incontestável o título de melhor piloto do ano.
Nota: 10

Nick Heidfeld
Não teve forças para acompanhar o ritmo de Kubica, mas também fez uma prova de destaque. Com uma tática excelente, garantiu a dobradinha num dia inesquecível para a BMW.
Nota: 9

David Coulthard
Pode ter tido seu último momento de glória na Fórmula 1. Para muitos, Coulthard não permanece na categoria em 2009. Ao menos, mostrou que ainda é capaz de conseguir grandes resultados.
Nota: 9

Timo Glock
Cometeu alguns erros, que quase estragaram sua ótima performance. Mas manteve a cabeça no lugar, e ainda conseguiu resistir à pressão de Massa nos momentos finais da corrida.
Nota: 8

Felipe Massa
Foi o piloto mais combativo do dia. Apesar dos problemas da Ferrari, não desistiu nunca. Sua ultrapassagem sobre Kovalainen e Rubinho é a mais espetacular do ano até aqui.
Nota: 8

Jarno Trulli
No total, rodou pelo menos cinco vezes ao longo do fim de semana. Durante a corrida, porém, manteve o carro na pista. Fez um bom sexto lugar, embora tenha sido claramente batido por Glock.
Nota: 7

Rubens Barrichello
Mesmo com febre, teve uma atuação brilhante. Largou muito bem, escolheu uma tática inteligente e andou sempre entre os líderes. Se o carro da Honda não fosse tão ruim, teria feito um podium.
Nota: 8

Sebastian Vettel
Pontuou pela segunda vez seguida com a Toro Rosso, o que é uma façanha. Nas voltas finais, mostrou bastante garra ao se defender dos ataques de Kovalainen.
Nota: 8

Heikki Kovalainen
É provavelmente o piloto mais azarado da temporada. Dessa vez, foi prejudicado pela entrada do safety car, que lhe custou várias posições. Apesar disso, tinha carro para terminar nos pontos.
Nota: 5

Nico Rosberg
Uma sensacional atuação nos treinos arruinada por um erro bobo dentro dos pits. Rosberg é um piloto promissor, mas ainda tem dificuldades para aproveitar boas oportunidades.
Nota: 4

Jenson Button
Um dos piores G.Ps. da carreira do inglês. Tomou um drive through por fazer um reabastecimento com os boxes fechados, e perdeu qualquer possibilidade de pontuar.
Nota: 3

Mark Webber
Dessa vez, não foi páreo para o veterano Coulthard. Rodou na classificação, e repetiu o erro durante a corrida. Deveria ter marcado pontos, mas não conseguiu manter o carro na pista.
Nota: 3

Sebastien Bourdais
Fez sua pior corrida na Fórmula 1, como ele mesmo admitiu. Foi amplamente batido por Vettel, e jamais saiu das últimas posições.
Nota: 3

Giancarlo Fisichella
É neste ponto da temporada que o italiano costuma perder a motivação. No Canadá, Fisico já mostrou os primeiros sintomas de desinteresse. Foi sempre mais lento do que Sutil, e abandonou após rodar sozinho.
Nota: 2

Kazuki Nakajima
Por inexperiência, jogou fora alguns pontinhos depois de perder o bico num acidente evitável. Apesar de tudo, vem mantendo um ritmo bem próximo ao de Rosberg.
Nota: 5

Fernando Alonso
Continua tentando andar mais do que o carro. Suas performances aos sábados são dignas de um bicampeão, mas as corridas têm sido recheadas de frustração.
Nota: 6

Nelsinho Piquet
Desempenho fraco no sábado. Na corrida, porém, até que teve uma performance razoável, correndo bem perto de Alonso. Sua rodada foi provavelmente resultado de um problema de freios.
Nota: 4

Kimi Raikkonen
Vítima da justiça divina, foi tirado da corrida por Hamilton, duas semanas após encerrar a brilhante corrida de Sutil em Mônaco. Não fosse o acidente, provavelmente teria vencido.
Nota: 7

Lewis Hamilton
Só não recebe a nota mínima por causa da magnífica pole. Mas na corrida cometeu um erro patético e constrangedor para alguém do seu nível. Hamilton deve estar coberto de vergonha até agora.
Nota: 2

Adrian Sutil
Teve o mérito de embolar toda a corrida com o seu abandono, que causou a entrada do safety car. Ao menos, portanto, sua participação não passou desapercebida.
Nota: 5

Análise das equipes:

Ferrari
Ao que parece, o problema de Massa nos boxes não foi culpa da equipe. Assim como o abandono de Raikkonen nada teve a ver com falhas da Ferrari. No fim, apenas um fim de semana de pouca sorte.
Cotação: ***

BMW
O G.P. do Canadá não poderia ter sido mais perfeito para o time alemão. Título ainda parece um objetivo distante para esta temporada. Mas nas próximas...
Cotação: *****

McLaren
A equipe teve sua parcela de culpa no acidente de Hamilton, que não foi avisado sobre o sinal vermelho no fim dos boxes. E a tática de Kovalainen, mais uma vez, provou-se bem equivocada.
Cotação: **

Red Bull
Estratégia excelente para garantir um podium a Coulthard. Já Webber não manteve o ritmo das corridas anteriores. Sobre isso, a Red Bull nada pôde fazer.
Cotação: ****

Toyota
Pontuou com os dois carros pela primeira vez na temporada. Os pilotos cometeram erros, mas a ótima tática deu tranqüilidade para Glock e Trulli finalizarem entre os líderes.
Cotação: ****

Williams
Desperdiçou uma boa chance de somar pontos importantes, culpa principal dos pilotos. Pelo menos o carro mostrou potencial.
Cotação: ***

Renault
Tática ruim, ritmo fraco e carro nada confiável. Mais uma prova decepcionante para a Renault. Nesse ritmo, Alonso não vai querer continuar no ano que vem...
Cotação: *

Honda
Impressionante a falta de velocidade do carro em reta. Mesmo assim, Rubinho ainda salvou um sétimo. Mas não há ilusão: a Honda ainda precisa melhorar bastante.
Cotação: ***

Toro Rosso
Marcou um pontinho com Vettel, graças a mais uma espetacular performance do alemão. Por outro lado, Bourdais sofreu com o carro ao longo de todo o fim de semana.
Cotação: ***

Force India
Não bastasse a lentidão do carro, ainda tem dificuldades para completar as corridas. Dessa vez, Sutil quebrou e Fisichella bateu, quando já não havia mais esperanças de pontos.
Cotação: *

Análise da corrida:

A melhor do ano, sem dúvida nenhuma. No total, sete pilotos - Hamilton, Heidfeld, Rubinho, Coulthard, Trulli, Glock e Kubica - dividiram a liderança, estabelecendo um novo recorde para esta década. O vencedor esteve indefinido até a última rodada de paradas, e as disputas por posição foram constantes. Além disso, é sempre legar ver os favoritos em dificuldades, e um azarão levando a vitória no final.
Nível da corrida: Excelente

Análise do campeonato:

O título permanece totalmente em aberto. Kubica lidera a tabela de pontos, mas nem a BMW acredita que o polonês vai manter essa posição até o fim do ano. Hamilton, Massa e Raikkonen estão separados em apenas três pontos, e devem se revezar na ponta do campeonato até a reta final da temporada. Por enquanto, acertar quem será o campeão continua uma tarefa bem ingrata.
Nível do campeonato: Ótimo

Balanço dos palpites:

Vitória: Robert Kubica. Na mosca!
Pole position: Felipe Massa. Aqui, errei de longe. Na classificação, Massa foi apenas o sexto...
Decepção do G.P.: Toyota. A equipe japonesa escapou da minha secada e pontuou com os dois pilotos pela primeira vez no ano
Primeiro abandono: Jarno Trulli. O italiano cometeu vários erros ao longo do fim de semana, mas finalizou num bom sexto lugar
Zona de pontuação:
1. Robert Kubica (PALPITE CORRETO)
2. Lewis Hamilton (Nick Heidfeld)
3. Felipe Massa (David Coulthard)
4. Heikki Kovalainen (Timo Glock)
5. Kimi Raikkonen (Felipe Massa)
6. Nick Heidfeld (Jarno Trulli)
7. Mark Webber (Rubens Barrichello)
8. Fernando Alonso (Sebastian Vettel)
Placar da temporada:
Austrália - Vencedor: Lewis Hamilton. Palpite: Kimi Raikkonen (abandono)
Malásia - Vencedor: Kimi Raikkonen. Palpite: Lewis Hamilton (quinto)
Bahrein - Vencedor: Felipe Massa. Palpite: Felipe Massa (PRIMEIRO)
Espanha - Vencedor: Kimi Raikkonen. Palpite: Felipe Massa (segundo)
Turquia - Vencedor: Felipe Massa. Palpite: Kimi Raikkonen (terceiro)
Mônaco - Vencedor: Lewis Hamilton. Palpite: Lewis Hamilton (PRIMEIRO)
Canadá - Vencedor: Robert Kubica. Palpite: Robert Kubica (PRIMEIRO)

Errei tudo, menos a aposta que mais interessa. Jogar minhas fichas em Kubica para a vitória compensou os meus outros enganos. Jarno Trulli e a Toyota foram bem, escapando da minha secada. Felipe Massa também passou longe da pole position no sábado. Mas a minha intuição sobre Kubica mostrou-se perfeita: na primeira vez em que palpitei no polonês, acertei na mosca. Lembrem-se que eu já vinha avisando sobre isso desde quinta-feira...
Balanço dos palpites: Ótimo
Placar da temporada: Três acertos em sete possíveis (42,85% de aproveitamento)

Por hoje, é só. Nos vemos por aí!

10 comentários:

Jonata disse...

Estúpida decisão da Ferrari de privilegiar o Kimi sendo que nas últimas corridas Massa vem mostrando que merece ser o piloto a brigar pelo título. Se não fosse por isso poderia até ter ganhado ou mesmo ficado entre os 3 primeiros. Hamilton não merece ser campeão porque ainda tem muito a que aprender. Méritos a Kubica pois a vitória veio na mesma pista do seu acidente grave do ano passado. Rubinho merece elogios também pois liderou durante algumas voltas e fez um ótimo sétimo com a carroça da Honda. De resto, David C ganha créditos dentro da RBR pelo terceiro lugar. Vettel segunda corrida pontuando. Nelsinho que demonstre trabalho na Europa, porque senão o bilhete azul será uma realidade...

Blog F1-V8 disse...

Concordo com o 10 de Kubica!
Sabe ser bom, agressivo, regular e não faz bobagens... Se LH, KR e FM não abrirem o olho, o polonês garda o campeonato debaixo do braço e pronto...

Ah, BMW 5 estrelas! Deitaram e rolaram no canadá hj. Manter carros equilibrados em uma pista difícil daquelas é para poucos

GiglioF1 disse...

Gustavo,

Belo palpite da vitória!!...

Sobre sua apreciação da McLaren ,acho que eles não tiveram nenhuma culpa no acidente...Não ver luz vermelha é uma coisa , mas não ver 2 carros parados!!!...pra onde ele olhava??

Abraço!!

Blog F1 Trulli disse...

e ae
muito boa sua analise, vamos la:
Kovalainen ñ é “azar” (sempre se qualifica bem atrás d Hamilton, pontuou quando foi beneficiado por acidentes), é ele q ñ é um grande piloto msm
Barrichello... ñ achei tão “brilhante” a atuação dele, teve totais chances d pelo menos ser 4º (se teve carro pra por 15s d vantagem, tinha pra manter) e quase nem pontuava...
Button e Bourdais erram o fim d semana todo, correram super mal, pra mim zero pros 2
Nelsinho 4? + de 10 posições em relação a Alonso, abandonou sozinho (ñ conseguiu acompanhar Alonso) auhauauh
Trulli saiu muito no lucro, ñ conseguiu um bom acerto pra corrida (Canadá e Trulli ñ se combinam) e de repente na frente (por 2 voltas rsr)

fllw man

até +

Guilherme (RJ) disse...

Vou discordar um pouco da sua análise e notas dadas a Renault e seus pilotos.

Nota 4 pro Piquet foi até demais. Aquela ultrapassagem no Glock foi forçada e até mal feita. Por sorte não saiu da corrida ali. Andou errando demais as freadas, daí o problema que causou sua saída da prova. Quando parece que vai melhorar, acaba colocando tudo a perder e só andou próximo do Alonso porque não parou no pit, depois foi ficando, ficando... e ficou!

O rendimento da Renault foi até melhor do que se esperava. Não só na classificação, mas depois da lambança do Hamiltom, Alonso conseguiu acompanhar o Kubica e vinha colocando pressão no Heidfeld.

Sabendo que quase todos os favoritos estariam fora do podium, arriscou tudo naquela ultrapassagem. Dificilmente terá outra chance de podium na temporada.

Bela cravada no Kubica, hein.... vai tentar repetir o palpite na França???
Com a punição do Hamilton e os finlandeses nessa maré de azar, boas perspectivas pro Massa e Kubica.

Abraços!!!

Anônimo disse...

9 pro heidfield e 8 pro massa?
nao concordo..
massa foi o melhor piloto da corrida depois do polones.
parabens pelo blog!

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado pelas mensagens!

Jonata: Concordo com quase todas as suas afirmações. Só não acho que a Ferrari está privilegiando o Raikkonen. Assim como fez no ano passado, a equipe italiana só deve escolher um "primeiro piloto" na parte final da temporada, caso um dos dois se destaque na tabela de pontuação.

Guilherme: Talvez eu tenha sido um pouco bonzinho com o Nelsinho mesmo. Mas é que realmente não achei que a rodada foi culpa dele. Sobre o Alonso: bom do jeito que é, ainda acredito que terá outra chance de podium no ano. Vamos esperar a corrida de Spa, quando devemos ter chuva de novo. E por fim: valeu pelo elogio! Modéstia à parte, foi uma bela cravada mesmo.

Anônimo: A corrida do Massa foi excelente, talvez até melhor do que a do Heidfeld. Mas o alemão terminou em segundo e o brasileiro em quinto, e isso fez diferença no meu critério. Obrigado pela participação!

Grande abraço a todos,

Gustavo Coelho

Emanuel disse...

Gustavo,
parabéns pelo acerto na vitória do Kubica. Foi o teu tiro do ano!
Quanto ao título, pode me cobrar: ele será decidido nas três próximas pistas, nos velozes circuitos da França,Inglaterra e Alemanha. Com o Lewis Hamilton punido em dez posições na França, por incrível que pareça (me belisco ainda) nesse momento o Massa tem mais chance porque seu pé direito tá mais pesado do que o Raikonnen. A partir daí, porque virá a Hungria, a Ferrari terá que privilegiar o que estiver na frente naquele circuito travado. Sabe o que aconteceu: o Mundial, de repente, caiu no colo do Felipe. Se ele tiver cabeça, tem tudo para, finalmente, entrar para a história da F-1 pela porta da frente.
Abração.

Guto disse...

um abraço á todos!!!

foi sem dúvida um dos melhores GPs desse ano, mais discordo da nota dada a Felipe Massa, entendo que seja critérios do Blog que por sinal é muito bem administrado. Meus parabéns!!!! mais acho que Felipe fez uma corrida excelente, com uma tocada forte tanto que fez a melhor ultrapassagem dos últimos tempos na F1, então por isso defendo a tese que ficou em quinto não porque errou e sim porque a equipe dele errou e o prejudicou, logo acho que tanto Kubica como Massa fizeram uma corrida que chegou a perfeição pra mim nota 10 para o Kubica por merecimento e 10 para o Massa por competência...
Um abraço a todos.

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado pelas mensagens!

Emanuel: Concordo que o campeonato começa a ficar sério nessa nova fase européia da temporada. A partir de agora, fica mais difícil se recuperar de eventuais erros...

Guto: Valeu pelos elogios! Sobre a nota, é como eu já expliquei ao Anônimo ali em cima: a corrida do Massa foi tão boa quanto a do Kubica, mas o resultado pesa no meu critério. Um foi primeiro. O outro, quinto. Estão os dois de parabéns, só que Kubica deve estar mais feliz...

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho