sexta-feira, 25 de julho de 2008

McLaren confirma hegemonia e encerra testes de Jerez na liderança

Este Blog errou ao afirmar no último post que os testes de Jerez já haviam terminado. Evidentemente, as atividades só foram encerradas somente nesta sexta...

Pelo visto, a Ferrari ainda tem muito trabalho pela frente. Com sobras, o finlandês Heikki Kovalainen liderou hoje o último dia da bateria de testes em Jerez de la Frontera. De quebra, o piloto da McLaren também cravou a volta mais rápida de toda a semana. No combinado dos quatro dias de ensaios, Kovalainen finalizou cerca de um segundo à frente do melhor representante da Ferrari, Kimi Raikkonen, que não entrou na pista nesta sexta.

Nos ensaios de hoje, Kovalainen experimentou os já famosos "chifres" na asa dianteria de sua McLaren e, mesmo sem pneus slicks, não teve dificuldades para finalizar na ponta. Dessa vez, seu adversário mais próximo foi Sebastien Bourdais, que voltou a mostrar o potencial da nova Toro Rosso ao terminar na segunda posição. Felipe Massa andou pela Ferrari e terminou somente em quinto. Nelsinho Piquet e Rubens Barrichello ficaram de folga.

A Ferrari usou pela primeira verz o chamado "carro-bigorna", lançado pela Red Bull no início do ano. Até agora, apenas BMW e Williams não aderiram à novidade. Por outro lado, a Honda testou um novo pacote aerodinâmico, considerado a última cartada da equipe para salvar a temporada 2008. O resultado se resume no desânimo de Rubens Barrichello: "O carro parece melhor, mas está difícil de entendê-lo. Nossa performanece melhorou, mas não muito".

Logo abaixo, os tempos combinados dos quatro dias de testes em Jerez:

1. Heikki Kovalainen/FinlândiaMcLaren, 1:18.385
2. Sebastien Bourdais/França/Toro Rosso, 1:18.746
3. Sebastian Vettel/Alemanha/Toro Rosso, 1:18.843
4. Pedro de la Rosa/Espanha/McLaren, 1:19.081
5. Mark Webber/Austrália/Red Bull, 1:19.176
6. Nelsinho Piquet/Brasil/Renault, 1:19.334
7. Kimi Raikkonen/Finlândia/Ferrari, 1:19.434
8. David Coulthard/Escócia/Red Bull, 1:19.494
9. Vitantonio Liuzzi/Itália/Force India, 1:19.544
10. Felipe Massa/Brasil/Ferrari, 1:19.611
11. Kazuki Nakajima/Japão/Williams, 1:19.724
12. Nico Rosberg/Alemanha/Williams, 1:19.861
13. Nick Heidfeld/Alemanha/BMW, 1:19.915
14. Adrian Sutil/Alemanha/Force India, 1:19.965
15. Timo Glock/Alemanha/Toyota, 1:20.421
16. Jenson Button/Inglaterra/Honda, 1:20.532
17. Jarno Trulli/Itália/Toyota, 1:20.534
18. Rubens Barrichello/Brasil/Honda, 1:20.614


Agora, a Fórmula 1 só volta à pista no próximo dia 1º de agosto, quando começam os treinos para o GP da Hungria.



A equipe Penske dominou o treino classificatório para a etapa de Edmonton da Fórmula Indy. Após liderar os dois primeiros períodos da sessão, Helio Castroneves terminou batido pelo companheiro Ryan Briscoe na "superpole". Ainda assim, larga de segundo, duas posições à frente do líder do campeonato Scott Dixon. Neste sábado, o BandSports transmite a corrida a partir das 18h00 de Brasília.

No mundo da MotoGP, a grande novidade foi a divulgação do calendário 2009 da categoria. Assim como na atual temporada, serão dezoito etapas ao todo - incluindo a corrida noturna no Catar, que abre o campeonato. A única mudança fica por conta da saída da China, substituída pela Hungria. Ao que parece, a prova húngara vai acontecer num novo circuito, a ser construído no sul do país.

Enquanto isso, a imprensa européia noticia que o heptacampeão Valentino Rossi pode fazer sua estréia em monopostos muito em breve. Segundo o ex-piloto Piercarlo Ghinzani, Rossi considera representar a Itália na próxima temporada da A1GP. "Seria fantástico. Sou amigo dele e estamos conversando", revelou Ghinzani, que controla a equipe italiana na categoria. Vale ressaltar que os calendários da MotoGP e da A1GP não coincidem.

A seguir, o calendário 2008 da MotoGP:

12 de abril: GP do Qatar, em Losail
26 de abril:
GP do Japão, em Motegi
03 de maio:
GP da Espanha, em Jerez
17 de maio:
GP da França, em Le Mans
31 de maio:
GP da Itália, em Mugello
14 de junho:
GP da Catalunha, em Barcelona
27 de junho:
GP da Holanda, em Assen
05 de julho:
GP dos Estados Unidos, em Laguna Seca
19 de julho:
GP da Alemanha, em Sachsenring
26 de julho:
GP da Inglaterra, em Donington Park
16 de agosto:
GP da República Tcheca, em Brno
30 de agosto:
GP de Indianápolis, em Indianapolis
13 de setembro:
GP de San Marino, em Misano
20 de setembro:
GP da Hungria, em Balatonring
04 de outubro:
GP de Portugal, no Estoril
18 de outubro:
GP da Austrália, em Phillip Island
25 de outubro:
GP da Malásia, em Sepang
08 de novembro: GP de Valência, no Ricardo Tormo




O vídeo do dia é uma edição caprichada de diversas cenas que marcaram a história da Fórmula 1. São dez minutos que passam rapidinho:



Nos vemos por aí!

Crédito das fotos:
www.motorsport.com

Um comentário:

fábio disse...

Coitado do Rubens, olha lá a posição dele! A Honda não tem jeito mesmo. Assim é que a gente percebe como aquele terceiro na Inglaterra foi sensacional.

PS: Band não vai passar a Irl?