domingo, 20 de julho de 2008

Análise do Grande Prêmio - Alemanha/Hockenheim (20/07/2008)

Análise dos pilotos:

Lewis Hamilton
Uma vitória incontestável. Dominou o fim de semana desde a sexta-feira e não teve adversários na luta pelo primeiro lugar.
Nota: 10

Nelsinho Piquet
Seu ritmo na parte final da prova foi brilhante. Embora tenha tido muita sorte, também sobrou competência. Agora, ganhou tranqüilidade para o resto do ano.
Nota: 10

Felipe Massa
Percebendo a superioridade de Hamilton, contentou-se com o terceiro lugar. Perdeu a batalha hoje, mas conquistou um bom resultado em termos de campeonato.
Nota: 8

Nick Heidfeld
Antes intensamente criticado pelas sucessivas derrotas para Kubica, agora já está a apenas sete pontos do polonês. Em Hockenheim, mais uma performance consistente e sem erros.
Nota: 8

Heikki Kovalainen
Embora tenha sido apenas o quinto, ganhou pontos com a McLaren ao facilitar a ultrapassagem de Hamilton. Com um pouco de sorte, deve conquistar a primeira vitória em breve.
Nota: 6

Kimi Raikkonen
Mostrou combatividade nas boas manobras de ultrapassagem que realizou sobre Alonso (duas vezes), Trulli e Kubica. Mesmo assim, saiu devendo mais uma vez.
Nota: 5

Robert Kubica
O acidente de sexta-feira atrapalhou o desempenho de todo o fim de semana. Ainda conseguiu uma boa posição de largada, mas sua tática não foi das melhores.
Nota: 6

Sebastian Vettel
Ótima corrida, que resultou num suado e merecido pontinho. De Red Bull em 2009, Vettel se torna candidato a podiuns e pode até beliscar uma vitória.
Nota: 9

Jarno Trulli
Em condições normais, teria finalizado entre os seis primeiros. Mas foi um maiores prejudicados pela entrada do safety car. No fim, errou e entregou o oitavo lugar a Vettel.
Nota: 7

Nico Rosberg
Mesmo com um carro mediano, esforçou-se para chegar aos pontos e arrumou um lugar entre os dez primeiros. Performance combativa, que merecia um melhor resultado.
Nota: 6

Fernando Alonso
Deve estar tentando entender até agora como Nelsinho conseguiu chegar em segundo. Andou muito bem no sábado, mas abusou dos erros na corrida. Parece francamente desmovitado.
Nota: 4

Sebastien Bourdais
Batido por Vettel, fez prova discreta e terminou no meio do pelotão. Ainda sofre problemas de adaptação à Fórmula 1.
Nota: 4

David Coulthard
Conseguiu se envolver em mais um acidente, dessa vez com Barrichello. Ainda teve forças para completar a corrida, mas finalizou lá atrás.
Nota: 3

Kazuki Nakajima
Uma rodada no início da prova jogou fora suas chances de marcar pontos. No geral, esteve bem abaixo do companheiro Rosberg.
Nota: 3

Adrian Sutil
O alemão mal apareceu na transmissão de TV. Pelo menos, foi superior a Fisichella e manteve um ritmo de corrida honroso.
Nota: 4

Jenson Button
Prejudicado pela péssima estratégia da Honda, foi o único piloto a ficar uma volta atrás dos líderes após o safety car. Depois disso, não teve como se recuperar.
Nota: 3

Giancarlo Fisichella
Por ter desobedecido uma ordem da direção de prova, recebeu uma penalização e caiu para o último lugar. Um dia antes, já havia sido o lanterna no treino classificatório.
Nota: 2

Rubens Barrichello
Duas semanas após o podium em Silverstone, voltou à realidade da Honda. Largou lá de trás e fez uma prova decente até ser tirado da pista por Coulthard.
Nota: 3

Mark Webber
Para variar, apareceu bem no treino classificatório. Um problema de motor, porém, arruinou qualquer possibilidade de bom resultado.
Nota: 6

Timo Glock
O acidente não foi culpa sua, mas Glock vinha fazendo corrida apenas mediana. De novo, acabou facilmente batido por Trulli.
Nota: 4

Análise das equipes:

Ferrari
Assim como aconteceu no ano passado, perde a hegemonia para a McLaren no meio do campeonato. Mas ainda há tempo para se recuperar.
Cotação: **

BMW
Correndo em casa, teve um desempenho fraco na classificação e uma atuação apenas razoável na corrida. A verdade é que a BMW caiu sensivelmente após a vitória no Canadá.
Cotação: ***

McLaren
Um fim de semana para deixar a equipe inteira muito otimista. O time errou a estratégia de Hamilton, mas mesmo assim o inglês ainda venceu com autoridade.
Cotação: *****

Toyota
Perdeu ótima chance de pontuar. Trulli vinha em oitavo antes de errar a poucas voltas do fim. Já Glock classificou-se mal, mas estava se recuperando até bater por falha mecânica.
Cotação: **

Red Bull
Depois de marcar pontos nas primeiras oito corridas do ano, fica em branco pela segunda vez consecutiva. Culpa do motor de Webber e da falta de ritmo de Coulthard.
Cotação: **

Renault
Enfim, a equipe francesa tem motivos para sorrir. Nelsinho deu muita sorte, mas também teve competência para salvar o segundo lugar. Por outro lado, Alonso ficou abaixo de sua capacidade.
Cotação: ****

Williams
Ao menos chegou ao fim com os dois carros. Após um início de ano promissor, já não tem forças para pontuar com regularidade. Já parece concentrada em 2009.
Cotação: **

Honda
Voltou à desagradável rotina de andar no fundo do pelotão. Classificação ruim e mais uma prova bastante franca. Agora é torcer pela chuva nas corridas que ainda restam em 2008...
Cotação: *

Toro Rosso
O novo carro da equipe trouxe um ganho significativo de performance. Em Hockenheim, Vettel foi o melhor de todos os quatro carros da Red Bull, provando a evolução do time "B".
Cotação: ***

Force India
Desde a falência da Super Aguri, não tem adversários. Corre sempre lá atrás, sem a menor perspectiva de pontos.
Cotação: *

Análise da corrida:

O G.P. da Alemanha pode ser dividido em duas partes. A primeira: chata, insossa e sonolenta, com pouquíssimas disputas e um amplo domínio de Hamilton. Felizmente, o acidente de Glock mudou as coisas. A segunda metade da prova foi emocionante e quase terminou com a surpreendente vitória de Nelsinho. No fim, Hamilton venceu do mesmo jeito, mas precisou suar em duas agressivas ultrapassagens sobre Massa e Nelsinho.
Nível da corrida: Médio

Análise do campeonato:

Antes azarão, agora Hamilton passa à condição de favorito ao título. Isso porque a McLaren virou o jogo sobre a Ferrari e ainda tem uma série de pistas teoricamente favoráveis pela frente. O campeonato, entretanto, continua bastante aberto. Kubica já vai ficando para trás, mas Massa e Raikkonen estão firmes na disputa.
Nível do campeonato: Ótimo

Balanço dos Palpites:

Pole: Lewis Hamilton. Na mosca!
Vitória: Felipe Massa. Não deu para Massa, que pelo menos andou mais do que Raikkonen
Primeiro abandono: Jenson Button. Não abandonou a corrida, mas teve mais um dia para esquecer
Decepção do G.P.: Williams. A grande decepção provavelmente foi a Ferrari, que perdeu feio o duelo para a McLaren. A Williams, porém, também não tem nada a comemorar.
Zona de pontuação:
1. Felipe Massa (Lewis Hamilton)
2. Lewis Hamilton (Nelsinho Piquet)
3. Kimi Raikkonen (Felipe Massa)
4. Robert Kubica (Nick Heidfeld)
5. Heikki Kovalainen (PALPITE CORRETO)
6. Nick Heidfeld (Kimi Raikkonen)
7. Fernando Alonso (Robert Kubica)
8. Mark Webber (Sebastian Vettel)

Placar da temporada:
Austrália - Vencedor: Lewis Hamilton. Palpite: Kimi Raikkonen (abandono)
Malásia - Vencedor: Kimi Raikkonen. Palpite: Lewis Hamilton (quinto)
Bahrein - Vencedor: Felipe Massa. Palpite: Felipe Massa (PRIMEIRO)
Espanha - Vencedor: Kimi Raikkonen. Palpite: Felipe Massa (segundo)
Turquia - Vencedor: Felipe Massa. Palpite: Kimi Raikkonen (terceiro)
Mônaco - Vencedor: Lewis Hamilton. Palpite: Lewis Hamilton (PRIMEIRO)
Canadá - Vencedor: Robert Kubica. Palpite: Robert Kubica (PRIMEIRO)
França - Vencedor: Felipe Massa. Palpite: Kimi Raikkonen (segundo)
Inglaterra - Vencedor: Lewis Hamilton. Palpite: Lewis Hamilton (PRIMEIRO)

Alemanha - Vencedor: Lewis Hamilton. Palpite: Felipe Massa (terceiro)

O Blog até que teve seus acertos neste fim de semana, mas no geral deixou um pouco a desejar. A única "previsão" correta foi a pole de Lewis Hamilton. Além disso, também cravei o quinto lugar de Heikki Kovalainen - neste caso, um chute de pura sorte. Assim como muitos, fui surpreendido pelo ritmo alucinante de Hamilton e da McLaren. Quase ninguém esperava uma performance tão dominante do piloto inglês.
Nível dos palpites: Médio
Placar da temporada: quatro acertos em 10 possíveis (40% de aproveitamento)

Por hoje, é só. Nos vemos por aí!

9 comentários:

Ron Groo disse...

3 pro Coulthard? tá generoso de mais...
Este escoces tinha era de embarcar com a Dercy!

nelson disse...

6 para o Webber foi meio demais, o que ele quis fazer encerando a pista por algumas voltas antes de abandonar com o motor ruim?

Engraçado qeu o pódio do Piquet veio logo depois de uma declaração do Alonso, falando que ele precisava trazer mais pontos para ajudar nos construtores...
Quero ver o que ele vai começar a falar... já que o primeiro pódio e o melhor resultado no ano do time (ou alguém acredita mesmo que a Renault vence alguma nesse ano?) não foram conquistados por ele...

O Heikki está se saindo o segundo piloto dos sonhos para o Lewis... desse jeito fica na McLaren para sempre, virando um novo DC...

8 pro Nick? Se ele tivesse ultrapassado o Massa e ido ao pódio, vá lá...

Mediano é algo um tanto generoso com a Williams, eles estão em queda livre, daqui a pouco até a Honda os passa no campeonato de construtores.

Abraços

Guilherme (RJ) disse...

Acho que só o Hamilton merece o 10 pelo que se viu nos treinos e na corrida. Esbanjou agressividade e dominou a Ferrari do Massa com enorme facilidade.

Nelsinho:
Pelo pódio: 10
Pela atuação até o safety-car: 5
Após o safety-car: 9
Média: 8

Cravei o Hamilton no meu palpite... te passei..hehehehe

Abraços!

Leandrus disse...

10 pro Nelsinho tb já é demais, Gustavo, rs. Tudo bem que ele se manteve com autoridade na pista depois da saída do safety car, mas ele tinha até perdido posição na largada!

E acredito que o Alonso deveria mudar a estratégia. Pô, toda corrida ele sai com pouco combustível, não larga bem e por isso tem a corrida prejudicada, enquanto outros pilotos (inclusive Nelsinho) largam mais atrás, com gasolina até o talo, e conseguem resultados superiores ao do espanhol. O que mais desmotiva Alonso nem é a sua posição, mas o que Nelsinho conseguiu.

Ateh!

Emanuel disse...

Gustavo,
a nota 10 pro Nelsinho Piquet é justíssima. Não é fácil largar de trás, em 17º lugar, e se manter na prova com aquele bando de camicases tentando manobras estúpidas (vide Coulthard em Barrichello). Agora, é duro ver a Ferrari levar um vareio da McLaren, depois que a equipe inglesa roubou todos os planos de Maranello. Espero que Schumacher bote a mão na massa pra valer, e não apenas fique posando pra TV nas corridas. Só assim a Ferrari tem chance de se recuperar a tempo da gente sonhar com o título para Felipe Massa. Ainda dá.
Abração.

GiglioF1 disse...

Gustavo,

Boa análise..e concordo sobre o 10 de Nelsinho....em 10 anos ,será somente o podium que lembraremos...

Igual fico feliz por sua análise sobre o Massa...com um carro inferior acho até que fez bonito...Poderia sim ter sido mais combativo na ultrapassagem do Hamilton, mas sabia que seria chover no molhado e jogar um podium certo no lixo...
Abraco!

Marcos Antônio Filho disse...

achei 10 pro nelsinho meio exagerado,ele foi o grande destaque da corrida,mas eventualmente porque teve sorte.
no bolão ando em má fase,mais uma vez não cravei nenhum resultado,voume recuperar pra Hungria,vc não via me passar não(se já não passou...rs)

abraços!

Loucos por F-1 disse...

Gustavo, fiquei impressionado com o desempenho da McLaren nesse final de semana. A equipe merece umas 10 estrelinhas e Hamilton merece nota 20. Quero ver quem vai segurar a flecha prateada.

Abraços!

Leandro Montianele

Thiago Fagnani disse...

Vc realmente acompanha as corridas!! hahahaha

Fiz um texto sobre um comntário do mark webber, gostaria que vc desse uma olhada!!!

abraços