domingo, 11 de maio de 2008

Análise do Grande Prêmio - Turquia/Istambul Park (11/05/2008)

Análise dos pilotos:

Felipe Massa
Ótima atuação, digna de um forte candidato ao título. Controlou bem a corrida, e não se afobou quando Hamilton tomou a liderança. Só não leva a nota máxima porque foi levemente ofuscado pelo inglês.
Nota: 9

Lewis Hamilton
Talvez tenha sido o grande destaque do dia. Andou o tempo todo no limite, superando Raikkonen no braço. O segundo lugar foi animador, e provou que o inglês está realmente na briga pelo campeonato.
Nota: 9

Kimi Raikkonen
Teve uma daquelas atuações medianas e burocráticas, que estão abaixo da média do finlandês. Ainda lidera a tabela de pontos, mas Massa e Hamilton não aparecem tão longe assim...
Nota: 6

Robert Kubica
Pela primeira vez no ano, conseguiu fazer uma boa largada. Mas isso ainda não foi suficiente para bater a McLaren no fim. De qualquer maneira, mais uma boa e consitente corrida do polonês.
Nota: 7

Nick Heidfeld
Já está virando segundo piloto da BMW. Perdeu mais uma disputa de grid para Kubica, e terminou a corrida muito atrás do polonês. Ainda tem prestígio na equipe, mas a sua vaga é das mais desejadas.
Nota: 5

Fernando Alonso
A Renault está no mesmo nível de Red Bull, Williams e Toyota. Mesmo assim, Alonso sempre é o melhor de todas essas equipes. Pois é: o piloto ainda faz diferença.
Nota: 8

Mark Webber
Mais uma performance segura e sem erros por parte do australiano, que está destruindo a moral de Coulthard. Até agora, Webber pontuou em todas as provas que completou neste ano.
Nota: 8

Nico Rosberg
Conseguiu um pontinho suado e merecido. Nessa altura do ano, a Williams permanece perigosamente estática, e Rosberg vai se virando para não ficar para trás.
Nota: 7

David Coulthard
Não chegou a ter um desempenho ruim, mas a comparação com Webber é covardia. Precisa de uma reação espetacular para não receber a aposentadoria compulsória no fim da temporada.
Nota: 5

Jarno Trulli
Deveria ter marcado pontos, mas perdeu muito tempo na largada, uma de suas maiores fraquezas. De qualquer maneira, voltou a superar Glock com relativa facilidade.
Nota: 6

Jenson Button
Ficou atrás de Rubinho no grid. Na corrida, porém, foi destacadamente o melhor piloto da equipe. Mesmo assim, ainda terminou muito longe da zona de pontuação.
Nota: 6

Heikki Kovalainen
Poderia ter conseguido um podium, mas deu azar: um pneu furo logo na segunda volta, estragando sua corrida. Apesar de tudo, não desistiu nunca, e realizou algumas belas ultrapassagens.
Nota: 8

Timo Glock
Até agora, não justificou o investimento da Toyota. Seu ritmo de corrida nem é tão ruim assim. Na classificação, porém, Glock vem tendo desempenhos sofríveis.
Nota: 3

Rubens Barrichello
Depois de fazer festa por causa do recorde de mais largadas na Fórmula 1, voltou ao ostracismo na corrida. Não acompanhou Button, e passou bem longe de quebrar o incômodo jejum de pontos.
Nota: 4

Nelsinho Piquet
Às vezes, dá impressão de querer andar mais do que o carro. E aí, inevitavelmente, acaba cometendo alguns erros. Nelsinho vem se esforçando, mas ainda precisa melhorar um pouco para acompanhar Alonso.
Nota: 3

Adrian Sutil
Por enquanto, ainda não conseguiu fazer oposição ao veterano Fisichella. Dessa vez, pelo menos teve o mérito de não terminar na lanterna dos que completaram a prova.
Nota: 3

Sebastian Vettel
Em cinco G.Ps, perdeu parte do prestígio que ganhou no ano passado. Na Turquia, foi o último dos dezoito que receberam a bandeirada. Ao menos completou uma corrida pela primeira vez nesta temporada.
Nota: 3

Sebastien Bourdais
Perdeu a disputa de grid para Vettel, mas vinha à frente do companheiro quando uma quebra tirou-lhe da corrida. Ainda bem que o carro novo da Toro Rosso chega na próxima corrida.
Nota: 3

Kazuki Nakajima
Alterna atuações promissoras com corridas acidentadas. Não teve culpa no acidente com Fisichella, mas sua uma performance ao longo de todo o fim de semana foi bem abaixo da sua capacidade.
Nota: 2

Giancarlo Fisichella
Desde o início, deu tudo errado para o italiano na Turquia. Uma punicão estúpida por avanço de sinal jogou Fisichella para o fim do grid. Na corrida, abandono por acidente já na primeira curva.
Nota: 1

Análise das equipes:

Ferrari
O resultado do fim de semana só não foi perfeito porque Raikkonen esteve estranhamente apático. Por outro lado, Massa teve uma performance excelente, e mereceu o triunfo.
Cotação: ****

BMW
Numa pista cheia de ondulações, o sensível carro da BMW teve dificuldades de adaptação. Mesmo assim, os dois pilotos voltaram a pontuar com facilidade, provando o potencial da equipe.
Cotação: ***

McLaren
Tática inteligente para Hamilton, que conseguiu um resultado animador. Por sua vez, Kovalainen foi vítima de um furo de pneu e não de um erro de estratégia do time, ao contrário do que foi inicialmente divulgado.
Cotação: ****

Williams
Um pontinho suado para Rosberg, que andou mais do que o carro. A Williams foi bem, mas falta dinheiro para desenvolvimento. Após um início promissor, a equipe pode cair na segunda metade do ano.
Cotação: ***

Red Bull
Mais dois pontinhos para a equipe das bebidinhas energéticas, que andou muito forte neste fim de semana. Se não fosse Coulthard, já poderia estar em quarto no Mundial de Construtores.
Cotação: ****

Renault
A sexta posição de Alonso foi mérito principal do espanhol. O carro não é nada brilhante, e a maior prova disso vêm sendo as atuações medianas de Nelsinho.
Cotação: ***

Toyota
Ficou fora dos pontos apenas pela segunda vez no ano. Trulli se esforça ao máximo, enquanto Glock vem tendo desempenhos abaixo do esperado. É hora de dar uma puxada de orelhas no alemão.
Cotação: **

Honda
Ganhou destaque por causa do recorde de Rubinho. Na corrida, porém, seus carros voltaram a fazer figuração. Nesse ritmo, só vai ter oportunidade de pontuar se muita gente tiver problema.
Cotação: *

Toro Rosso
Fim de semana para esquecer. Vettel até andou bem na classificação, mas terminou em último dos que completaram a prova. E Bourdais abandonou por causa de um problema mecânico.
Cotação: *

Force India
Escapou de terminar em último, e por isso leva uma estrelinha a mais. Mesmo assim, a Force India não tem muito a comemorar. Com a saída da Super Aguri, a equipe indiana virou a lanterna da Fórmula 1.
Cotação: **

Análise da corrida:

Comparado ao último G.P. da Espanha, a corrida deste domingo foi espetacular. Mesmo assim, ainda ficou muito aquém daquilo que os fãs da Fórmula 1 realmente esperam. De qualquer maneira, o G.P. da Turquia teve um número de ultrapassagens razoável, táticas diferentes que mantiveram o suspense até o fim e - o mais importante de tudo - luta de posição entre os líderes. Apesar de curta, a briga entre Felipe Massa e Lewis Hamilton mostrou que as paradas de box não decidem o resultado sozinhas.
Nível: Boa

Análise do campeonato:

O resultado do G.P. da Turquia embolou o campeonato. Agora, Kimi Raikkonen tem apenas oito pontos de distância para Felipe Massa e Lewis Hamilton, uma distância mínima considerando que ainda faltam treze corridas para o encerramento da temporada. A disputa pelo título ainda está completamente aberta, embora os pilotos da Ferrari continuem com todo o favoritismo.
Nível: Muito Bom

Balanço dos palpites:

Vitória: Kimi Raikkonen. O vencedor foi Felipe Massa
Pole Position: Kimi Raikkonen. O pole position foi Felipe Massa
Primeiro abandono: Timo Glock. O alemão escapou da minha secada, mas fez uma corrida bem fraca. Dessa vez, Giancarlo Fisichella e Kazuki Nakajima foram os primeiros a abandonar a prova.
Decepção do fim de semana: Honda. Depois de marcar três pontos na Espanha, a equipe japonesa decepcionou na Turquia. Não chegou a ser um vexame completo, mas a Honda certamente ficou abaixo da esperado.
Zona de pontuação:
1. Kimi Raikkonen (Felipe Massa)
2. Felipe Massa (Lewis Hamilton)
3. Robert Kubica (Kimi Raikkonen)
4. Lewis Hamilton (Robert Kubica)
5. Nick Heidfeld (PALPITE CORRETO)
6. Heikki Kovalainen (Fernando Alonso)
7. Fernando Alonso (Mark Webber
8. Jarno Trulli (Nico Rosberg)

A quinta posição de Nick Heidfeld e o desempenho ruim da Honda salvaram as apostas do Blog. De resto, só erros: um piloto da Ferrari venceu, mas não foi Raikkonen, e sim Massa. E a McLaren andou mais do que a BMW, ao contrário da minha expectativa. Está hora de lustrar melhor minha bola de cristal...
Nível dos palpites: Regular

Por hoje, é só. Até amanhã!

5 comentários:

Marcelonso disse...

Salve Gustavo!!!


Grande vitória de Massa,Hamilton o nome da corrida.Agora tu é bonzinho,meu amigo dizer que Nelsinho precisa melhorar um pouco é muita bondade sua.

abraço

Net Esportes disse...

Juro que eu ia palpitar Massa-Hamilton-Kimi - mas quem acreditaria ??????!!!!!!! hahahahahaha

Guilherme (RJ) disse...

Num circuito veloz e com várias ultrapassagens, apenas 3 pilotos não completaram e olha que 2 saíram na 1ª curva. Vamos ver quantos sobrevivem em Mônaco...

A vantagem do Kimi ainda é confortável. Os 3 circuitos que deram a vitória ao Massa ano passado já se foram e ainda não choveu nenhuma vez pra atrapalhar o Massa.

O Nelsinho está próximo de virar retardatário do Alonso...

Aquele vídeo de ontem já era!!!
Mas pra quem ainda quiser ver a corrida inteira, dividido em 7 partes:
http://br.youtube.com/watch?v=yPqvAAwo9ag&feature=related

Abraços!

Blog F1-V8 disse...

Nossa, finalmente uma disputa por liderança na F1!! Foi rápida, mas deu para apimentar um pouco a corrida! Aora, o Raikkonen tem que abrir o olho! Hamilton e Massa estão a apenas 7 ponto dele, é uma diferença pequena e a próxima corrida é Monaco!

Concordo que o pessoal da nota 3 ainda tem que melhorar muito (Vettel, Bourdais, Glock, Piquet) e deixar as barbeiragens de lado... E 1 pro Giancarlo foi de misericórdia, né??

Ótima avaliação!!

Guga Schultze disse...

O Kimi saiu em quarto, chegou a ficar em sexto e acabou em terceiro. Não foi tão mal assim. Continua sendo consistente. Em Mônaco alguns nomes vão aparecer, além do Hamilton: Kubica, Webber e Alonso. Vai ser páreo duro pra Ferrari, que corre o risco de nem ir ao pódio. Vamos ver. Abs.