domingo, 23 de março de 2008

Vitória tranqüila de Kimi Raikkonen no G.P. da Malásia

A Ferrari está de volta. Na madrugada deste domingo, Kimi Raikkonen venceu com imensa facilidade o G.P. da Malásia, confirmando a superioridade da equipe italiana em condições normais de corrida. Robert Kubica e Heikki Kovalainen fecharam o podium, enquanto o líder do campeonato Lewis Hamilton não passou de quinto. Por sua vez, Felipe Massa complicou sua situação na Ferrari após rodar sozinho e abandonar a prova, aparentemente por erro próprio.

No início do dia, o panorama do clima era idêntico ao de sábado: céu bastante nublado, com possibilidade de chuva para o meio da tarde. Será que ela viria dessa vez? Como é de costume na Malásia, a temperatura ultrapassava os 30ºC, com a alta umidade do ar aumentando a sensação de forte calor. A largada seria fundamental para os pilotos da McLaren, que largavam do meio pelotão por conta das punições sofridas após o treino classificatório de ontem.

Kimi Raikkonen saiu ligeiramente melhor do que Felipe Massa, mas o brasileiro conseguiu segurar a liderança. Ao mesmo tempo, Lewis Hamilton pulou de nono para quinto, executando uma linda ultrapassagem sobre Jarno Trulli. Mais atrás, Sebastien Bourdais foi tocado por Giancarlo Fisichella e saiu da pista. Apenas uma semana após o seu excepcional sétimo lugar na Austrália, o francês se tornava a primeira baixa do G.P. da Malásia.

Na ponta, Massa não demorou a abrir uma pequena distância para Raikkonen, enquanto David Coulthard, Fernando Alonso e Nick Heidfeld travavam uma animada batalha pela sétima posição. Os três chegaram a ficar lado a lado na reta oposta de Sepang, e Heidfeld levou a melhor. Numa única manobra, o alemão superou os dois rivais, passando de décimo a oitavo. Enquanto isso, Timo Glock e Adrian Sutil juntaram-se a Bourdais como expectadores da prova, ambos saindo da prova de início

Com o carro pesado, Lewis Hamilton rodava cerca de um segundo e meio por volta mais lento do que o líder Massa. A dupla da Ferrari fazia uma corrida à parte, abrindo uma confortável vantagem para Robert Kubica, que se mantinha num distante terceiro. Massa e Raikkonen trocavam voltas mais rápidas, com o brasileiro não conseguindo colocar uma distância muito grande para o finlandês. Como sempre, os pit stops seriam cruciais.

Na volta 16, Mark Webber iniciou a primeira rodada de paradas. Um giro depois, foi a vez de Massa, Trulli e Heidfeld. Raikkonen manteve-se na pista por uma volta a mais, o que acabou sendo suficiente para superar seu companheiro de equipe. O finlandês assumiu a ponta pela primeira vez na volta 21, quando Kubica visitou os boxes. Mais atrás, a McLaren se complicava nos pits, perdendo qualquer esperança de vitória.

Hamilton teve problemas para trocar o seu pneu dianteiro direito, e ficou parado cerca de dez segundos a mais do que o normal. Quando voltou à pista, o inglês se viu preso atrás de Webber, numa frustrante sétima posição. Situação bem diferente da Ferrari, que controlava a corrida com facilidade. Raikkonen encaixou uma seqüência demolidora de voltas, abrindo uma distância de quase cinco segundos para Massa. Antes mesmo da segunda rodada de paradas, a vitória já parecia nas mãos do finlandês.

Foi aí que tudo deu errado para Felipe Massa. O brasileiro perdeu o carro sozinho na curva oito de Sepang, saindo da pista e ficando preso na caixa de brita. Fim de corrida para Massa, que sai da Malásia ainda zerado no campeonato. Difícil saber se a Ferrari teve algum problema, mas a impressão que ficou foi de um típico erro de pilotagem. A partir de agora, a pressão sobre Massa só vai aumentar cada vez mais.

Com seu companheiro fora de combate, a prova tornou-se um passeio para Raikkonen. A vantagem do campeão sobre Kubica chegava a quase 25 segundos no momento em que ele pegou o rumo dos boxes para a sua segunda e última parada. Raikkonen voltou à pista pouco atrás do polonês, que ainda precisava reabastecer. Só um problema mecânico poderia tirar a vitória do finlandês. A chuva, nessa altura, já não vinha mais.

Fazendo uma prova discreta, Sebastian Vettel abandonou com problemas no motor Ferrari da sua Toro Rosso. As voltas finais, portanto, ainda foram de algum suspense para Raikkonen, mas o campeão venceu sem maiores dificuldades. Kubica finalizou num excelente segundo lugar, após uma prova consistente e sem erros. Também digna de elogios foi a performance de Kovalainen, que superou Hamilton e fechou num bom terceiro.

Nos instantes derradeiros da corrida, o inglês ainda ensaiou um ataque a Trulli, ameaçando a brilhante quarta posição do italiano. Mas não havia tempo para mais nada. Hamilton precisou se contentar com o quinto lugar, ainda suficiente para que ele mantesse a liderança do campeonato. Logo atrás do piloto da McLaren, Nick Heidfeld, Mark Webber e Fernando Alonso completaram a zona de pontuação do insosso G.P. da Malásia.

Sem chamar muita atenção, Nelsinho Piquet terminou num razoável 11º lugar, após fazer uma corrida segura e regular. O novato brazuca não apareceu muito, mas melhorou sensivelmente em relação ao G.P. da Austrália. Por sua vez, Rubens Barrichello limitou-se à 13ª posição, tendo sofrido um drive through no meio da corrida por exceder o limite de velocidade no pit lane. Depois de duas corridas, a Honda – apesar da clara evolução recente – permanece sem pontos na temporada.

Logo abaixo, a classificação final do Grande Prêmio da Malásia:

1. Kimi Raikkonen/FinlândiaFerrari, 56 voltas em 1h31:18.555s
2. Robert Kubica/Polônia/BMW, a 19.570s
3. Heikki Kovalainen/Finlândia/McLaren, a 38.450s
4. Jarno Trulli/Itália/Toyota, a 45.832s
5. Lewis Hamilton/Inglaterra/McLaren, a 46.548s
6. Nick Heidfeld/Alemanha/BMW, a 49.833s
7. Mark Webber/Austrália/Red Bull, a 1:08.130s
8. Fernando Alonso/Espanha/Renault, a 1:10.041s
9. David Coulthard/Escócia/Red Bull, a 1:16.220s
10. Jenson Button/Inglaterra/Honda, a 1:26.214s
11. Nelsinho Piquet/Brasil/Renault, a 1:32.202s
12. Giancarlo Fisichella/Itália/Force India, a 1 volta
13. Rubens Barrichello/Brasil/Honda, a 1 volta
14. Nico Rosberg/Alemanha/Williams, a 1 volta
15. Anthony Davidson/Inglaterra/Super Aguri, a 1 volta
16. Takuma Sato/Japão/Super Aguri, a 2 voltas
17. Kazuki Nakajima/Japão/Williams, a 2 voltas
Não classificados:
Sebastian Vettel/Alemanha/Toro Rosso, problema mecânico na volta 41
Felipe Massa/Brasil/Ferrari, saída de pista na volta 31
Adrian Sutil/Alemanha/Force India, problema mecânico na volta 6
Timo Glock/Alemanha/Toyota, acidente na volta 1
Sebastien Bourdais/França/Toro Rosso, saída de pista na volta 1
Melhor volta: Nick Heidfeld, 1:35.366s na volta 55

Mundial de Pilotos: HAMILTON, 14 pts; 2. Raikkonen e Heidfeld, 11 pts; 4. Kovalainen, 10 pts; 5. Kubica, 8 pts; 6. Rosberg e Alonso, 6 pts; 8. Trulli, 5 pts; 9. Nakajima, 3 pts; 10. Webber e Bourdais, 2 pts; 12. Massa, Coulthard, Glock, Button, Vettel, Barrichello, Piquet, Fisichella, Davidson, Sato e Sutil, 0 pts
Mundial de Construtores: 1. MCLAREN, 24 pts; 2. BMW, 19 pts; 3. Ferrari, 11 pts; 4. Williams, 9 pts; 5. Renault, 6 pts; 6. Toyota, 5 pts; 7. Red Bull e Toro Rosso, 2 pts; 9. Honda, Force India e Super Aguri, 0 pts

Agora, a próxima parada da Fórmula 1 é no Bahrein, entre os dias 4 e 6 de abril. Logo mais, o Blog volta com a seção Análise do Grande Prêmio, apresentando a nota dos pilotos, a cotação das equipes e o Balanço dos Palpites. Até mais!

Crédito das fotos: http://www.gpupdate.net/

17 comentários:

Priscila disse...

O que o Massa arrumou???? rsrsrs N�o sei porque, mas tinha uma "sensa�o", ou melhor, suspeita de que ele n�o faria uma boa corrida desde o in�cio, como disse quando ele conseguiu a pole.
Bom, quanto ao Kovalainen fez uma boa corrida, se recuperou bem. J� o Hamilton... este deixou muito a desejar, embora no in�cio tenha tido um bom desempenho e feito uma boa largada. O �nico que acertei no meu palpite, foi a coloca�o do Alonso, que bom.
At� mais.


Lewis Hamilton
2. Heikki Kovalainen
3. Kimi Raikkonen
4. Felipe Massa
5. Robert Kubica
6. Nick Heidfeld
7. Nico Rosberg
8. Fernando Alonso

Anônimo disse...

Ops, copiei meu palpite e deixei. Foi mal

Priscila disse...

Ops, copiei meu palpite e deixei. Foi mal

Net Esportes disse...

Hamilton acabou tendo que fazer duas corridas de recuperação, uma pena....... to gostando muito da BMW, se continuarem dando sopa um dos dois pilotos pode vencer esse ano..........

moderador Trulli disse...

parece msm q o blog trousse sorte hauahuahauhauah
eu realmente esperava Trulli em 6º, + 4º foi muito bom (sem falar na surra em cima do glock q Trulli ta dando)

agora Massa, acho q o boato vai voltar e forte, ele realmente ta dando lugar (corre como estreante)
depois volto pra ver à apresentando a nota dos pilotos rsr

abraço

Ciro

nelson disse...

Nada como uma corrida morna depois do caos da Austrália, pelo menos fiquei acordado durante a corrida toda!

Sério agora, achei impressionante o ritmo de corrida dos carros vermelhos no primeiro trecho, não julgo que a diferença de 1s por volta entre McLaren e Ferrari seja apenas por causa do combustível (Massa parou na volta 17 e Kovalainen na 20, três voltas apenas de diferença).

Kimi decidiu a ultrapassagem na volta de parada do Massa e na volta de parada dele, andando muito rápido, depois fez o que Felipe deveria ter feito antes da parada.

Só quero saber quando o Massa vai começar a falar que erra, sempre acontece algo estranho com o carro, por este tipo de atitude que não morro de amores por ele.

Grande corrida do Trulli, será se a Toyota tem condições de repetir estas performances ao longo do ano?

Kubica muito bem também, acho que as declarações pessimistas durante a pré-temporada eram só para esconder o jogo, eles estão mais perto dos dois melhores times, torço por uma vitória deles neste ano.

Achei boa a corrida do Piquet, ele não pode fazer muita coisa com o R28 e terminou 22s atrás do Alonso, ou seja, de certa forma, não está tão distante do ritmo do espanhol.

A Honda evoluiu sim, mas, em condições normais, não chegará perto de brigar por pontos (pelo menos está longe de fazer o papelão de terminar em último), Barrichello também, cada corrida inventa uma desculpa, "O que aconteceu é que as marcas do pit lane que indicam onde o limite de velocidade termina não estavam claras o suficiente", podia passar sem essa...

Abraço.

Leandrus disse...

Uma pena não ter chovido; a corrida em condições adversas seria bem mais interessante, porque as vezes dava vontade de desligar a tv e ir dormir. O ponto positivo foi que meu piloto favorito (Kubica) foi pro pódio, rs

E quanto ao Felipe Massa, o negócio vai ficar feio...

Ateh!

Ron Groo disse...

Po Gustavo, eu cravei o vencedor de novo na radio hein.... Hahahaha
anotai aí: 03.12.14.33.34 e 46. se não ganhar na loto é porque cê é muito pé frio...
Ahahahaha

Ron Groo disse...

Po Gustavo, eu cravei o vencedor de novo na radio hein.... Hahahaha
anotai aí: 03.12.14.33.34 e 46. se não ganhar na loto é porque cê é muito pé frio...
Ahahahaha

Blog Velocidade F1 disse...

O Massa nos testes de quinta e sexta estava com um olhar muito lutador,mas esse passar deste estado para o de nervosismo é muito facil,foi o que aconteceu...

Maragato disse...

Nigel Massa aprontando das dele!!!

qdo aquele pirraia vai aprender a admitir um erro?

to torcendo mesmo esse ano para o kimi e/ou kova, um dos dois leva o título.

lewis não vou mto com a cara dele, se faz de morto para ganhar sapato novo... e o massa, nossa senhora... chega ser tão safado que tem que sentar de lado...

corrida sem graça, sem sombra de dúvidas o melhor momento foi a ultrapassagem do heidfeld em cima do southard e do alonso ao mesmo tempo. de resto! deu sono :/

[]'s

kimi_cris disse...

raikkonen liderou praticamente a corrida, mesmo antes do pit stop de Massa raikkoen estava com um grande ritmo e via-se que com mais gaolina era tão rapido quanto Massa e que o iria passar nas boxes, Massa errou novamente, Hamilton queimou muitas travagens e FALTOU CHUVA!

Grande abraço!

Kimi_Cris

Emanuel disse...

Gustavo,
enquanto aguardo a tua avaliação, postei "Não vai dar desta vez, de novo", no meu blog.
Infelizmente pra nós.
Abração.

Guilherme (RJ) disse...

Uma largada excepcional do Hamilton e na 4ª volta uma ultrapassagem espetacular do Heidfeld em cima de Alonso e Couthard e logo a seguir um ‘totozinho’ do Alonso no Coulthard. Nada mais relevante daí pra frente. Taí o resumo do GP da Malásia.

Não torci pra chover, mas que houvesse pelo menos uma bandeirinha amarela no meio da corrida pra animar a disputa.

Aí, Gustavo... também cravei o Kimi como vencedor do GP. E por pouco não acertei o podium. Só troquei a posição do 2º e 3º.

Abraços!

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado por todas as mensagens!

Priscila: Você acertou também o sexto lugar do Heidfeld. Errou o palpite para a vitória, mas foi melhor do que eu, né!

Nelson: Que desculpa esfarrapada essa do Rubinho, hein? Um piloto veterano como ele não pode cometer um erro desses...

Groo: Na próxima rádio vou copiar o seu palpite hahaha! Vai ver só assim eu acerto uma...

Jairo: Essa prova foi meio chata mesmo. A chuva que não veio me deixou bastante frustrado!

Guilherme: Faltou um periodozinho de safety car para animar as coisas, né? E parabéns pelo palpite certeiro! Eu estou levando um banho dos meus leitores hehehe...

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho

marcos almeida disse...

Lembro que o Massa foi que mais reclamou da saída dos controles de tração. Fiquei com um pé atrás, com razão, pois nota-se que ele não é bom sem tais equipamentos. Além disso, não aguenta pressão.

O Kovalainen para mim é a grande promessa, ainda que a tv nunca filme ele mesmo quando ele supera o Hamilton.

Gosto do Kazuki Nakajima - ele é muito mais rápido que o Rosberg. Vamos ver se consegue traduzir isso em resultados.

Blog F1 Grand Prix disse...

Marcos,

Também tenho certa simpatia pelo Nakajima, que parece ser um piloto realmente promissor. O problema é que ele continua comentendo muitos erros...

Grande abraço!

Gustavo Coelho