quinta-feira, 27 de março de 2008

Rubinho: "Condição de Nelsinho na Renault já é difícil"

De volta ao Brasil após as duas primeiras corridas da temporada 2008, Rubens Barrichello foi o convidado especial do programa Linha de Chegada da última terça-feira. Além de comentar os resultados deste início de campeonato, o piloto da Honda também falou sobre o novo carro da equipe japonesa, e deu algumas declarações interessantes sobre Nelsinho Piquet. Para Rubinho, o novato brasileiro já deve estar enfrentando dificuldades dentro da Renault.

"A condição do Nelsinho já é difícil. No ano passado, Fernando Alonso aprendeu muito com o que passou ao lado de Lewis Hamilton. Não estou afirmando nada, mas o espanhol deve ter alguma vantagenzinha no contrato...", disse o piloto da Honda. É claro que Rubinho não conhece por dentro a política da Renault, mas a sua opinião vale bastante. Por tudo o que precisou enfrentar na Ferrari, Rubinho sabe como é a situação de Nelsinho. A diferença é que a pressão sobre o novato é muito menor.

Falando sobre a Honda, Rubinho fez uma revelação interessante: a preparação inicial do novo modelo da equipe foi realmente recheado de dificuldades, como os treinamentos de pré-temporada já pareciam indicar. A Honda, porém, conseguiu dar a volta por cima. "Num certo momento dos testes coletivos, o carro deste ano era quase mais lento do que o da última temporada. Com a introdução de um novo pacote aerodinâmico, porém, melhoramos quase um segundo por volta", contou Rubinho.

Hoje mesmo, o chefe de equipe Ross Brawn admitiu que "a prioridade da Honda é 2009". A equipe japonesa, portanto, ainda tem um longo caminho pela frente. Mas, pelo que se viu no início deste ano, a Honda já pode sonhar com dias melhores.





Continua rendendo o erro de pilotagem que tirou Felipe Massa do G.P. do Malásia. Nesta quinta, dois antigos campeões mundiais resolveram se pronunciar sobre o assunto. "Massa é o elo fraco da Ferrari", disparou Jackie Stewart ao Motosport Aktuell. Por sua vez, Niki Lauda disse ao Sport Bild que o brasileiro perdeu o direito de errar: "A partir de agora, a pressão sobre ele será terrível". Sem dúvidas, Massa teve sua reputação abalada pelo início de temporada hesitante. Mas ainda há tempo para recuperação.

Embora não tenha comentado nada sobre a rodada de Massa, o ex-projetista Gary Andersou fez hoje uma importante defesa do brazuca. "Desde o início do G.P. da Malásia, a Ferrari já tinha planejado a vitória de Raikkonen. O finlandês foi inteligente ao não forçar na largada, porque sabia que seria favorecido depois", falou Anderson, antigo engenheiro de Jordan, Stewart e Jaguar. Acreditar em manipulação da Ferrari, porém, é até um pouco ingênuo. Raikkonen estava bem mais rápido do que Massa, e venceria de qualquer maneira.

Para terminar o giro pelas notícias do dia, vale mencionar uma entrevista que o chefão Bernie Ecclestone concedeu nesta semana à revista FHM, negando que o extravagante Flavio Briatore possa vir a ser o seu substituto no comando da Formula One Management. "Acho que ele não deseja esta posição. Flavio tem outras prioridades", garantiu Ecclestone, que completa 78 anos de idade em outubro deste ano.

A aposentadoria de Ecclestone já está chegando, e esse momento pode mudar para sempre a face da Fórmula 1. Menos mal que Briatore não vai ser o herdeiro do chefão. Afinal, o manda-chuva da Renault já deu várias demonstrações de estar mais interessado no show do que no esporte.




O vídeo do dia é uma seqüência de fotos do inacreditável acidente do piloto Hunter Abbott, ocorrido na etapa do último fim de semana do campeonato britânico de turismo, em Oulton Park. Depois de capotar seguidas vezes, o carro de Abbott ainda pega fogo, mas o piloto sai sem nenhum arranhão. Vale a pena conferir.


Esse eu vi no Blog do Ico

Nos vemos por aí!

Crédito das fotos: http://www.gpupdate.net/

9 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

Já podia se aposentar logo tio bernie,não vai fazer falta...Acho que o barrichello falou mais do mesmo.Nelsinho sabe da sua condição de aprendiz nessa temporada.Ano que vem quem sabe,quando o carro tiver melhor, talvez as disputas estejam liberadas.

abraços!

Garcia disse...

Agora todos resolveram abrir a boca... sei lá... eu não entendo mais que ninguém... mas o Felipe não é tão mais fraco do que eles dizem não!!!

Acho que dão menos atenção do que ele merece... ano passado mesmo quando ele venceu duas corridas seguidas todo mundo ficou quietinho!!!

O nível dele não é tão baixo!!!

Gustavo... está pronto o post com a média das notas da Malásia... e também a média do campeonato que traz... Kovalainen como melhor, kkk... surpresa... fique a vontade para usar os números!!!

Abração!!!

Loucos por F-1 disse...

Enquanto o Alonso estiver na Renault acho muito complicado qualquer tipo de disputa do Nelsinho com ele.
É apenas o início pra ele na F1.

Abraços!

Leandro Montianele

Net Esportes disse...

A Ferrari manipula sim, mas não no começo do campeonato.......

O Nelsinho pode ficar tranquilo, ano que vem já pode pintar o Alonso na Ferrari !!!

Guilherme (RJ) disse...

A Honda melhorou quase 1 segundo e continua no mesmo lugar que terminou o campeonato, ou seja, à frente apenas de SA e FI. Tudo bem que essa melhora acaba refletindo positivamente no ânimo dos pilotos, mas pelo que andou o Trulli (Toyota), Bordais (Toro Rosso) e Webber (Red Bull) a Honda vai ter que evoluir ainda mais se quiser brigar com essas 3 equipes.

O Massa tem que ter paciência no Bahrain. Sair de lá com alguns pontos pra poder se re-equilibrar na disputa. Nada de achar que ganhando o GP irá apagar os maus resultados anteriores. Até porque controlar a ansiedade não é o ponto forte dele. Marca uns 5 pontos que já ta de bom tamanho. Mais do que isso é lucro.

Quero ver o que o Rubinho vai aprontar nos boxes no Bahrain... já avançou o sinal vermelho, ultrapassou o limite de velocidade... parar no boxe errado ou deixar morrer o motor???

Abraços!!!

Vitor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor disse...

Fala Gustavo, beleza? Acho que o Barrichello não falou nada de novo, afinal todos já sabiam desde o início (salvo algum torcedor fanático-ufanista) que enquanto Alonso estiver na Renault, o Piquet sempre será o segundo piloto.

Sobre o Massa, é natural que sempre que um piloto passa por um mau momento (ou não obtém resultados), as declarações negativas começam a surgir do nada, mas acho que elas se justificam, sim.

Afinal, não estamos falando de um piloto da Toyota ou Toro Rosso - com todo respeito, claro -, que corre por uma equipe mediana. E também porque é o único dos quatro pilotos "principais" que parece estar sofrendo com a saída do TC...

Mas ainda há tempo, nada que um bom resultado no Bahrein não resolva. Agora, se ele não pontuar mais uma vez...

Abraço!

Leandrus disse...

Po Ross Brown, prioridade é 2009!?!? Toda hora ficam adiando isso, daqui a pouco a Honda não vai chegar a lugar algum, a prioridade vai ser daqui a uns dez anos.

Quanto ao Massa, na verdade esse assunto está virando um teste para a paciência; quero ver o que vão falar se o Massa ganhar umas 2 corridas seguidas (embora ache que isso não vá acontecer...); na verdade o melhor para ele é ser regular e conquistar o maior número de pontos possíveis, indo para o pódio de preferência.

Ateh!

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado pelas mensagens! E desculpe pela demora na resposta...

Guilherme: Pois é, daqui a pouco não vai ter mais nada para o Rubinho aprontar dentro dos boxes. A desculpa dele para o drive through na Malásia foi ridícula: ele alegou que a linha do box estava mal pintada, e que não viu direito onde ficava a saída! Mas continuo na torcida pelo Rubinho, na esperança de que esse carro da Honda não seja tão ruim quanto o do ano passado!

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho