terça-feira, 26 de janeiro de 2010

USF1 confirma "Pechito" López e Argentina está de volta à Fórmula 1

Nove anos após a apagada passagem de Gaston Mazzacane pelas finadas Minardi e Prost, a Argentina está de volta à Fórmula 1.

Nesta segunda-feira, exatamente como já havia sido noticiado na semana passada, a USF1 anunciou a contratação de José Maria López para a temporada de 2010.

López, o "Pechito", será responsável pelos primeiros testes do novo carro e traz uma considerável ajuda de patrocinadores locais para a novata equipe americana.

O anúncio da contratação foi feito na própria Casa Rosada, sede do governo argentino, o que também não deixa dúvidas sobre o empurrãozinho estatal que López recebeu para fechar com a USF1.

Apesar de ser um piloto pagante - e do longo período de três anos afastado das categorias de fórmula - López tem um currículo razoável e certamente possui potencial para conseguir bons resultados na Fórmula 1.

Seu desempenho, porém, vai depender muito do nível de competitividade de USF1.

A equipe americana é uma completa incógnita. Uma escuderia que escondeu o jogo durante os últimos meses e optou por desenvolver partes importantes do carro - como a caixa de câmbio, por exemplo - totalmente sozinha, sem nenhum tipo de consultoria.

Pode até ser que dê certo. O mais provável, porém, é que a USF1 comece o ano em desvantagem.

Desde já, López é um grande favorito a frequentar as últimas posições do grid.

--

A Mercedes apresentou nesta segunda-feira sua pintura para a temporada de 2010, mas o período de lançamento dos novos carros ainda não começou de fato.

Apenas a quarta colocada no campeonato do ano passado, a Ferrari será a primeira a apresentar seu modelo para 2010. O novo bólido será lançado nesta quinta-feira, em Maranello.

Outras equipes, que permaneciam na moita, vão revelando aos poucos os seus planos.

A Toro Rosso, por exemplo, anunciou nesta semana que vai mostrar seu novo carro no dia 1º de fevereiro, em Valência. Na mesma data - e no mesmo local - Mercedes e Williams também apresentam suas máquinas.

O circuito de Valência, inclusive, será palco dos primeiros testes de pré-temporada, marcados para os três primeiros dias de fevereiro. Além de Toro Rosso, Mercedes e Williams, outras quatro equipes - Ferrari, McLaren, Renault e Sauber - também vão estar presentes.

As demais escolheram adiar o lançamento de seus carros e apostar num tempo menor de teste, mas com liberdade para estender o desenvolvimento do novo modelo na fábrica.

É o caso da Red Bull. A vice-campeã do ano passado só vai lançar seu carro no dia 10 de fevereiro, em Jerez de la Frontera.

A estratégia é a mesma que o projetista Adrian Newey costuma usar quase todos os anos. Desde seus tempos na McLaren, Newey gosta de adiar ao máximo a estreia de seus novos modelos.

E a Red Bull, é claro, obedece ao planejamento de sua mais importante figura fora das pistas.

Depois que chegou à equipe, Newey foi o grande responsável pelo salto de desempenho da escuderia das bebidas energéticas.

No ano passado - mesmo sem contar com o difusor duplo e apesar da notória falta de potência dos motores Renault - a Red Bull disputou o título até a penúltima corrida e teve o carro mais rápido do grid durante boa parte da temporada.

Considerando que a hierarquia das equipes não deve mudar muito de 2009 para cá, a Red Bull já começa o próximo campeonato como uma das principais favoritas - aliás, não seria nada surpreendente se o time alinhar no GP do Bahrein com o melhor pacote do grid.

E Newey, como sempre, vai escondendo o jogo, adiando a estreia de seu novo modelo.

Se o genial projetista vier com alguma grande inovação aerodinâmica no carro de 2010, seus rivais mal terão tempo de correr atrás.

--

A organização da Fórmula Indy finalmente divulgou o traçado oficial para a etapa de rua em São Paulo.

A corrida será realizada no dia 14 de março - mesma data do GP do Bahrein, que abre a temporada da Fórmula 1.

Faltando pouco mais de um mês e meio para a prova, os ingressos ainda não foram colocados à venda, o que só vai acontecer no próximo dia 1º de fevereiro.

O traçado, por sua vez, é uma prova de que o circuito precisou ser montado às pressas e com toques de improvisação.

Pelo menos oito das 11 curvas da pista têm angulação de 90º - ou seja, são basicamente esquinas que serão adaptadas para fazer parte do circuito.

No total, o traçado tem pouco mais de quatro quilômetros de extensão e conta com duas grandes retas, além de um detalhe curioso: ao contrário do que é normal, a reta de largada e chegada não fica no mesmo lugar do boxes, que estão localizados em outro trecho do circuito.

O desenho da pista ficou assim:



Apesar da maneira apressada que foram realizados os preparativos, o Blog fica na torcida para que a corrida seja um sucesso e possa voltar a acontecer nos próximos anos.

Tomara que dê tempo de aprontar tudo - e que a chuva que geralmente castiga a região do circuito faça uma trégua durante a passagem da Indy por São Paulo.

Um comentário:

Ítalo Oliveira disse...

Gostei bastante do seu blog e queria te fazer uma proposta interessante: estaria interessado em receber 50 euros por mês por inserir os pequenos links dos nossos anunciantes? São 50 euros mensais por cada blog que for cadastrado, tendo também a possibilidade de acrescentar este dinheiro adicionando blogs ao nosso sistema de anunciantes. Estes links não atrasam o acesso ao seu site -links de pequenas empresas, nada estranho. Tire a suas dúvidas neste email/msn:

italorenan04@hotmail.com

renan_04_88@yahoo.com.br

Estou aguardando uma resposta,


Ítalo Oliveira
http://arenabaianafutebol.blogspot.com