terça-feira, 31 de março de 2009

Button e Barrichello: os favoritos ao título de 2009

Na Malásia, a equipe a ser batida é a Brawn.

Há uma semana, muitos já avisavam que o cenário para o GP da Austrália era este, mas ainda havia aqueles que duvidavam do potencial da nova escuderia.

Agora, ninguém mais menospreza Jenson Button e Rubens Barrichello como fortes candidatos a vitória.

Só fica a dúvida: até quando a Brawn vai manter o domínio sobre as adversárias?

E ainda: qual é o tamanho da vantagem que a equipe de Ross Brawn tem?

Na Austrália, após trocar para pneus duros nas voltas finais, Robert Kubica parecia em condições de atacar o líder Button.

Mas será que tinha mesmo chances de desafiar o inglês?

"Kubica não sabia se eu estava dando o máximo ou não", afirmou Button nesta terça.

A declaração do inglês levanta mais uma questão: será que a Brawn, que tem de forma indiscutível o carro mais rápido do momento, pode estar escondendo ainda mais o jogo?

Que ninguém duvide disso.

Em entrevista à revista Auto Motor und Sport, Sebastian Vettel disse que a Brawn parecia estar brincando com as demais equipes no GP da Austrália.

Já Fernando Alonso declarou à rádio Cadena Ser que a escuderia de Button e Rubinho é "imbatível" no momento.

O sortudo Barrichello, por sua vez, manteve a cautela ao ser perguntado se a Brawn poderia disputar o título até o fim, mas deixou escapar que a equipe deve vencer corridas por um bom tempo.

Se a Brawn vai manter o ritmo até o fim do ano, não dá para saber.

Vai depender do julgamento sobre os difusores, que pode enfraquecer ou aumentar ainda mais a força do time.

De qualquer maneira, depois de apenas uma corrida, Button e Barrichello já despontam como os grandes favoritos ao título de 2009.

E a Brawn, ainda está escondendo o jogo?

Mesmo se não estiver, já tem com relativa folga o equipamento mais competitivo do pelotão.

4 comentários:

Tiago Carvalho disse...

O button eh um brincalhão... O rosso brawn e o nick fry declararam que chegavam a suar no fim da prova por causa do kubica, e que estavam realmente preocupados com a velocidade dele. Outra coisa... Qual o piloto que podendo acelerar e ir embora vai fikr a apenas 2.5s do segundo colocado arriscando um pequeno erro lhe tirar a vitoria???
Sem chance

Anônimo disse...

Achei otimo a aparicao da Brawn. Torco para que o Rubens consiga bons resultados mas projetar a temporada com uma prova soh eh, para mim, um esticada e tanto. Tem o tal do julgamento, que pode arruinar tudo, e as outras equipes vao queimar as pestanas para reduzir a diferenca. Ateh a RBR ja soltou que tem um difusor projetado, isso mesmo com o desenho da nova suspensao. Em suma, tomara que nao seja fogo de palha e que as outras equipes nao ganhem no Tapetao o que nao conseguiram na pista. Outra coisa, trombetar que eh a primeira vez desde 54 com a Mercedes que uma equipe ganha com direito a dobradinha.... Ok, lindo, mas a Mercedes ja era uma equipe estabelecida e tinha acabado de "passara a mao" no Fangio. Se eh para fazer analogia, botaria a Wolf em 1977. Guardando as proporcoes, a Brawn me lembra mais a Wolf que a Mercedes mas espero que o resultado no fim da temporada seja melhor.
Yago Ferreira Filho
Montreal, Canada

Ron Groo disse...

Acho muito cedo para afirmar qualquer coisa neste sentido.
A grana e a força de trabalho da Ferrari e da McLaren podem surpreender assim que pisarem na Europa.
Sem contar que não sabemos a saúde financeira da Brawn a quantas anda...

Paulo Maeda™ disse...

também acho mto cedo para se dizer algo sobre o desempenho futuro da Brawn GP. E eu tb não duvido que após "adaptarem" seus difusores, as outras equipes não estarão no msm nível da BGP.