quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Bruno Senna na Fórmula 1 é questão de tempo

O ano de 2009 não começou da maneira como Bruno Senna imaginava.

Já estamos no fim de janeiro e, até agora, o piloto brasileiro ainda não tem seu destino para esta temporada definido.

Certamente, não era o que ele esperava há dois ou três meses, mas a retirada da equipe Honda mudou todos os planos.

Nesta quinta-feira, em entrevista ao programa Arena Sportv, Bruno reconheceu que a escuderia japonesa dificilmente vai encontrar um comprador nas próximas semanas.

E, se encontrar, terá pela frente um campeonato cheio de dificuldades.

Caso a porta da Fórmula 1 permaneça fechada, a opção para Bruno é a GP2. Nesse caso, permaneceria a um passo da F-1 e certamente seria o primeiro na fila para entrar na categoria.

Apesar disso, a GP2 não é aquilo que Bruno desejava para este ponto da carreira.

Já era para o piloto estar na Fórmula 1, mas as coisas não saíram como planejado.

A aposta de Bruno foi a Honda. Se der errado, terá sido por motivos que fugiram completamente de seu controle. Restaria esperar por outra chance.

Em 2009, a Fórmula 1 talvez tenha apenas Sebastien Buemi, da Toro Rosso, como novato.

Ou seja: está complicado mesmo para os estreantes arrumar um lugar ao sol.

Bruno precisa manter a tranquilidade e saber que continua muito perto de correr na Fórmula 1.

Mesmo que não faça parte do grid em 2009, é questão de tempo até que ele chegue lá.

2 comentários:

Ron Groo disse...

Também acho... Até pelo nome dele. Se vai ser vencedor são outros 500.

Ylan Marcel disse...

Pessoal, em mais um vídeo curioso postado pelo Motorizado (www.motorizado.wordpress.com), Giancarlo Fisichella faz comercial para uma bebida de baixo teor alcoólico e é aclamado como CAMPEÃO DA FÓRMULA 1 no site oficial da empresa. Confira!