sábado, 6 de dezembro de 2008

Rubinho ainda tem chance de permanecer na F-1

Quando a Honda anunciou que saía da Fórmula 1, o primeiro pensamento de todo mundo sobre Rubens Barrichello deve ter sido o mesmo.

Agora, já era.

Mas bastou apenas um pouquinho mais para perceber que Rubinho ainda tem lá suas possibilidades de permanecer na F-1.

Já eram pequenas, e continuam sendo remotas.

Só que ainda existem.

Rubinho pode seguir na F-1, mas depende de quem comprar a Honda. Isto é, se alguém comprar a Honda.

Dizem que o empresário David Richards, ex-chefão da BAR, é o favorito.

Poderia, inclusive, fechar o negócio já neste fim de semana, pagando a quantia simbólica de um dólar.

Neste caso, um dos pilotos seria Jenson Button.

E o outro - por que não? - poderia ser Barrichello.

Equipes novatas sempre vêm veteranos experientes como bons olhos.

É só ver os casos de Coulthard, na Red Bull, e de Fisichella, na Force India.


Sua situação, repita-se, continua muito complicada.

Mas, pelo menos por enquanto, Rubens Barrichello ainda não está completamente afastado da Fórmula 1.

4 comentários:

Guilherme (RJ) disse...

Excetuando o piloto reserva da RBR, haveria alguma possibilidade de um brasileiro entrar na vaga do Webber caso este não consiga se recuperar a tempo de iniciar os treinos para a próxima temporada???

Ron Groo disse...

A Force India não merece...
E pra toro Rosso só se ele se chamasse Sebastião Barrichello.
Estamos sentindo sua falta Gustavão!

Blog F1 Grand Prix disse...

Guilherme,

Acho muito difícil. Como você disse, a Red Bull tem piloto reserva (o Sebastien Buemi) e outros nomes experientes a que poderia recorrer, como Robert Doornbos. Além disso, não sei se o Rubinho aceitaria ser "piloto-tampão" na Red Bull.

Groo,

Desculpe pela ausência... bem que eu queria que o dia tivesse 26 horas!

Grande abraço a todos e obrigado pelos comentários,

Gustavo Coelho

Paulo Maeda™ disse...

as chances existem, mas na minha opiniao, são mais do que remotíssimas... Alguma novidade sobre o vestibular da STR?