terça-feira, 2 de dezembro de 2008

A última chance de Rubens Barrichello

Rubinho pediu, pediu, pediu e foi atendido.

Não ganhou a vaga de titular na Honda, mas terá uma chance de mostrar que merece o emprego na equipe japonesa em 2009.

Nesta terça-feira, sites brasileiros revelaram que Rubinho foi convocado para os testes de Jerez de la Frontera, entre os dias 8 e 11 de dezembro, onde vai enfrentar o novato Bruno Senna.

Um dos dois ficará com a vaga na Honda, uma vez que o terceiro nome da disputa, Lucas di Grassi, já foi descartado.

Para Rubinho, é agora ou nunca.

Diferentemente de Senna, que é jovem e ainda poderia ter outras opções, Rubinho joga toda a sua sorte nos testes de Jerez.

Se não impressionar a Honda, será obrigado a aceitar a aposentadoria forçada da Fórmula 1.

A Honda vai analisar os dois, mas a vantagem ainda é de Senna.

Assim como no "vestibular" contra Di Grassi, Senna precisa apenas andar próximo do adversário para vencer o duelo.

Para Rubinho, não basta ser mais rápido. É preciso ser bem mais rápido.

Só assim conseguirá convencer a ala da Honda que apóia Senna.

A disputa para a vaga de titular na escuderia japonesa está próxima do fim.

Senna tem tudo para levar a melhor.

Mas as esperanças de Rubens Barrichello seguem vivas.

5 comentários:

Anônimo disse...

Eu apóio Rubinho nesse teste. Não tenho nada contra Bruno Senna, mas ele, apesar da força do sobrenome, precisa ficar na reserva (GP2) por mais um ano. Assim, ele ganha mais experiência. Vai, Rubinho!

GAVIÃO BOEMIO disse...

Isso é piada da imprensa né?
Rubinho com mais de 10 anos de f1 fazer vestibular pra uma vaga. hahahahahahaha .
A duvida é quem tem mais moral na equipe, Ross Brawn que quer a permanÊncia do Rubinho, ou o economista Nick Fry que prefere o Bruno visando maior exposiçao na mídia da marca honda?
Cabe ao HIroshi Abe que é engenheiro a decisão final,tomara que ele nao pense como marketeiro.

Guilherme (RJ) disse...

Gustavo

A partir de 1° de dezembro os ‘pardais’ e ‘lombadas eletrônicas’ passam a não funcionar no horário das 22h às 6h. Nosso atual prefeito carioca, César Maia, teve uma crise de consciência e uma espantosa benevolência com os cidadãos da Cidade Maravilhosa???

Não, claro que não! A grana proveniente dessas multas só entraria no ano que vem. Exatamente no 'caixa' do inimigo e futuro prefeito Eduardo Paes.

A Honda faz o mesmo com o Rubinho. Agrada a alguns que tem ligações com o Barrichello, mas quem irá sentar no cockpit será o B. Senna.

Outra coisa: Arrisco a dizer que qualquer piloto que teste o carro da Honda conseguirá tempos parecidos. O carro é extremamente limitado. Ainda mais para pilotos limitados ou inexperientes.

Abraços!!!

Grid GP disse...

Mas, será que se a Honda quisesse mesmo ficar com Barrichello ela já não teria renovado o seu contrato?

Acho que só um "temporal" coloca o brasileiro como titular da equipe.

Posso estar enganado, mas sinto a Honda já muito inclinada a assinar com Bruno Senna.

Abraços, Gustavo!

Convido-lhe a analisar alguns aspectos do ano de 2008 da F1 no Grid GP. Se puder, será muito bem vindo.

Joaquim disse...

Brawn quer e precisa experiência e não novos talentos.