quinta-feira, 1 de maio de 2008

Bruno Senna: "Quero estrear Fórmula 1 até 2010"

No dia em que são completados catorze anos da morte de seu tio Ayrton, Bruno Senna concedeu uma longa entrevista ao jornal Irish Sun. Ele fez um balanço da sua carreira no esporte a motor, e comentou seus planos para as próximas temporadas. Para Bruno, o momento de saltar para a Fórmula 1 já está chegando:

"Quero estrear na Fórmula 1 até 2010. Acredito ser rápido o suficente, e desejo provar isso neste ano. Preciso conseguir bons resultados na GP2 para ganhar uma chance. Cheguei ao momento mais importante da minha carreira. É agora ou nunca", disse Bruno. Até agora, ele lidera a temporada 2008 da GP2, empatado em pontos com o português Álvaro Parente. O campeonato, porém, teve apenas uma etapa realizada.

Embora tenha apenas quatro anos de experiência no automobilismo, Bruno Senna já provou ser um talento promissor. A falta de quilometragem ainda atrapalha, mas seu estilo de pilotagem é muito técnico, e pouco propenso a erros. Na Fórmula 1, Bruno poderia facilmente ganhar uma chance na Toro Rosso, equipe controlada por aquele que foi um dos melhores amigos de Ayrton Senna, o austríaco Gerhard Berger.

Oportunidade, portanto, não deve faltar. Bruno só precisa mesmo fazer sua parte na GP2. Se permanecer sempre entre os primeiros, o convite para correr na Fórmula 1 virá de forma natural.



A McLaren pode estar por trás da reportagem do jornal News of the World, que revelou a orgia sado-masoquista do chefão da FIA, Max Mosley. Ao menos, esta é a teoria do dirigente checo Radovan Novak, importante aliado de Mosley dentro da entidade. "Isso tudo foi armado por alguém que recebeu multas pesadas no passado recente", acusou Novak, presidente da FIA para a Europa Central. Além disso, Novak também afirmou que a votação que decidirá sobre a renúncia de Mosley está "empatada".

Por meio do jornal The Times, o principal dirigente da McLaren, Ron Dennis, negou veementemente qualquer participação no caso. "Vou até enviar uma carta a Novak pedindo uma retificação", revelou Dennis. Mesmo com o desmentido do chefão da McLaren, muita gente ainda acredita que o time prateado possa ter tido algum envolvimento no "flagra" de Mosley. Não seria nenhuma surpresa...

Para fechar o dia, vale registrar uma declaração do diretor técnico da Renault, Steve Nielsen, sobre o modesto início de temporada de Nelsinho Piquet. "Ele ainda está nos devendo uma boa performance. Mas esperamos que Nelsinho se recupere logo, já no próximo G.P. da Turquia", falou Nielsen. Por enquanto, o piloto brasileiro ainda conta com o total apoio da Renault, apesar da falta de resultados nas primeiras corridas do ano.

Mas é bom que Nelsinho melhore rápido, porque as equipes de Fórmula 1 não costumam ter muita paciência.



Assim como ontem, o "vídeo do dia" presta mais uma homenagem a Ayrton Senna. Dessa vez, acompanhamos Ayrton na volta que lhe valeu a pole position do G.P. do Japão de 1989. Simplesmente a filmagem onboard mais espetacular que eu já vi:



Nos vemos por aí!

Crédito das fotos:
Max Mosley - http://www.blogger.com/www.yahoo.sports.com.br
Demais - www.motorsport.com

5 comentários:

Maragato disse...

Sinceramente...

Grande coisa se o Dennis foi quem "dedou" ou não o Mosley, a verdade veio a tona, e o véio presidente da FIA tá enrascado... oq ele causou para si foi uma vergonha mundial.

Aí o Mosley contrata um bando de detetives para descobrir quem dedou ele... e vai fazer oq depois qdo descobrir? mandar matar? é um velho retardado mesmo, não vai ganhar nada com isso, ao contrário, vai perder, mais respeito, e dinheiro. antes ele deixasse quieto para o mundo "esquecer".

Qto ao vídeo...

Não existe outra palavra para defini-lo: Espetacular.

Grande Abraço Guga.

Ron Groo disse...

O Cara da Feteração Tcheca de Automobilismo (existe isto?)acredita em teoria da conspiração, em et s de varginha e em time forte do fluminense... Que viajada.

Marcelonso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelonso disse...

Salve Gustavo

Sem duvida Bruno Senna,é um piloto promissor, tem muito mais equilibrio que Nelsinho,tem serenidade e como vc disse fazendo tudo certo a oportunidade vai surgir de uma forma natural,torço por ele,o guri vai nos trazer muitas alegrias ainda.

abraço

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado pelas mensagens!

Jairo: O Mosley só está se desgastando mais ao insistir em continuar no comando da FIA. Ele já deveria ter deixado a presidência há muito tempo...

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho