domingo, 20 de abril de 2008

Danica Patrick faz história ao vencer pela primeira vez na Indy

Enfim, Danica Patrick desencantou. Ajudada por uma estratégia perfeita da equipe Andretti Green, a morena venceu neste domingo a etapa de Motegi da Fórmula Indy, ultrapassando o brasileiro Helio Castroneves a somente três voltas para o fim. O triunfo de Danica é o seu primeiro na categoria, e quebra um tabu histórico, já que nunca antes uma mulher havia vencido uma prova da Indy.

A vitória da musa das pistas começou a ser construída a 50 voltas da bandeirada, quando ela aproveitou um período de bandeira amarela para encher o tanque de combustível até o topo. Nos momentos finais, os líderes Scott Dixon, Dan Wheldon e Tony Kanaan precisaram visitar os pits para não ficarem parados na pista, e Danica subiu para o segundo lugar. À sua frente, estava apenas o brasileiro Helio Castroneves, que seguia uma tática semelhante.

O piloto da Penske, porém, foi forçado a aliviar o ritmo para não precisar fazer um stop & go de última hora. Assim, Danica passou para a liderança sem grandes dificuldades, e venceu com uma distância de cinco segundos para Helinho. "Finalmente! Esperava por isso há bastante tempo", disse uma emocionada Danica ao sair do carro. "Esta é a primeira de muitas vitórias", entusiasmou-se o chefe Michael Andretti.

Agora, Danica já pula para a terceira posição do campeonato, atrás apenas de Scott Dixon e Helio Castroneves. O brasileiro lidera a classificação, mas a sua vantagem para os demais adversários é quase irrelevante. A próxima etapa da Fórmula Indy já acontece no domingo que vem, no oval de Kansas, exatamente onde Danica conquistou há três anos sua primeira pole position na categoria.

Será que vem mais vergonha para os marmajos por aí?


Enquanto isso, em Long Beach, os pilotos da ChampCar despediram-se da categoria com uma prova bastante movimentada. Will Power venceu de ponta a ponta, mas as disputas no pelotão intermediário deixaram o público bem animado. No fim, Franck Montagny e Mario Dominguez completaram o podium, com Enrique Bernoldi finalizando numa ótima quarta posição. A partir do próximo domingo, em Kansas, os antigos times da ChampCar integram-se de vez à trupe da IRL, na nova e revigorada Fórmula Indy.

Em Curitiba, a GT3 Brasil realizou hoje a segunda bateria da rodada dupla de estréia da temporada 2008. Sem enfrentar contratempos dessa vez, o Ford GT de Walter Salles/Ricardo Rosset venceu com autoridade, recebendo a bandeirada com uma vantagem 25 segundos para o Dodge Viper de Andreas Mattheis/Xandy Negrão. Na seqüência, a Ferrari 430 de Rafael Derani/Cláudio Ricci fechou o podium.

A próxima etapa da GT3 acontece entre os dias 10 e 11 de maio, em Interlagos.


O vídeo do dia não poderia ser outro. Para quem não viu, estão aí as imagens da primeira vitória de Danica Patrick na Fórmula Indy, incluindo as voltas finais e a emocionante comemoração da musa:



Nos vemos por aí!

Crédito das fotos:
Danica Patrick II - www.motorsport.com
Will Power - www.motorsport.com

6 comentários:

Speeder_76 disse...

Pois é... um grande dia para o automobilismo mundial: Nâo é todos os dias que se vê mulher ganhando uma competição automobilistica ao mais alto nível.


Jà agora... ouvi deizer que os Fittipaldi vão voltar a correr na GT3. Quem diria, os velhotes ainda mexem. Boa!

Priscilla Bar disse...

Finalmente!!!Caramba...vendo o vídeo dá uma super emoçao...

Net Esportes disse...

Sensacional a vitória da Danica, ele realmente mereceu !!!

Blog F1-V8 disse...

Muito emocionante!! Estava assistindo a corrida e de repente ela tomou a ponta e ganhou!! Foi sensasional!! Que seja a primeira de muitas!!!

Marcelonso disse...

Salve Gustavo

A mulherada cada dia que passa,mostra que não ficam devendo nada a nenhum marmanjo.Quando elas se dedicam ,atingem o objetivo.
Danica há tempos vem mostrando consistencia e a vitória estava se aproximando,e finalmente chegou.
Parabéns mais que merecido,pois a sorte tb faz parte da vida de bons pilotos.
O video como sempre uma grande sacada do nosso glorioso Gustavo.

abs
Marcelonso

Priscila disse...

Foi uma vitória brilhante. A Danica merece e que continue a mostrar que automobilismo não é só para os marmanjos!