sexta-feira, 25 de abril de 2008

Dobradinha da Ferrari nos primeiros treinos do G.P. da Espanha

O finlandês Kimi Raikkonen dominou os dois treinos livres desta sexta-feira em Barcelona, na abertura das atividades do Grande Prêmio da Espanha. Logo a seguir, Felipe Massa completou a dobradinha da Ferrari, que superou a concorrência até com relativa facilidade. Lewis Hamilton estabeleceu o terceiro tempo com a McLaren, enquanto Nelsinho Piquet apareceu num bom sétimo, apenas três milésimos mais lento do que Fernando Alonso. Por sua vez, Rubens Barrichello finalizou num discreto 18º.

Como de costume, as atividades de sexta-feira não servem de muita referência, mas a supremacia da Ferrari chamou atenção. No treino matinal, Raikkonen e Massa colocaram meio segundo de vantagem para Hamilton, distância que não seria encurtada até o fim do dia. A McLaren, inclusive, enfrentou um raro problema mecânico, que comprometeu o trabalho de Heikki Kovalainen. O finlandês completou apenas 18 voltas ao longo da sexta. Apenas o líder Raikkonen, por exemplo, deu 55 giros.

As equipes optaram por concentrar seus trabalhos na parte da tarde, embora a maioria dos pilotos tenha estabelecido suas melhores voltas durante a manhã. Durante a segunda sessão do dia, Giancarlo Fisichella, Kazuki Nakajima e Nelsinho Piquet chegaram a liderar a tabela de classificação, antes que Raikkonen superasse todos a cinco minutos do fim. Logo abaixo, os tempos combinados dos treinos desta sexta-feira em Barcelona:

1. Kimi Raikkonen/Finlândia/Ferrari, 1:20.649s - Primeira Sessão
2. Felipe Massa/Brasil/Ferrari, 1:20.699s - Primeira Sessão
3. Lewis Hamilton/Inglaterra/McLaren, 1:21.192s - Primeira Sessão
4. Robert Kubica/Polônia/BMW, 1:21.568s - Primeira Sessão
5. Heikki Kovalainen/Finlândia/McLaren, 1:21.758s - Primeira Sessão
6. Fernando Alonso/Espanha/Renault, 1:21.933s - Primeira Sessão
7. Nelsinho Piquet/Brasil/Renault, 1:21.936s - Primeira Sessão
8. David Coulthard/Escócia/Red Bull, 1:22.118s - Primeira Sessão
9. Kazuki Nakajima/Japão/Williams, 1:22.172s - Segunda Sessão
10. Mark Webber/Austrália/Red Bull, 1:22.238s
- Segunda Sessão
11. Nico Rosberg/Alemanha/Williams, 1:22.266s - Segunda Sessão
12. Nick Heidfeld/Alemanha/BMW, 1:22.278s - Primeira Sessão
13. Giancarlo Fisichella/Itália/Force India, 1:22.383s - Segunda Sessão
14. Adrian Sutil/Alemanha/Force India, 1:22.548s
- Segunda Sessão
15. Jenson Button/Inglaterra/Honda, 1:22.632s - Primeira Sessão
16. Timo Glock/Alemanha/Toyota, 1:23.002s - Primeira Sessão
17. Jarno Trulli/Itália/Toyota, 1:23.141s - Primeira Sessão
18. Rubens Barrichello/Brasil/Honda, 1:23.353s - Primeira Sessão
19. Sebastian Vettel/Alemanha/Toro Rosso, 1:23.661s - Segunda Sessão
20. Sebastian Bourdais/França/Toro Rosso, 1:23.684s - Segunda Sessão
21. Takuma Sato/Japão/Super Aguri, 1:24.278s - Primeira Sessão
22. Anthony Davidson/Inglaterra/Super Aguri, 1:25.068s - Primeira Sessão

O treino classificatório para o Grande Prêmio da Espanha acontece amanhã, às nove horas de Brasília, com transmissão ao vivo da Rede Globo.



"Os resultados de hoje não valem nada". A frase é de Kimi Raikkonen, no comunicado distribuído pela Ferrari à imprensa em Barcelona. De fato, os treinos desta sexta-feira não devem servir de muita referência. Mesmo assim, a Ferrari emplacou uma dobradinha com absoluta facilidade, dando impressão de que ainda não chegou perto do limite do carro. Desde já, Raikkonen e Massa são os grandes favoritos à pole do G.P. da Espanha. Mas, como sempre, nada é garantido.

A McLaren teve um dia ruim, incluindo a quebra de Kovalainen e pelo menos duas saídas de pista de Hamilton. Sendo assim, talvez a BMW seja a principal ameaça à hegomonia da Ferrari. Geralmente bastante discreta na sexta-feira, a equipe alemã conseguiu um quarto lugar com Kubica, resultado bem melhor que o usual. E Heidfeld completou 64 voltas, apenas uma a menos que a distância total da corrida. Ver a BMW na frente amanhã, portanto, não seria mais nenhuma surpresa...

Da ponta para a rabeira do pelotão, vale fazer um rápido comentário sobre a precária situação da Super Aguri. Contrariando a expectativa da maioria dos especialistas, Takuma Sato e Anthony Davidson foram à pista hoje e andaram bastante. Apesar disso, estiveram longe de fugir das últimas duas colocações. A nova pintura da Aguri - toda branca, e sem nenhum patrocínio - já denuncia: a saúde financeira do time é preocupante.

Se a Aguri não receber nenhuma ajuda nas próximas semanas, o G.P. da Espanha deve ser o último da curta história da equipe.


Vamos pegar carona com Kimi Raikkonen? O vídeo do dia é uma filmagem onboard com o finlandês, durante os treinos livres desta sexta:



Até mais!

Crédito das fotos: www.gpupdate.net

2 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

As ferraris dominaram os treinos livres,e a Tônica deve ser a mesma pro treino oficial.todo mundo testa em Barcelona,então já é de se esperar o desempenho de todo mundo...A surpresa foram as Renaults,que vieram bem.Será que vão manter?

abraços

Net Esportes disse...

Acabou dando Raikkonen na pole, a cara emburrada do Massa no final kkkkkkkkkkkkkk que ridículo