quarta-feira, 16 de abril de 2008

Após perder parceiro, Super Aguri corre sério risco de fechar as portas

É dramática a situação financeira da Super Aguri. Nesta quarta, a escuderia japonesa revelou que o consórcio responsável pela injeção de milhões de dólares no time desistiu do negócio e pulou fora, deixando a pobre Aguri de mãos abanando. Desde já, a participação da equipe de Takuma Sato e Anthony Davidson no próximo G.P. da Espanha - e também nas demais corridas da temporada - já é dúvida.

"Continuamos buscando novos interessados em investir na equipe. O futuro da Super Aguri está sendo considerado pelo dono Aguri Suzuki", diz o comunicado distribuído pelo time hoje à tarde, dando a entender que a Aguri pode, sim, fechar as portas a qualquer momento. Vale lembrar que os titulares Sato e Davidson não estão em Barcelona para os testes coletivos desta semana justamente por absoluta falta de fundos.

Mesmo se conseguir apoio para prosseguir pelo resto da temporada, a Aguri já fica em imensa desvantagem. O novo modelo da equipe - baseado no fracassado carro que a Honda usou no ano passado - não tem nada de especial, e dificilmente vai salvar o time das últimas posições do grid. No momento, a Aguri não tem a menor condição de acompanhar suas rivais, o que obviamente dificulta bastante a procura por novos patrocinadores.

A falência da Aguri não é desejo de ninguém envolvido com a Fórmula 1, mas já parece ser uma questão de tempo.




Enquanto isso, em Barcelona, Fernando Alonso finalmente deu motivo de alegrias para os torcedores espanhóis, ao marcar o melhor tempo dos testes coletivos desta quarta. Andando com pneus slicks, o bicampeão superou o vice-líder Michael Schumacher em quase um segundo. O alemão fez hoje uma participação especial pela Ferrari, já experimentando componentes para o carro do ano que vem. Mais atrás, vale destacar a sexta posição de Rubens Barrichello, e o discreto sétimo de Lewis Hamilton.

Fora da pista, a discussão sobre as mudanças no regulamento para 2009 animaram o paddock. De modo geral, os pilotos afirmaram gostar das novidades, mas foram unânimes em criticar a proibição dos cobertores térmicos, usados para pré-aquecer os pneus. "Isso é simplesmente ridículo", disparou Nico Rosberg. Pedro de la Rosa também não está satisfeito: "A volta de saída dos boxes é feita num ritmo muito lento, e isso é perigoso". Já Felipe Massa foi mais comedido: "Precisamos debater o assunto".

Também hoje, a Toro Rosso andou pela primeira vez com o novo STR3, seu carro para a temporada 2008 da Fórmula 1. Mas a estréia do modelo foi com o pé esquerdo: Sebastien Bourdais perdeu o controle em alta velocidade e bateu forte na curva nove de Barcelona, destruindo de imediato o "zero quilômetro". Agora, a Toro Rosso pode até adiar a primeira participação do ST3 em corridas, que estava marcada para o G.P. da Turquia.

A seguir, os tempos de hoje em Barcelona:

1. Fernando Alonso/Espanha/Renault, 1:18.483s (100 voltas)
2. Michael Schumacher/Alemanha/Ferrari, 1:19.323s (83)
3. Adrian Sutil/Alemanha/Force India, 1:19.424s (102)
4. Robert Kubica/Polônia/BMW, 1:19.785s (112)
5. Nico Rosberg/Alemanha/Williams, 1:19.841s (65)
6. Rubens Barrichello/Brasil/Honda, 1:19.920s (141)
7. Lewis Hamilton/Inglaterra/McLaren, 1:20.591s (102)
8. Sebastien Bourdais/França/Toro Rosso, 1:20.715s (71)
9. Mark Webber/Austrália/Red Bull, 1:20.849s (87)
10. Jarno Trulli/Itália/Toyota, 1:20.867s (90)

A bateria de testes termina amanhã.


No próximo domingo, a ChampCar encerra oficialmente suas atividades com o último G.P. de Long Beach. O circuito de rua californiano vinha recebendo provas da categoria desde 1984, logo após deixar o calendário da Fórmula 1. Em seu auge, a ChampCar produziu algumas corridas realmente espetaculares em Long Beach, como a edição de 1998. Naquele ano, Alex Zanardi, Bryan Hertha e Dario Franchitti travaram uma emocionante batalha pela vitória, só decidida nos instantes finais:



Nos vemos por aí!

Crédito das fotos: http://www.gpupdate.net/

7 comentários:

Leandrus disse...

Po, a Super Aguri tem que continuar na F-1; sempre tem que ter uma equipe pra atrapalhar os pilotos mais rápidos, os chamados "retardotários"!

Ditaur disse...

Attention! See Please Here

GiglioF1 disse...

Gustavo,

1) Pena pela super Aguri....Rezemos para que um milhonário louco por carros apareça...Não é bom para a F1...ou simplesmente uma Hyundai compre a " placa" para entrar na F1 antes de 2010 como planejam...quem sabe um outro coreano ou Chines!!

2) Estou em Barcelona mas não pude passar pelo circuito...Mas te comento que o tempo do Alonso surpreendeu...A turma aqui se animou e vão lotar Montmeló na proxima semana...

Abraço do Giglio

GiglioF1 disse...

Gustavo,

1) Pena pela super Aguri....Rezemos para que um milhonário louco por carros apareça...Não é bom para a F1...ou simplesmente uma Hyundai compre a " placa" para entrar na F1 antes de 2010 como planejam...quem sabe um outro coreano ou Chines!!

2) Estou em Barcelona mas não pude passar pelo circuito...Mas te comento que o tempo do Alonso surpreendeu...A turma aqui se animou e vão lotar Montmeló na proxima semana...

Abraço do Giglio

Loucos por F-1 disse...

Se não tem dinheiro pra investir é melhor acabar mesmo. Tá na cara que ela nunca vai ser grande, já nasceu errada.

Abraços!

Leandro Montianele

Ron Groo disse...

Poxa, vai ser uma pena ficar sem a Aguri... é um time simpatico.. Lembra até o fluminense...

Marcelonso disse...

Salve grande Gustavo!

A Renault parece,ter melhorado um pouco,mas essa semana foi muito maluca,pois teve de tudo,carros de slicks,de pneus com ranhuras,teve até calota pintada.

Resumindo ,até que ponto os franceses podem ter melhorado?Será que vão conseguir estar entre os oito?

um grande abraço

marcelonso