terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Toyota e Red Bull mostram potencial

A Fórmula 1 deu início nesta terça-feira a mais uma rodada de testes coletivos, desta vez divididos em duas frentes.

Três equipes decidiram fugir da previsão de chuva para a Europa e viajaram até o Bahrein, onde as condições climáticas são mais estáteis.

No primeiro dia de ensaios, a surpresa: considerada a menos favorita do trio de escuderias, a Toyota superou BMW e Ferrari para liderar os treinos no Oriente Médio.

Com Glock ao volante, a equipe japonesa ficou um décimo à frente da Ferrari de Massa e dois à frente da BMW de Kubica.

Diferenças muito pequenas, que mostram como é difícil fazer previsões nesta altura do ano.

De qualquer maneira, a Toyota já mostrou algum potencial para a próxima temporada da Fórmula 1.

Em Jerez, o dia foi mais animado, com a presença de cinco equipes.

A Toro Rosso, correndo com o carro do ano passado, comandou as atividades com Buemi.

Na sequencia, a Red Bull de Vettel apareceu em segundo lugar, à frente dos representantes de Williams, McLaren e Renault.

Um começo animador para a escuderia das bebidas energéticas, exatamente no primeiro dia de teste do novo modelo RB5.

Por outro lado, o sinal amarelo já deve estar aceso na Renault.

Mais uma vez, assim como já havia acontecido em Portugal, a equipe francesa ficou em último.

Pior: Nelsinho Piquet completou apenas cinco voltas pela manhã por causa de um problema mecânico e, quando esteve na pista, chegou a dar uma rodada sozinho.

Embora seja prematuro prever a derrocada da Renault, está claro que Alonso e companhia não começaram bem o ano.

Será apenas um revés temporário ou o prenúncio de que uma nova Honda vem por aí?

O mais provável é que a Renault se recupere, mas a equipe não tem condições de relaxar.

4 comentários:

jocasipe disse...

Também creio que a renaul vai ter muito trabalho pela frente para estar ao nível das rivasi.

Ron Groo disse...

Mas a Red Bull não teve problemas de câmbio?

Blog F1 Grand Prix disse...

Groo,

Honestamente, não li nada sobre isso. De qualquer maneira, é normal enfrentar problemas nessa altura da preparação, eu acredito. A Renault é que realmente vem tendo várias dificuldades e continuar perdendo tempo de pista...

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Ylan Marcel disse...

Concordo. Hj o Hamilton bateu o Vettel por apenas 0,001s. No Bahrein, a Toyota tb está mostrando velocidade com o novo TF109!
www.motorizado.wordpress.com