sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Primeiras impressões sobre a pré-temporada da Fórmula 1

Justamente no ano em que as equipes terão menos tempo para testar antes do início do campeonato, os primeiros testes de pré-temporada foram praticamente estragados pelo mau tempo.

Nesta quinta-feira, por exemplo, a chuva no autódromo de Portimão foi tão forte que apenas o suíço Sebastien Buemi foi para a pista - e completou só duas voltas.

Mais tarde, Buemi voltou ao circuito para dar mais dois giros num carro de passeio.

E, segundo a Toro Rosso, "deve ter andado mais rápido do que quando estava com o carro de Fórmula 1".

De fato, ninguém escapou da má sorte neste início de ano.

A Ferrari também pegou chuva em Mugello e a BMW teve dificuldades por causa de uma forte ventania em Valência.

Todas as equipes foram prejudicados de maneira bem parecida e, pelo visto, é isso o que consola os engenheiros.

Da primeira semana de testes, há muito pouco o que afirmar.

O grande destaque, assim como já havia sido em dezembro, foi Buemi.

O novato suíço liderou todos os testes em Portimão e não cometeu nenhum erro significativo.

É verdade que o seu carro era o modelo de 2008, claramente mais veloz do que os demais.

Mesmo assim, Buemi mostra uma consistência rara num novato. Já dá para perceber por que a Toro Rosso apostou nele.

No único dia de pista seca, vale registrar que a Williams foi a mais rápida dentre as equipes que andaram com o carro de 2009.

Nada muito significativo, já que a equipe inglesa teve um ótimo desempenho na pré-temporada de 2008 e veio a decepcionar no campeonato.

De qualquer maneira, uma boa notícia para os fãs do time.

McLaren, Ferrari, Toyota e Renault tiveram, todas, algum tipo de problema mecânico durante os testes.

O que reforça a ideia de que os carros deste ano estão longe de ser inquebráveis.

Em começo de pré-temporada, as quebras são normais.

Entretanto, a limitação nos testes deve tornar mais difícil superar esses defeitos.

Agora, a próxima sessão de testes acontece no Bahrein, entre os dias 10 e 13 de fevereiro.

No meio do deserto, é um pouquinho mais difícil que as equipes sejam atrapalhadas pela chuva.

Quem sabe aí fique mais fácil tirar algumas conclusões sobre os carros de 2009.

Por enquanto, ainda não dá para arriscar nenhum grande palpite.

Um comentário:

Blog F1 Trulli disse...

não da pra tirar muitas conculsões desses treinos que foram totalmente comprometidos. + a impressão que fica é que esse ano a temporada vai ter um grande equlibrio entre as equipes e tb a regularidade vai ser tudo

p.s. pra variar tô apostando na Toyota q apesar da quebra promete "total" confiabilidade

Abração
http://f1trulli.blogspot.com/