domingo, 14 de setembro de 2008

Vettel, o Schumacher reencarnado

Amigos, o que vimos hoje fica para a história.

Com uma atuação perfeita, Sebastian Vettel venceu em Monza e se tornou o mais jovem da história a triunfar na Fórmula 1.

Atuação que só um gênio é capaz de ter.

Vettel largou da pole, abriu cinco segundos nas primeiras cinco voltas e ganhou como se estivesse pilotando no seco e os outros no molhado.

Ganhou com uma Toro Rosso. Que, há somente três anos, ainda era uma Minardi.

Da maneira como venceu, fica até complicado falar que foi zebra. Porque Vettel dominou a prova do início ao fim, não teve oposição dos adversários e praticamente não perdeu a liderança.

Impressionante.

A performance de Vettel hoje tem lugar, fácil, entre as maiores da história da Fórmula 1.

Nasce uma nova estrela da categoria.

O digno herdeiro de Michael Schumacher? Já não é exagero dizer isso. Com apenas 21 anos, Vettel ainda tem um longo caminho pela frente.

De repente, os recordes de Schumi não parecem tão imbatíveis assim...

Diante da excepcional corrida de Vettel, todo o resto ficou ofuscado.

Incluindo Kovalainen e Kubica, que fizeram belas provas para terminar no pódio. Alonso e Heidfeld também merecem elogios por terem mantido o carro na pista sem erros e somados mais uns pontinhos.

Na chuva, Massa provou que não é tão ruim assim. Mas também não é nenhum fenômeno.

Realizou linda e agressiva manobra sobre Rosberg e precisou devolver a posição - este Blog, pessoalmente, acha que não houve nada de errado.

De qualquer maneira, se recuperou e poderia ter terminado mais à frente se a Ferrari tivesse optado pela tática de apenas uma parada.

Mas, no fim, dá para dizer que Massa ficou no lucro. É só ver a terrível prova que fez Raikkonen...

Outro que não teve motivos para reclamar foi Hamilton. O inglês deve lamentar o resultado, mas não a corrida que fez.

Largou lá de trás, começou cauteloso e depois mostrou toda a sua habilidade no molhado. Hamilton fez várias manobras e merecia até um resultado melhor. O fim da chuva atrapalhou e ele precisou se contentar com o sétimo lugar.

Webber fechou a zona de pontuação, sem brilhar. O clima na Red Bull deve ser de total constrangimento. Certamente ninguém na equipe esperava ver a Toro Rosso conquistar uma vitória.

E a "filial", inclusive, já está na frente da "matriz" no campeonato.

De resto, vale um pequeno elogio para Nelsinho, que fez prova razoavelmente boa para fechar em décimo. E Rubinho, coitado, não tem nada a fazer com o carro da Honda. Foi só 17º, superando somente Bourdais - deu pena ver o franc - e Sutil.

Apenas um piloto abandonou, um número que impressiona pelas péssimas condições da pista de Monza. O único a desistir foi Fisichella, que se chocou com Coulthard.

Aliás, interessante perceber como a nova geração da Fórmula 1 está incrivelmente preparada e nem comete mais erros. Quando há acidentes, os protagonistas são quase sempre os veteranos...

Em duas semanas, a Fórmula 1 ruma para Cingapura. Assim como Valência, a pista é uma incógnita.

Certeza apenas é que será uma corrida sensacional.

11 comentários:

Saraiva disse...

"Assim como Valência, a pista é uma incógnita.

Certeza apenas é que será uma corrida sensacional."

Valência realmente era uma incógnita, e era certeza ter uma corrida sensacional também...
Mas foi um lixo.
Acho que essa corrida noturna vai decepcionar...

Daniel Médici disse...

Também estou esperando, sem tanta ansiosidade, por Cingapura. Mas Vettel foi incrível. Desde o GP Brasil de 2003 não havia um vencedor tão surpreendente.

Acho que os pilotos ainda cometem erros, mas as áreas de escape estão mais... imparciais ultimamente.

Enfim, torço para que vc esteja certo quanto ao GP cingalês.

Fábio Andrade disse...

Senhores, não se enganem:


Assistimos a um dos maiores feitos da F1. Arrisco-me a dizer que foi uma das coisas mais impressionantes da história.

E o campeonato segue embolado...

Anônimo disse...

Daniel, quem nasce em Cingapura é cingapurense ou cingapuriano. Cingalês é o gentílico do Sri Lanka.

Blog F1 Grand Prix disse...

Saraiva e Daniel,

Quando disse que a corrida será sensacional, me referia também ao centário da prova, que vai acontecer à noite. Será muito interessante ver como a Fórmula 1 vai se sair nessa experiência.

Não espero uma prova tão boa quanto Monza, Mônaco ou Montreal, mas certamente será melhor do que Valência...

Grande abraço a todos,

Gustavo Coelho

Maragato disse...

Sensacional...

essa é a definção para essa corrida.

Letobus disse...

Tenho as minhas dúvidas se essa corrida em cingapura vai ser sensacional mesmo, do jeito que os traçados do Tilke estão decepcionando... Acredito que a única coisa interessante vai ser mesmo o visual noturno (q eu estou esperando ansiosamente para ver), mas a corrida eu acho q vai ser pior q valencia.

E sobre o Vettel, será q ele não vai acabar pegando um carro pior no ano q vem? A toro vem evoluindo bastante ultimamente e tem um motor Ferrari, enquanto a Red bull tem um Renault, que dizem não ser um motor muito bom...

PS: Gustavo, vc está participando do bolao da McLaren (GPLeague), né?
Está atualizado direito para vc? Aqui nem colocaram o resultado da belgica ainda. eu acho q talvez eles estejam esperando o resultado do julgamento para atualizar o site. Mas eu estou achando estranho pq todos os boloes q eu estou participando não estão atualizados direito. o f1 manager não atualizou ate agora, sendo q normalmente eles são rapidos nisso. E o bolao da bridgestone está com um problema esquisito q se eu quiser eu posso mudar agora mesmo o meu palpite para a corrida de monza e acertar tudo. Eu estava pensando se o meu pc está bloqueando esses sites e carregando conteudo off-line antigo.

desculpe te importunar com assunto sem ligação com o post...

Abraço

Carlos T. disse...

Sei que não tem nada a vê com o assunto agora, mas só para constar: Indianápolis está se tornando também o maior templo mundial dos fiascos! Primeiro o fatídico gp de 2005 com apenas 6 carros, depois o desastre da Nascar este ano e agora a primeira corrida histórica da motogp que é interrompida devido ao temporal de hoje. Desse jeito a F1 não vai querer mais voltar pra lá...

Ron Groo disse...

Menos, menos Gustavo...
Vettel foi sim sensacional, mas convenhamos. Numa situação normal de corrida. Pista seca, sol e tudo o mais, nem nos pontos ele chegaria.
Azar dos outros pilotos que choveu e ele pulou na frente. Foi competente o suficiente para disparar na frente e manter-se lá, nas, Schumacher reencarnado é um pouco demais. Até porque Shumy tá vivo ainda.

Guilherme (RJ) disse...

O Vettel é merecedor de todos os elogios. Foi soberano do início a fim.

Mas acho que a maior proeza foi no sábado quando cravou a pole. A liderança, ali, equivaleu a 60% da conquista em Monza.

Além disso, não sofreu nenhum ataque efetivo que colocasse a vitória em risco. O único que poderia tomar-lhe a taça era o Hamilton, mas precisou ir aos boxes naquele exato momento.

Caramba, o Fisichella deu mais trabalho ao Hamilton do que o Kimi. O inglês passou como quis o finlandês, mas parece que ele se segurou em não arriscar uma ultrapassagem contra o Massa. Acho que ficou satisfeito em ter minimizado as perdas de ter largado tão atrás.

dado andrade disse...

Concordo com voce que o Vetel eh uma tremenda bota.Quanto a ser um novo Schumacher acho prematuro.Agora, lembrar que o carro era uma ex Minardi ou sucessor da propria,eh PIADA!!!!.Ali tem um Adrian Newey e muita grana. Abraco Dado Andrade.