quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Palpitão do Grande Prêmio da Bélgica

Para Raikkonen, é agora ou nunca.

Em Spa, pista onde vem de três vitórias consecutivas, o finlandês precisa com urgência de um bom resultado para mostrar que ainda tem condições de lutar pelo título.

Se tiver mais um desempenho burocrático, a Ferrari vai considerar seriamente a possibilidade de privilegiar Massa após o GP da Itália.

A prova deste fim de semana é a última chance de Raikkonen mostrar serviço neste ano. E há várias razões para acreditar que o finlandês vai desencatar em Spa.

Para começar, a previsão do tempo indica que não deve chover na classificação e na corrida. No seco, a Ferrari é favorita, embora a McLaren não esteja tão longe assim. Na disputa interna da equipe italiana, Raikkonen teoricamente leva vantagem sobre Massa por dois motivos diferentes.

O primeiro, e mais óbvio deles, é o histórico. Se Raikkonen tem três vitórias consecutivas em Spa, é claro que começa o fim de semana mais favorito do que o brasileiro.

Mas há um outro fator mais importante: o tamanho da pista. Sim, é isso mesmo. Spa é o circuito mais longo do calendário. Tem sete quilômetros de extensão, o que significa que completar uma única volta chega a demorar quase 1:50s.

E daí?

E daí que Raikkonen terá mais tempo para minimizar aquela que é sua principal deficiência neste ano: a dificuldade de aquecer os pneus para realizar uma única volta rápida. Por ser bem melhor nesse aspecto, Massa vem levando ampla vantagem sobre o finlandês nos treinos classificatórios.

Em contraste, Raikkonen sofre para conseguir uma boa posição no grid, fica preso no tráfego durante a corrida e não mostra seu verdadeiro potencial. Poucos dão importância às voltas rápidas, mas Raikkonen já tem sete "best laps" em 12 corridas.

Ou seja: as domingos, o finlandês costuma ser o piloto mais rápido. O problema é que ele já ficou para trás quando finalmente encontra seu ritmo.

Na Bélgica, Raikkonen tem uma ótima chance de largar mais à frente. E, saindo pelo menos da primeira fila, seu favoritismo é ainda mais amplo.

Dessa vez, o Blog joga suas fichas em Raikkonen. A corrida é decisiva para o finlandês.

Se não conquistar um bom resultado, pode dar adeus ao bicampeonato.

Como já escrevi lá em cima, a McLaren deve ficar próxima da Ferrari em Spa. Mas Hamilton dificilmente vai sair com a vitória.

O inglês disse que irá tentar correr pensando no campeonato. Não é fácil acreditar nisso, mas Hamilton certamente ficará contente de sair da Bélgica com pelo menos um segundo lugar.

Massa vem de vitória em Valência, está animado, só que não é a aposta mais segura neste fim de semana. No chutômetro, o Blog aposta que o brasileiro sai de Spa com um terceiro lugar.

Mas, como Massa vem surpreendendo a todos nas últimas provas, não seria surpresa alguma se conquistasse outra vitória.

Kubica, Kovalainen e Heidfeld são nomes quase certos na zona de pontuação, pelos equipamentos que têm em mãos. Se o alemão da BMW não fizer pontos, vai se complicar com a equipe.

Em Valência já foi estranho terminar somente em nono. Na Bélgica, num circuito onde é fácil ultrapassar, não haverá desculpas.

Sobram dois "intrusos" para a zona de pontuação. O Blog acredita que é um deles será Alonso, que está mordido pelas frustrações recentes que viveu com a Renault. Se chover, anotem aí, pode até pintar um pódio para o bicampeão.

Por fim, vem aí a aposta mais arriscada de todas - afinal, um Palpitão não tem graça alguma sem ao menos uma jogada de risco.

Pois bem, lá vai: Bourdais vai marcar pontos em Spa.

É difícil? Sim, é difícil.

Mas a Toro Rosso mostrou um ótimo ritmo em Valência. E o francês testou muito em Spa no ano passado, durante o período em que vinha se adaptando à Fórmula 1.

Conhece a pista e, assim como Raikkonen e Heidfeld, começa o fim de semana sob pressão. Está na hora do tetracampeão da ChampCar mostrar que veio para ficar.

Agora, vamos finalmente ao Palpitão do Grande Prêmio da Bélgica:

Pole: Kimi Raikkonen
Vitória: Kimi Raikkonen
Decepção do GP: Red Bull. Nada indica que o time evoluiu desde a corrida de Valência. Coulthard e Webber vão ser ofuscados pelos pilotos da Toro Rosso de novo...
Primeiro abandono: Nico Rosberg. Nada contra o alemão, mas sua temporada vem sendo muito irregular. Depois de andar bem no GP da Europa, pode ser que tenha um dia ruim em Spa...
Zona de pontuação:
1. Kimi Raikkonen
2. Lewis Hamilton
3. Felipe Massa
4. Robert Kubica
5. Heikki Kovalainen
6. Fernando Alonso
7. Nick Heidfeld
8. Sebastien Bourdais


Primeiros treinos amanhã às 5h00 e 9h00, com Sportv.

--

Antes de me despedir, fico feliz de anunciar que a blogosfera vai ganhando novos membros de qualidade a todo instante. Conheci hoje o blog De Olho na F1, escrito pelo aspirante a jornalista Fábio Andrade, e recomendo uma visita. Mais um espaço que chega para enriquecer ainda mais a comunidade automobilística na Internet brasileira.

5 comentários:

Fábio Andrade disse...

Meu palpitão não é tão extenso, apenas arrisco o vencedor: Raikkonen, se o tempo estiver seco. Chuva transforma tudo meio que numa loteria...

E, claro, obrigado pela força e pelas palavras. Fico muito feliz em ter um trabalho feito sem grandes recursos e grandes pretensões me rendendo citações tão lisonjeiras.

Abraço!

Priscila disse...

Olá Gustavo!
Segue mais um palpite! Acho que o Kimi não leva essa... mas chega perto.

1. Lewis Hamilton
2. Kimi Raikkonen
3. Felipe Massa
4. Heikki Kovalainen
5. Robert Kubica
6. Nick Heidfeld
7. Fernando Alonso
8. Nico Rosberg

Abração!

Saraiva disse...

A previsão é de que não vai chover? =(
Pensei que fosse chover...Espero que não seja mais uma corrida monótona essa...

LHaddicted disse...

Meu palpitão é Lewis em primeiro em todos os itens...

Ron Groo disse...

Vou contra a maré...
Felipe está em melhor fase que todos, com mais gana e vontade e se a equipe ajudar um pouquinho só... melhor equipamento.
Massa
Lewis
Kubica
Desta vez o Kimi vai ficar fora do podium na pista que ele tanto gosta.