terça-feira, 9 de setembro de 2008

McLaren ainda tenta recuperar vitória de Hamilton

E a McLaren insiste em tentar recuperar a vitória de Hamilton na Bélgica.

Nesta terça, a equipe confirmou qeu vai mesmo recorrer à Corte das Apelações da FIA. Disse também que não mandou o inglês devolver a liderança para Raikkonen porque a direção de prova não teria visto nada de errado na manobra de Lewis.

O problema é que a direção de prova não manda nos comissários, que tomam suas próprias decisões.

Agora, o resultado oficial do GP da Bélgica só vai sair dentro de um mês.

Até lá, a Fórmula 1 já terá passado por Itália, Cingapura e, muito provavelmente, também pelo Japão. Faltariam duas provas para o fim e a mudança do resultado na Bélgica provacaria uma transformação radical num momento decisivo da temporada.

A única chance de Hamilton recuperar a vitória na Bélgica seria chegar ao dia do julgamento na Corte em sérias dificuldades no campeonato.

Caso Massa esteja liderando com tranqüilidade, não haveria surpresa se o resultado da Bélgica fosse mudado para dar "emoção" às corridas de China e Brasil.

Mas esse não parece que será o caso.

Do jeito que o campeonato vai caminhando, tudo indica que Massa e Hamilton vão permanecer quase empatados até a prova de Interlagos.

O título está totalmente em aberto e cada corrida é absolutamente vital. Começando no próximo domingo, em Monza.

Massa corre na casa da Ferrari, com a torcida inteira ao seu lado.

Só que Hamilton está mordido e vai entrar muito motivado para conquistar uma vitória na terra do inimigo.

Vamos aguardar, mas já dá para ficar imaginando:

Será que alguém vai cortar a chicane na largada?

8 comentários:

Paulo Maeda™ disse...

Hamilton com certeza irá mordido para o GP da Itália, e akela chicane estreitíssima no final da reta dos boxes.....Bom, quero acreditar que será tudo disputado dentro das regras e limpamente.
Até mais.

Dé Palmeira disse...

Duvido que alguém corte um chicane daqui pra frente!

O problema é a guerra de nervos, que vai se agravar muito nas próximas etapas e quem estiver mais bem preparado psicologicamente deve levar uma vantagem expressiva.

O que, na minha opinião, não pareça ser o caso de Lewis Hamilton. Ainda que seja um grande piloto e com muitas chances de ser o campeão esse ano, o inglês da McLaren tem se mostrado muito imaturo quando sob pressão.

Como brasileiro e torcedor da Ferrari espero que Massa esteja bem de cabeça saiba tirar vantagem dessa situação.

Dé Palmeira disse...

Duvido que alguém corte um chicane daqui pra frente!

O problema é a guerra de nervos, que vai se agravar muito nas próximas etapas e quem estiver mais bem preparado psicologicamente deve levar uma vantagem expressiva.

O que, na minha opinião, não pareça ser o caso de Lewis Hamilton. Ainda que seja um grande piloto e com muitas chances de ser o campeão esse ano, o inglês da McLaren tem se mostrado muito imaturo quando sob pressão.

Como brasileiro e torcedor da Ferrari espero que Massa esteja bem de cabeça saiba tirar vantagem dessa situação.

GiglioF1 disse...

Gustavo,

Acho dificil mudarem algo...este tipo de decisao nao se toma sem uma bencao da FIA....
Passa no blog dos pobres , fiz um análise mais ampla do caso...a o punicao nao está somente sustentada na chicane...Hamilton aprontou muito...
Abraco!

danilo disse...

hamilton está mordido mas é a segunda corrida do motor como em valencia.
se o kovalainem for menos ruim, o titulo de construtores é da mclaren

Marcos Antônio Filho disse...

O resultado da corrida não deve alterar,mas Monza será um grande GP,pois com Hamilton mordido e Massa motivado,vai sair faísca esse GP.E Gustavo não esqueça,o GP de Monza é o GP 500 da Williams!

Fábio Andrade disse...

Acho que a McLaren apela da decisão de domingo simplesmente para ver no que vai dar. Creio que é quase consenso que a FIA não alterar o resultado da prova, ainda mais com o campeonato chegando ao fim.

A não ser que nos enganemos muito.

Fábio Andrade disse...

*(...) é quase consenso que a FIA não vai alterar (...)