segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Lucas di Grassi e a Toro Rosso. Por que não?

Notícia interessante que a revista Motorsport Aktuell divulgou nesta segunda.

De acordo com a publicação suíça, Nelsinho Piquet pode perder a vaga na Renault em 2009 para o compatriota Lucas di Grassi, piloto reserva da equipe.

Lucas já teria até sido escalado para a bateria de testes de Jerez, no fim de setembro. Além de preparar o carro da Renault para as provas finais do campeonato, o paulista de 24 anos passaria por uma espécie de "vestibular" para saber se tem condições de ser titular no próximo ano.

Uma hipótese remota, mas possível.

Embora não apareça muito, Lucas está bem avaliado na Renault por causa da bela temporada que vem fazendo na GP2. Infelizmente, a equipe francesa dificilmente vai ter espaço para ele em 2009.

Dispensar Nelsinho, convenhamos, é algo que a Renault já teria feito há muito tempo se realmente desejasse. E Alonso, embora tenha uma tonelada de opções, provavelmente vai continuar na equipe.

Se esse for o caso, Lucas estaria condenado a mais uma temporada no escondido cargo de piloto de testes. A menos que a Renault consiga encontrar outra solução...

Alguém aí já imaginou Lucas na Toro Rosso em 2009? Vamos analisar o cenário.

A Red Bull começou o ano bem melhor do que a Toro, mas vem sendo superada de maneira constrangedora pela "filial" nas últimas provas. O motivo seria o baixo rendimento dos motores Renault, que estariam sendo superados pelos Ferrari da Toro.

A equipe principal já teria sinalizado a intenção de correr com os Ferrari em 2009, mandando os Renault para a Toro. O problema é que existem contratos a serem cumpridos. Em tese, a Red Bull não pode abrir mão dos propulsores franceses de uma hora para a outra.

Mas é possível que a Renault faça uma acordo com a Red Bull. E se os franceses aceitassem "rebaixar" os motores à Toro Rosso com uma única condição: a contratação de Lucas di Grassi pelo time italiano?

Veja bem como seria bom para as duas partes: de um lado, a Renault colocaria seu promissor piloto reserva para ganhar experiência na Fórmula 1, com boas possibilidades de aproveitá-lo no futuro.

Além disso, a vaga de piloto de testes estaria aberta para o francês Romain Grosjean, outro jovem que a Renault trata com muito cuidado.

Na Toro Rosso, uma das vagas de titular é da Red Bull e a outra é preenchida pelo chefe de equipe Gerhard Berger, que repetidas vezes já manifestou a vontade de misturar um piloto novato com um veterano.

A formação ideal do dirigente austríaco seria Bourdais com algum jovem piloto. O problema é que as opções de "jovem piloto" oferecidas pela Red Bull não são satisfatórias - o suíço Sebastien Buemi não é bom o bastante e o indiano Karum Chandhok é uma aposta de alto risco.

Mas e se a Red Bull oferecer Lucas di Grassi, cedido pela Renault? Será que Berger não aceitaria? Dessa maneira, o austríaco já ficaria com um ótimo piloto numa das vagas e estaria livre para escolher quem ocuparia o outro cockpit da Toro, sem precisar sacrificar seu protegido Bourdais.

Além disso, Berger disse há pouco tempo que gostaria de contar com o próximo campeão da GP2 em 2009. Pois bem: Lucas não levou o título, mas foi o grande destaque da temporada...

Repito aqui que a contratação de Lucas di Grassi pela Toro Rosso não passa de mera especulação deste Blog.

Mas vamos esperar. Sem falsa modéstia, acertei que a Toyota contrataria Timo Glock na metade do ano passado, quando o alemão nem figurava na lista de possíveis candidatos a substituir Ralf Schumacher.

Vamos esperar para ver se, dessa vez, o chute vai no ângulo ou na bandeirinha de escanteio.

6 comentários:

Speeder_76 disse...

Mais um rumor como qualquer outro, Gustavo. Há bocado, publiquei nas minhas bandas o rumor de que Fernando Alonso pode ter assindo pela BMW Sauber por três épocas...

Eu sei oq vc fez no chucapol passado disse...

Tomara... me animaria muito ver o Di Grassi correndo... é um menino de ouro.. espero que não seja um erro de avaliação da minha parte e da mídia à época como foi o Pizzonia.

Paulo Maeda™ disse...

São rumores, mas nada impossível como vc disse em seu blog.
Mas não podemos esquecer que di Grassi está atrás de Bruno Senna nas apostas de quem vai pra F1.

Saraiva disse...

O melhor seria de Alonso saisse da Rennault, aí a vaga dele poderia ser preenchida pelo Lucas (Quanto ao Nelson, não sei se ficariam com 02 brasileiros na equipe...)

Leandrus disse...

Se alguém na GP2 mostrou que merece ir para a F-1 ano que vem, foi o Lucas di Grassi. Todos os outros pilotos, exceção do Pantano, foram irregulares demais. Mas o italiano não se mostrou tão bom a ponto de ir para a F-1.

E bem que o di Grassi poderia ir para a Toro Rosso, mais porque eu tenho uma simpatia pela equipe mesmo, rs

Ateh!

GiglioF1 disse...

Gustavo,
Opotuna matéria...
O Giglio vem destacando o Lucas ha tempos e aposto que estará na F1 próximo ano...é a melhor revelacao deste ano e é fera..
Pode sim pintar Toro Rosso..e mais, o próprio Lucas , se nao tiver assento este 2009, deve repensar de imediato a seu status na Renault...Ou corre ou sai.
abraco!