terça-feira, 15 de julho de 2008

Previsão de chuva para o Grande Prêmio da Alemanha

Os metereologistas se enganaram de novo. Depois de garantirem que o Grande Prêmio da Alemanha do próximo domingo seria disputado com sol, os especialistas do tempo agora asseguram que a corrida tem tudo para acontecer em pista molhada. De acordo com as últimas estimativas do site MSN Weather, pode chover em todos os três dias de atividades em Hockenheim.

Para a sexta-feira, a previsão indica 40% de possibilidade de chuva para a parte da tarde. No sábado, a expectativa é de um clima bastante nublado, com 60% de chance de chover ao longo de todo o dia. O maior percentual é justamente o de domingo: no momento, há 80% de possibilidade de pequenos chuviscos pela manhã, que podem se alongar até o horário da largada.

A última vez em que choveu em Hockenheim foi no ano 2000, quando Rubens Barrichello conquistou a primeira vitória de sua carreira. No ano passado, um temporal assolou o G.P. da Europa, única corrida da temporada disputada na Alemanha. O circuito de Nurburgring, que sediou a prova, agora se divide com Hockenheim na tarefa de receber a corrida germânica. Segundo notícia divulgada hoje, aliás, o revezamento foi estendido até 2011.



Sensação da pré-temporada, a Williams talvez seja a grande decepção do ano até aqui. O clima na equipe não é de muito otimismo, como Nico Rosberg deixou escapar nesta terça. "Tenho boas lembranças de Hockenheim, onde consegui bons resultados nas categorias de base. Estou ansioso para correr em casa, mas sei que será bastante complicado lutar por pontos", admitiu Rosberg, que não termina entre os oito primeiros desde o G.P. da Turquia.

Nos bastidores, a transferência do Banco Santander para a Ferrari em 2010 já é dada como certa. Se concretizado, o acordo poderia significar a contratação de Fernando Alonso pelo time de Maranello. Mas hoje surgiu uma novidade: segundo a imprensa européia, o Santander não deixaria de patrocinar a McLaren. Pelo visto, a instituição espanhola seguiria na equipe de Ron Dennis através do Abbey, que pertence ao Santander e aproveitaria a presença de Lewis Hamilton.

Para terminar o giro pelas notícias do dia, vale mencionar uma declaração do italiano Giancarlo Fisichella. Ao contrário do colega David Coulthard, o italiano não pensa em aposentadoria. "Estou me divertindo. Ainda amo este esporte e no ano que vem quero continuar aqui, seja na Force India ou em outra equipe", falou Fisichella. O veterano garante ter assinado um contrato de dois anos com o time indiano, mas tem consciência da forte possibilidade de mudar de endereço na próxima temporada.



Quer uma sugestão? Antes de apertar o "play", diminua o som. Com vocês, um narrador japonês que deixa Galvão Bueno no chinelinho:


Alguém me explica o que foi aquele grito na marca de trinta segundos??

Nos vemos por aí!

Crédito das fotos:
www.motorsport.com

5 comentários:

Fábio disse...

Todo final de semana de corrida esse ano surge a notícia de que pode chover. As vezes acertam, mas as vezes erram. Pq isso???
Será pq fica todo mundo querendo ver uma corrida com chuva e sem controle de tração nos carros? Pq só assim as corridas tem emoção??
Ou São Pedro resolveu mandar chuva pra todas as corridas do ano???

GiglioF1 disse...

Gustavo,

Parece que para esta fase Européia é melhor os carros trocarem a
" Bigorna" por um guarda chuva...trará mais resultados!!!

Abraco!!!

phigo disse...

Olá Gustavo, tudo bem?

vi o vídeo e o que o locutor fala, ou melhor grita é que houve uma grande batida... dai crash é o termo que o locutor utiliza, e a diferença é que "crash" tem uma pronúncia ajaponesada (não sei se existe este termo...rs) 11% da lingua japonesa, possui termos em inglês que devido a pobre fonética japonesa acabam criando algumas palavras esquisitas para alguém do ocidente... sempre assisto a F-1 através da Fuji TV (Fuji Terebi) e sempre que posso vejo a prova também com a narração do Galvão Bueno, e verdade seja dita, em todos os países existem os Galvões da vida, mas o nosso é insuperável... veja isto como um elogio e não como uma crítica ao trabalho feito por ele...rs!

abraço

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado pelas mensagens!

Fábio: É realmente impressionante como neste ano a previsão do tempo sempre aponta chuva. Na maioria das vezes erra, mas é bom sempre conferir...

Phigo: Concordo com você: todo país tem um Galvão. Fico vendo no YouTube vídeos com narrações de outras nacionalidades e fico impressionado. O finlandês, o inglês, o espanhol, o francês, todo eles gritam que é uma barbaridade hehehe...

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho

junior disse...

hahahahah... eu acordei minha familia inteira com as gargalhadas q soltei apos ouvir o "desespero" do narrador... uahauhauahuahauh... sem comentários


Abraços

Cruz