domingo, 6 de julho de 2008

Análise do Grande Prêmio - Inglaterra/Silverstone (06/07/2008)

Atualizado às 15:35h de 07/07, com uma correção no texto sobre Felipe Massa. Por causa de um ato falho, escrevi "a nona posição no grid não foi culpa da Ferrari", quando o correto seria justamente o contrário: "a nona posição FOI culpa da Ferrari". Desculpe a todos pelo engano!

Análise dos pilotos:

Lewis Hamilton
Leva a nota máxima apesar do erro no sábado. Venceu com mais de um minuto de vantagem, sem cometer nenhum deslize. Está de volta na briga pelo título. Agora, ainda mais forte.
Nota: 10

Nick Heidfeld
Corrida para calar os críticos. Foi sempre mais rápido do que Kubica e realizou uma série de belíssimas ultrapassagens. Poderia ter desafiado Hamilton se tivesse arriscado pneus de chuva forte.
Nota: 9

Rubens Barrichello
O nome da corrida. Usou a experiência para conseguir um resultado simplesmente fantástico. Enfim, fez jus a tudo que a Honda investiu na sua contratação.
Nota: 10

Kimi Raikkonen
Abusou dos erros, mas contou com a sorte para finalizar entre os primeiros. No fim, saiu no lucro com o quarto lugar.
Nota: 6

Heikki Kovalainen
A pole foi uma recompensa após a maré de azar das últimas provas. Mas deu várias passeadas na grama e jamais acompanhou o ritmo de Hamilton. Só terá chance de vencer no dia que o inglês tiver problemas.
Nota: 7

Fernando Alonso
Parecia mais preocupado em se divertir. Tinha possibilidade de terminar entre os três primeiros, mas errou ao permanecer com intermediários. Ainda assim, quase supera Raikkonen e Kovalainen.
Nota: 7

Jarno Trulli
Não desistiu nunca, o que vem sendo uma característica marcante neste ano. Passou Nakajima nos metros finais da prova, somando mais uns merecidos pontinhos.
Nota: 7

Kazuki Nakajima
Continua surpreendendo muita gente, embora tenha bobeado ao perder o sétimo lugar para Trulli na última volta. No campeonato, já aparece empatado com Rosberg.
Nota: 7

Nico Rosberg
Deveria ter pontuado não fosse um choque com Glock. É daqueles pilotos que não costumam andar bem na chuva. E dessa vez não foi diferente.
Nota: 4

Mark Webber
Atuação espetacular na classificação estragada por uma rodada na primeira volta. Depois disso, Webber até esboçou uma recuperação, mas escolheu mal os pneus e ficou para trás.
Nota: 5

Sebastien Bourdais
Levou o carro até o fim de maneira burocrática. Assim como nas corridas mais recentes, não conseguiu acompanhar o ritmo de Vettel. Sua irritação já é bastante percebida fora da equipe.
Nota: 4

Timo Glock
Outro que não se encontrou na pista molhada. Superado constantemente por Trulli, vai desperdiçando a chance que tanto esperou na Fórmula 1.
Nota: 3

Felipe Massa
A nona posição no grid foi culpa da Ferrari. O desempenho de Massa na corrida, porém, beirou o ridículo. Rodou no mínimo cinco vezes e finalizou em último. Não poderia ter sido muito pior...
Nota: 2

Robert Kubica
Finalmente mostrou fraquezas, num fim de semana em que realmente faltou sorte. Largando de trás, conseguiu uma boa recuperação. Mas tentou andar mais rápido do que as condições permitiam...
Nota: 5

Jenson Button
Provavelmente marcaria pontos, só que não conseguiu manter o carro na pista. Vai sendo superado por Rubinho, o que pode complicar sua aparente estabilidade na Honda.
Nota: 4

Nelsinho Piquet
Vinha fazendo uma corrida promissora, com boas possibilidades de terminar no podium. Mas um único erro pôs tudo a perder. O abandono foi culpa sua, mas Nelsinho também levou azar.
Nota: 7

Giancarlo Fisichella
Com a experiência que tem, não pode cometer tantos erros. Dessa vez, saiu da pista ao atrapalhar-se para dar passagem ao líder Hamilton.
Nota: 2

Adrian Sutil
Bateu Fisichella nos treinos. Na corrida, porém, voltou a abandonar muito cedo. Em nove corridas, seu melhor resultado é apenas um 16º lugar.
Nota: 3

Sebastian Vettel
Inocente no choque com Coulthard. Mas, desde as primeiras curvas, já vinha se arriscando demais. Apesar de tudo, mostra que vai evoluindo junto com a equipe.
Nota: 6

David Coulthard
O anúncio da aposentadoria veio em boa hora. Correndo em casa, o escocês voltou a provar que seu tempo já passou. Logo no início, provocou batida com Vettel e foi obrigado a abandonar.
Nota: 2

Análise das equipes:

Ferrari
Na Inglaterra, uma série de bobagens indesculpáveis. Ainda tem o melhor carro do grid, mas pode jogar o título fora se continuar errando seguidamente.
Cotação: *

BMW
Dessa vez, Heidfeld salvou a honra da casa. Um merecido segundo lugar para o criticado alemão. Por outro lado, Kubica errou e abandonou a corrida. Mas o polonês tem crédito...
Cotação: ***

McLaren
O fim de semana foi perfeito para Hamilton, mas a McLaren pode lamentar a quinta posição de Kovalainen. Porque, em condições normais, provavelmente sairia de Silverstone com uma dobradinha.
Cotação: ****

Toyota
Trulli reclamou da tática do time e disse que poderia ter conquistado outro podium. Por sua vez, Glock vai abusando dos erros. Se continuar assim, o alemão não continua em 2009.
Cotação: ***

Red Bull
Pela primeira vez desde a Austrália, ficou sem pontuar. Culpa dos erros individuais dos pilotos. O segundo lugar de Webber no sábado mostrou todo o potencial da Red Bull.
Cotação: **

Williams
Embora tenha marcado um pontinho suado, não tem motivos para comemorar. Nessa altura, já é evidente que a equipe sofreu uma forte queda de rendimento.
Cotação: **

Renault
Andou bem na classificação, colocando os dois carros entre os dez primeiros. Somou três pontos, mas sai de Silverstone com um ar de decepção. Nelsinho poderia ter feito um podium...
Cotação: ***

Honda
Finalmente, a equipe teve motivos para sorrir. A estratégia escolhida para Rubinho foi perfeita. E Button também teria pontuado se tivesse levado o carro até o fim.
Cotação: ****

Toro Rosso
Vettel foi vítima de um afobado Coulthard e Bourdais não conseguiu encontrar um bom ritmo em Silverstone. O novo carro trouxe evolução, mas ainda falta um pouco para pontuar com mais freqüência.
Cotação: **

Force India
Quando surge a oportunidade de um bom resultado, os pilotos também não ajudam. Na Inglaterra, dois abandonos por saídas de pista. Pelo visto, a Force India vai passar o ano em branco.
Cotação: *

Análise da corrida:

A chuva realmente transforma as provas da Fórmula 1. O Grande Prêmio da Inglaterra foi, de longe, o melhor da temporada. Se Lewis Hamilton não recebeu tantas ameaças assim na disputa pela ponta, sobrou emoção no pelotão intermediário. Quase impossível contar o número de saídas de pistas e trocas de posição, especialmente na segunda metade da corrida. Quem dera fosse sempre assim...
Nível: Ótimo

Análise do campeonato:

Quem diria que na metade do campeonato haveria um empate tríplice na liderança? Faltando nove provas para o fim da temporada, o título está completamente indefinido. Massa e Raikkonen dispõem do melhor equipamento, mas Hamilton tem a vantagem de concentrar as atenções da McLaren. Isso sem falar em Kubica, que continua firme na briga apesar do abandono na Inglaterra. Fortes emoções à espera nas próximas corridas...
Nível: Excelente

Balanço dos palpites:

Vitória: Lewis Hamilton. Acertei em cheio!
Pole Position: Kimi Raikkonen. A Ferrari perdeu para a McLaren ao longo de quase todo o fim de semana
Decepção do G.P.: Williams. A equipe inglesa não foi a única decepção do fim de semana. Mas esteve bem abaixo do esperado
Primeiro abandono: Fernando Alonso. O bicampeão escapou da minha secada e fez um razoável sexto lugar
Zona de pontuação:
1. Lewis Hamilton. Na mosca!
2. Kimi Raikkonen. Não fosse o problema na primeira parada, era um acerto provável
3. Felipe Massa. A chuva destruiu a corrida do brasileiro, que passou longe do podium
4. Heikki Kovalainen. Quase também. Heikki vinha em quarto, mas errou a poucas voltas do fim
5. Robert Kubica. Se tivesse terminado, provavelmente ficaria mais ou menos pelo quinto lugar
6. Jarno Trulli. Passei perto. Um abandono a mais entre os líderes e teria acertado a posição de Trulli
7. Nick Heidfeld. O alemão andou muito mais do que o esperado
8. Nelsinho Piquet. A aposta em Nelsinho para os pontos não foi ruim. Se não fosse aquela rodada...

Placar da temporada:
Austrália - Vencedor: Lewis Hamilton. Palpite: Kimi Raikkonen (abandono)
Malásia - Vencedor: Kimi Raikkonen. Palpite: Lewis Hamilton (quinto)
Bahrein - Vencedor: Felipe Massa. Palpite: Felipe Massa (PRIMEIRO)
Espanha - Vencedor: Kimi Raikkonen. Palpite: Felipe Massa (segundo)
Turquia - Vencedor: Felipe Massa. Palpite: Kimi Raikkonen (terceiro)
Mônaco - Vencedor: Lewis Hamilton. Palpite: Lewis Hamilton (PRIMEIRO)
Canadá - Vencedor: Robert Kubica. Palpite: Robert Kubica (PRIMEIRO)
França - Vencedor: Felipe Massa. Palpite: Kimi Raikkonen (segundo)
Inglaterra - Vencedor: Lewis Hamilton. Palpite: Lewis Hamilton (PRIMEIRO)

Meu único grande erro foi ter apostado num fim de semana ruim para a Honda. Pelo contrário: a equipe japonesa saiu de Silverstone com o seu melhor resultado nos últimos dois anos. Em compensação, acertei ao apostar em pontos para a Toyota e numa boa corrida para Nelsinho Piquet. E o principal de tudo: o palpite na vitória de Hamilton revelou-se certeiro.
Nível dos palpites: Muito bom
Placar da temporada: Quatro acertos em nove possíveis (44,4% de aproveitamento)

Por hoje, é só. Até a próxima!

7 comentários:

Rodrigo Morano disse...

Bela análise dos pilotos e olho no Heidfeld tbm.
Está a 12 pontos dos líderes, oque num campeonato tão imprevisivel pode significar pouca coisa.
Abraços.

Adalberto Althoff Jr. disse...

Acertou na nota 10 para Rubens, mas errou ao dizer que "enfim fez jus...

Pedro Rocha disse...

Exelente analise. Rubinho enfim mostrou que não era favas contadas hehe... Massa vem demonstrando aos poucos que, assim como seu companheiro de profissão, Lewis Hamilton, não custuma se dar muito bem com a pressão de ser primeiro lugar no campeonato.
Mandei um email ai pra você Gustavo, com um pega sensasional entre Massa e Kubica. Provavelmente você já deve ter visto mas ta lá.

Valeu Lito,
Abraço!

Guilherme (RJ) disse...

Suas análises estão corretas até pela bagunça que foi essa corrida.

Só não acho que o GP de Silverstone tenha sido de longe o melhor. Vá lá, foi a salvação do Barrichello, mas prefiro uma corrida com menos água. Gosto dos carros na pista e não rodopiando na grama ou caixa de brita a todo momento.

[olho no Heidfeld]2 que a próxima corrida é na Alemanha. A diferença não é tanta assim, e o alemão está se mostrando regular novamente. Na pior das hipóteses a BMW vai se manter a frente da McLaren e ainda incomodar a poderosa Ferrari.

Abraços!

GiglioF1 disse...

Gustavo,

De forma geral estou contigo na análise...Voce comenta que o 9° posto de saída de Massa nao foi culpa da Ferrari??... Acho que se ele sai para a volta lancada dificilmente sairia na pole , mas entre os 3 seguramente...
Ele esteve muito mal...de qq forma.

Nelsinho também gostei...

Bons palpites!!
Abraco!

Anônimo disse...

UUUUUUUU, LDUUUUUUUUUUUU

Blog F1 Grand Prix disse...

Obrigado pelas mensagens!

Pedro Rocha: Valeu pelo comentário! Vou dar uma checado nos meus e-mails...

Guilherme: Não tinha me ocorrido que a próxima corrida é na casa de Heidfeld. O alemão certamente vai de ânimo renovado para correr na frente de sua torcida...

Anônimo: Tenho que aturar, né hehehe!

Grande abraço a todos!

Gustavo Coelho