sexta-feira, 31 de julho de 2009

Schumacher está de volta... mas até onde o alemão pode ir?

São ótimas as notícias sobre a recuperação de Felipe Massa.

Ao longo da semana, o brasileiro evoluiu de forma rápida e constante. Não sofreu danos no olho esquerdo e, ao que tudo indica, não terá problemas para retomar sua carreira.

É claro que a temporada ficou comprometida, mas isso não importa muito. Ao menos, Massa não estava disputando o título. Se o acidente tivesse acontecido no ano passado, teria sido muito pior.

Ainda não se sabe quanto tempo o brasileiro ficará fora das pistas. É possível que volte ainda neste ano, mas a Ferrari já arranjou um substituto bem interessante.

Nessa altura, todos já sabem quem é: Michael Schumacher.

A escolha do alemão foi natural para a Ferrari. Schumi deve ter sido, desde o início, a primeira opção da escuderia italiana. A dúvida era se ele aceitaria ou não o desafio de abandonar a aposentadoria.

Pois o heptacampeão topou. E, a partir de agora, será a grande atração da Fórmula 1 até o fim da temporada.

Até onde Schumacher pode ir? Disputar o título, evidentemente, não dá mais. Mesmo se vencesse todas as corridas, Schumi ainda não teria chances de alcançar o líder Jenson Button.

Mas a Ferrari vem melhorando e Kimi Raikkonen fez um segundo lugar na última corrida... será que dá para imaginar Schumacher vencendo corridas? Sim, é claro que sim.

O alemão não brinca em serviço. Mal confirmou seu retorno às pistas, "alugou" um antigo F2007 de um colecionador e foi treinar em Mugello.

Nesta sexta, a Ferrari conseguiu a autorização das demais equipes para fazer um teste com Schumacher e o carro deste ano, o F60. Isso seria proibido pelo regulamento, mas os adversários deixaram. Talvez se arrependam mais tarde...

Mesmo não tendo a Ferrari vencido até aqui em 2009, Schumacher já é grande favorito a vitórias em todas as provas que disputar.

--

E a BMW anunciou esta semana que abandona a Fórmula 1 no fim do ano.

Bastou uma temporada abaixo das expectativas - ok, BEM abaixo das expectativas - para o time alemão tirar o time das pistas.

A notícia é triste e mostra o descompromisso das montadoras com o esporte. Agora, resta torcer para que alguém assuma a escuderia.

E que Robert Kubica, um dos pilotos mais talentosos do grid, não seja jogado para fora da Fórmula 1 em 2010.

2 comentários:

indycar disse...

Ola Muy Linda Web Soy Fanatico De La IndyCar Te Dejo Mi Blog Asi Me Agregas Ya Agrege El Tuyo ;)

Un Abrazo Grande Desde Argentina!

http://indycaraldia.blogspot.com/

http://indycaraldia.blogspot.com/

http://indycaraldia.blogspot.com/

Ron Groo disse...

Ele, o Shumacão, não precisa provar mais nada. O que fizer vai ficar legal tenho certeza.

Bmw? Que vá pro inferno e leve a Renault junto.