terça-feira, 12 de maio de 2009

Ferrari blefa e diz que vai abandonar a Fórmula 1

E estourou de vez a guerra entre a FIA e a Associação das Equipes.

Nesta terça-feira, a Ferrari confirmou a ameaça que todos esperavam: não vai disputar a temporada de 2010 caso o teto orçamentário imposto pela FIA seja mantido.

O presidente do time de Maranello é Luca di Montezemolo, o homem que também comanda a Fota.

Portanto, qualquer posição que a Ferrari assumir é a mesma da Associação de Equipes.

Irritado com o autoritarismo do manda-chuva da FIA, Max Mosley, Montezemolo reagiu exatamente da maneira que se esperava.

Jogou sua cartada mais alta: a ameaça de retirar a Ferrari do Mundial.

Em episódios passados, o saudoso Enzo Ferrari já lançara mão do mesmo artifício. Sempre que colocava a participação da Ferrari em dúvida, vencia a queda-de-braço.

Agora, a situação é mais difícil.

Porque, embora isolado pelas equipes, Mosley é teimoso o suficiente para insistir em suas ideias. Ele não vai desistir tão facilmente.

A Ferrari ameaça, reclama, esperneia, e tudo com bastante razão - porque o regulamento de 2010, de fato, é de uma imbecilidade cavalar.

Diz que vai se retirar da Fórmula 1, e assusta todo mundo.

Só que falar é uma coisa. Fazer é outra.

Tudo leva a crer mesmo que a atitude da Ferrari é realmente um blefe.

Uma jogada de risco. E que, provavelmente, vai surtir resultado.

Mesmo sabendo que a Ferrari não abandonaria a Fórmula 1, Max Mosley será obrigado a recuar. Pressionado por Bernie Ecclestone - que vê a saída do time de Maranello como algo terrível - e pela opinião pública ao redor do mundo.

Neste primeiro "round" da guerra entre a FIA e a Fota, as equipes - lideradas pela Ferrari - devem sair vencedoras, com Mosley sendo forçado a adaptar sua regra do teto orçamentário.

Mas o presidente da FIA está longe de ser derrotado.

Por mais que todos odeiem essa situação, a Fórmula 1 está condenada a viver uma longa e cansativa disputa de bastidores ao longo dos próximos meses.

3 comentários:

Ron Groo disse...

A FIA cede, não sem ranger de dentes, mas cede.

murilo disse...

aew gustavão, tenho um blog sobre F1 também, vou adicionar você la no meu beleza ??

abração

Paulo Maeda disse...

complemento o q o Groo disse:

A FIA perde a batalha, mas não vai querer perder a guerra... enfim mais um round a vista.