sexta-feira, 27 de março de 2009

Primeiro dia do GP da Austrália só levanta mais dúvidas

O primeiro dia de treinos na Austrália, ao invés de esclarecer dúvidas, apenas levantou mais perguntas.

O resultado pareceu completamente aleatório.

Na liderança, o azarão Nico Rosberg, da Williams, que foi o mais rápido nas duas sessões de ensaios.

O segundo lugar ficou com Rubens Barrichello, confirmando o potencial da novata Brawn GP.

A Toyota, com Trulli em terceiro, e a Red Bull, com Webber em quarto, mostraram algum potencial.

Nas oito primeiras posições, nenhum carro de Ferrari, McLaren e BMW, as três melhores colocadas no Mundial de Construtores do ano passado.

O time de Lewis Hamilton, em especial, teve desempenho bastante discreto.

O atual campeão foi apenas o 18º, enquanto o companheiro Heikki Kovalainen não passou de 16º.

A Ferrari não teve lá uma atuação muito melhor: Raikkonen em nono, Massa em 11º.

E a BMW? Heidfeld foi o 14º, uma posição à frente de Kubica.

É claro que as equipes podem estar blefando e escondendo o verdadeiro potencial do carro para o treino classificatório.

Mas a hierarquia da Fórmula 1, de fato, não é mais a mesma.

Embora ainda seja cedo para saber o tamanho das mudanças, já está claro que este ano será bem diferente.

4 comentários:

Paulo Maeda™ disse...

eu tb acho q eh puro blefe da Mclaren, Ferrari e BMW. E que Williams, Toyota e a Brawn nao vao conseguir ir bem... esses treinos livres...

Ron Groo disse...

É... confesso que fiquei sem chão mesmo.
Em todos estes anos que acompanho o mundial de F1 nunca vi milagres.
Parece que este ano vou ver...
Go Williams, go!

alan disse...

nao sei ate quando isso vai durar, talvez acabe hoje a noite mesmo (eu nao acredito nessa hipotese)! mas as 3 equipes que dominaram os primeiros treinos livres fazem uso do tal polemico difusor. será que ele será proibido? será que as outras equipes vão imitar a tal peça? só o tempo dirá! eu particularmente torço pra que essa reciravolta seja verdadeira, a fórmula 1, que já vem se renovando bastante há 2 anos, merece tantas novidades após os monótonos anos Schummacher!

Aderson disse...

O ano passado a Williams tambem teve boa performance no inicio da temporada mas, por falta de grana, começou a ficar pra tras pois não podia acompanhar os diversos upgrades das outras equipes.
Talvez, com a proibição dos testes, ela possa ter um ano mais competitivo.