quinta-feira, 12 de março de 2009

Brawn GP - De lanterna a favorita em apenas quatro dias

Como não ficar espantado com o desempenho que a Brawn GP apresentou nesta semana?

Para encerrar a bateria de testes em Barcelona com chave de ouro, Rubens Barrichello foi o mais rápido desta quinta-feira e impôs quase oito décimos de vantagem para o segundo colocado, Nico Rosberg.

De forte candidata a lanterna do grid, a Brawn passou a favorita de muita gente em apenas quatro dias.

Difícil dizer se a equipe vai manter a superioridade impressionante até o GP da Austrália, mas é fato que Rubinho e Button não vão apenas fazer número no grid deste ano.

A Brawn GP chacoalhou a pré-temporada mais chata do passado recente e tornou inúteis todos os palpites que já haviam sido dados sobre o próximo campeonato.

Ninguém mais sabe direito o que está acontecendo.

Será que a Brawn vem em condições de disputar vitórias e, quem sabe, até o título?

Ainda não dá para saber.

Mas que ninguém esqueça de um detalhe.

Quando o regulamento técnico de 2009 começou a ser pensado, as equipes precisaram escolher um representante para liderar o grupo de estudos responsável por elaborar as novas regras.

E quem foi escolhido?

Um certo Ross Brawn.

Some-se a isso o fato de a Honda ter começado o desenvolvimento de seu carro de 2009 já em fevereiro do ano passado e dá para concluir que o desempenho da Brawn GP não é tão inexplicável assim.

Nessa altura, os executivos da montadora japonesa devem estar suando frio.

Talvez a maior bobagem da Honda, nesses tempos de crise, tenha sido retirar sua equipe da Fórmula 1.

Se arrependimento matasse...

7 comentários:

MGABRIELL disse...

ACHEI QUE SERIA O ANO DO MASSA, MAS AGORA QUERO QUE O TÍTULO SEJA DECIDIDO ENTRE OS DOIS!!! QUERO VER DE NOVO DOIS BRASILEIROS BRIGANDO PELO TÍTULO MUNDIAL…. JÁ PENSARAM EM VER TRÊS BRASILEIROS NUM MESMO PÓDIO?? MASSA/RUNINHO;PIQUET.. UHUUU!!

Ovi disse...

Hola he vsito que tienes un blog de f1.
Me gusta mucho tu blog.
Yo me cree una hace poco, y me gustaria que te pasaras y me visitaras y me comentaras.
Seguiré tu blog.
Un saludo.

cruzzoe disse...

Mas para a sorte da Brawn a Honda se retirou e ao belo carro projetado se uniu um grande propulsor... Tudo coincidiu para o carro melhor nascido se encontrar com o motor mais potente...

Gavião Boemio disse...

-Já pensou se a mercedez resolva comprar a Brawn?

Colin Foster disse...

o fato de terem começado a preparar o carro 1 ano antes com ceerteza auxiliou, mas esses 8 décimos de vantagem, com certeza, não vao se repetir durante o ano. será que quando for preciso exigir ao máximo, o carro vai corresponder? será que os pliotos, muito desacostumados a andar na frente, disputar primeiras colocalções (vale lembrar que o rubinho nos tempos de ferrari nunca foi, de fato, um grande candidato ao titulo) vão saber como segurar o carro em situações extremas? para mim, a grande estrela da escuderia é justamente quem lhe dá o nome: ross brawn.

GiglioF1 disse...

Gustavo,

O carro é bom , mas corrida é diferente...Colin tem razao , mas cuidado , Barrica ja andou muito na frente!!!
Aparece lá nos pobres que ha uma enquete que voce tem de responder!!

abraco!!

Fábio Andrade disse...

Sendo real ou não, o desempenho da BGP é das coisas mais marcantes em muito tempo na F-1.