domingo, 23 de novembro de 2008

GP da França não deve retornar ao calendário antes de 2011

No ano que vem, pela primeira vez desde 1955, o Grande Prêmio da França não será disputado.

Por causa da crise econômica mundial, a prova foi retirada do calendário da F-1 sem piedade.

Berço da Federação Internacional de Automobilismo, a França também foi a sede do primeiro Grande Prêmio da história, disputado em 1906 e vencido por um húngaro chamado Ferenc Scisz.

É verdade que o único francês a conquistar um título mundial foi Alain Prost, mas é indiscutível que a França é uma das nações mais tradicionais do automobilismo.

Agora, infelizmente, parece fadada a passar um bom período longe da Fórmula 1.

Confirmada a saída de Magny Cours, seis projetos surgiram para salvar o GP da França.

Apenas um deles, que previa uma corrida dentro do parque da EuroDisney, poderia ser concretizado até 2010.

Não mais.

Argumentando que o plano é "economicamente inviável", os responsáveis pela idéia - entre eles, o próprio Alain Prost - anunciaram que o projeto de uma corrida da F-1 na EuroDisney fracassou.

Portanto, o GP da França está afastado do calendário até 2011, no mínimo.

Uma pena.

A Fórmula 1 não vai sentir falta de uma pista como Magny Cours, de traçado insosso, repetitivo e quase sem pontos de ultrapassagem.

Mas a França tem um peso histórico que a categoria não poderia ignorar.

Não há nada de errado em realizar provas em paraísos financeiros como Cingapura, Bahrein, Emirados Árabes Unidos e companhia.

Só que já se está chegando quase ao ponto do exagero.

Os dirigentes da Fórmula 1 não podem esquecer de seu público mais fiel e tradicional.

A categoria precisa preservar sua tradição para não perder a própria identidade.

6 comentários:

Paulo Maeda™ disse...

realmente, Magny Cours não deixará saudade. Mas não posso negar q a pista ainda mantinha um bom status. Asfalto liso e pouco abrasivo, algumas chicanes de alta velocidade... realmente uma pena.

Agora a pista se soma a Hockenheim (traçado antigo),Ímola e Silvertone na lista de pistas históricas que serão abandonadas na F1... uma pena

GAVIAO BOEMIO disse...

França sai do calendário pq os franceses não dão a mínima pra formula 1.
Sai tarde, que venham os novos amantes do esporte.

GiglioF1 disse...

Gustavo,

Existem muitos interesses por trás...Mas nao acho bom a Franca estar por fora...
Mas é fato , novos polos de competicao estao surgindo , eos velhos polos tem de justificar sua presenca...
É o nosso caso...
Abraco!!

Leandrus disse...

Por mais que a pista ofereça corridas chatas (embora a deste ano não tenha sido tão ruim assim), é dose perder uma prova num lugar tão tradicional e aturar Malásia, Bahrein e China...

F1 NA GERAL disse...

convenhamos, barcelona e hungria também são bem chatinhas hein ... não faria falta nenhuma também.

tiago disse...

barcelona e hungria saum circuitos mto bons... faria mta falta sim sr.