quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Alonso na Ferrari, a novela que nunca acabará

Fernando Alonso anunciou no início do mês que vai permanecer na Renault em 2009.

Parecia que os insistentes boatos sobre o futuro do espanhol iriam tirar férias junto com o piloto.

Mas bastaram poucos dias para que a novela "Para onde vai Alonso?" voltasse a ganhar novos capítulos.


Mais importante do que a própria notícia é a declaração do presidente do banco, que afirma com todas as palavras: "Nós queremos trabalhar com Alonso".

Em 2009, o bicampeão está garantido como titular da Renault, e isso não há mais como mudar.

O acordo de Alonso é de dois anos, mas há certamente uma cláusula de desempenho ou uma multa rescisória que poderia liberar o espanhol para a Ferrari em 2010.

O Santander, pelo visto, não hesitaria em bancar a contratação de seu piloto preferido.

O "problema" é que a Ferrari já tem dois pilotos contratados até o fim de 2010.

Massa está em alta na equipe e Raikkonen é um campeão do mundo. Nenhum dos dois parece ter qualquer motivo para temer uma demissão.

Entretanto, a Fórmula 1 é um dos ambientes mais instáveis do planeta.

Ainda é cedo, muito cedo, para cravar onde Alonso vai correr em 2010.

A principal possibilidade é mais um ano na Renault. Se o Blog precisasse apostar agora, seria este o palpite.

Como sempre, porém, é bom manter um pé atrás.

Muitos jamais levaram a sério os boatos que ligavam Alonso à Ferrari.

Mas, com a chegada do Santander à equipe de Maranello, a contratação do espanhol torna-se uma possibilidade plausível, embora não a curto prazo.

Nada muda por enquanto, só que Alonso certamente não vai permanecer para sempre na Renault.

--

E um último comentário.

O Santander vai para a Ferrari.

O Santander é o principal patrocinador de Bruno Senna.

Sim, é totalmente absurdo pensar que Senna vá ser contratado pela Ferrari pelos próximos um ou dois anos, pelo menos.

Mas vai dizer que essa possibilidade não passa pela cabeça?

Senna na Ferrari seria a jogada de marketing perfeita para qualquer patrocinador.

Se o novato for bom mesmo, já se sabe qual será a equipe que vai lhe oferecer um contrato daqui a alguns anos...

3 comentários:

Paulo Maeda™ disse...

Eu acho q nada impede da Ferrari mandar Kimi embora em 2010, se ele não fizer um bom campeonato ano que vem.

E qto ao Senna, é a Petrobrás arranjando vaga na Honda, é Santander que pode ajudar ele na Ferrari.... o que é ter um nome de peso no automobilismo hein...

Filipe Furtado disse...

Paulo, se alguem fosse ser mandado embora quase certamente seria o Massa porque a multa recisoria dele é bem mais leve que a do Kimi.

Mas isto não faz sentido algum. O Alonso assinou com a Renault um contrato de dois anos quando sabia muito bem que o Santander estaria chegando na Ferrari, se tivesse qualquer esperança de assumir em 2010 teria feito contrato de um ano só. Alem de que a Ferrari não é dependente do Santander e se o banco tiver insatisfeito com a dupla de pilotos, não é como se os italianos não tivessem uma fila de possiveis patrocinadores. Isto só indica que quando Kimi se aposentar em 2010, Alonso é o favorito a vaga se ele ainda quiser ela.

Carlos César disse...

Quando vi essa notícia, a primeira coisa que pensei foi que, se o Alonso for mesmo pra Ferrari em 2010, tanto Massa quanto Kimi correm riscos, afinal, Alonso nunca mais deve aceitar dividir equipe com alugém que possa fazer sombra a ele...