quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Xangai, território da Ferrari?

O GP da China estreou no calendário da Fórmula 1 em 2004.

Desde então, foram quatro provas.

A Ferrari ficou com a vitórias em três delas. Só não faturou a corrida de 2005, ano em que a escuderia de Maranello teve sua pior temporada no passado recente da F-1.

Nesta quarta, os dois pilotos ferraristas esbanjaram otimismo ao falar do GP do próximo domingo.

Massa disse que o circuito de Xangai favorece a Ferrari. Assim como o companheiro Raikkonen, o brasileiro garantiu que o grande objetivo do time é sair da China com uma dobradinha.

Será que a confiança é exagerada? Vejamos.

No ano passado, Hamilton venceu no Japão e a McLaren dominou amplamente o fim de semana em Fuji, tanto no seco quanto no molhado.

Uma corrida depois, na China, a vitória com a Ferrari e Raikkonen.

É verdade que Hamilton cometeu aquele erro na entrada dos boxes. Apesar disso, a disputa entre as duas equipes foi bem mais equilibrada.

Na comparação entre os circuitos de Fuji e Xangai, portanto, fica bem claro que o carro da Ferrari tende a se adaptar melhor à pista chinesa.

É de se esperar que Massa e Raikkonen entrem em vantagem na prova deste fim de semana.

Mas há um fator a ser considerado.

A chuva.

Segundo as primeiras previsões, vai chover no dia da corrida.

E não será uma simples garoa: a previsão é de temporal.

Ponto para a McLaren e Hamilton.

Em condições normais, porém, a Ferrari deve levar vantagem.

O GP da China é a oportunidade que Massa esperava para voltar a depender de si mesmo no campeonato.

Se vencer e Raikkonen chegar em segundo, a decisão vai para o GP Brasil e aquele que terminar na frente leva o título.

Daqui para frente, será cada vezz mais difícil para Hamilton superar a dupla da Ferrari.

E é por isso que o inglês pode vir a se arrepender bastante dos erros desnecessários que cometeu em Fuji.

2 comentários:

Saraiva disse...

Você se esqueceu que chuva = imprevisibilidade. Não duvido que dê Alonso pela 3° vez, ou mesmo o Kubica. Hamilton e Massa talvez tenham que disputar posições no pelotão intermediário de novo.

Leandrus disse...

Tomara que chova mesmo. Aí veremos se Hamilton entendeu que correu riscos desnecessários no GP passado e será mais conservador.