quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Honda e Bruno Senna se aproximam

Num espaço de poucos dias, Williams e BMW anunciaram seus pilotos para a próxima temporada.

Em ambos os casos, a decisão foi pela continuidade e nenhuma das duas equipes fez mudanças para 2009.

Nessa altura, seis das 10 escuderias do grid já têm seus titulares definidos para o ano que vem.

Ferrari, McLaren, Red Bull e Toyota são as outras.

Ou seja: vão se fechando as portas para todos aqueles que ainda sonham em alinhar no grid da Fórmula 1 em 2009.

Um desses nomes é Bruno Senna, que tem duas opções para o próximo ano: Honda e Toro Rosso.

Na equipe italiana, o novato parecia muito bem cotado há alguns meses, mas aparentemente perdeu espaço e agora já não é o grande favorito para acertar com o time.

A Toro Rosso permanece sendo uma porta de entrada na Fórmula 1 para Bruno, mas o piloto parece ter voltado suas atenções para a Honda, onde a concorrência seria menor.

A equipe japonesa pode assinar com a Petrobrás para 2009. Se isso acontecer, é certo que um dos titulares será brasileiro, e pode não ser necessariamente Rubens Barrichello.

Dizem que até Nelsinho Piquet poderia acertar com a Honda, o que abriria espaço para Lucas di Grassi na Renault.

Mas essa possibilidade é remota.

Na Honda, a contratação de Alonso não assusta mais Rubinho - afinal, tudo indica que o espanhol continua mesmo na Renault - mas o nome de Bruno Senna não é tão fraco assim.

Rubinho é favorito a continuar na Honda, é verdade, porém Bruno pode muito bem assinar com o time japonês.

Se não ocupar a vaga de titular, o novato provavelmente acertaria para ser piloto de testes, ganhando experiência para estrear na F-1 mais tarde enquanto ficaria disputando mais uma temporada da GP2.

O anúncio da Honda para 2009 pode ser efeito em poucos dias, aproveitando a realização do GP do Japão.

Certamente, seria a oportunidade ideal confirmar uma suposta contratação de Bruno.

No Japão, vale lembrar, o nome "Senna" possui tanto apelo quanto aqui no Brasil.

Se a Honda procura recuperar parte da popularidade que perdeu ao dispensar Sato, contratar Bruno Senna pode não ser lá uma má idéia.

Embora, é preciso reconhecer, o novato brasileiro ainda pareça um pouco inexperiente demais para estrear direto como titular na Fórmula 1.

4 comentários:

Newsport disse...

Novo portal esportivo

Olá,

Uma novidade acaba de chegar ao mercado esportivo. Já está no ar o www.newsport.com.br, novo site de notícias contendo informações sobre vários esportes de todo o mundo.

No portal você encontra as últimas notícias sobre automobilismo, basquete, beisebol, futebol, futebol americano, motociclismo, natação, tênis e vôlei, além de poder assistir os vídeos mais atuais sobre cada editoria e participar de enquetes.

O site possui também galerias de fotos e vídeos sobre os assuntos mais interessantes, ou seja, entretenimento e informação não faltarão para os internautas.

Com um visual dinâmico e atrativo, com certeza o portal vai agradar seus usuários, transformando a navegação pelo site em prazer e conhecimento.

Chegou a hora de você ficar por dentro de tudo o que acontece nas quadras, pistas, campos e piscinas, acesse www.newsport.com.br , o novo portal esportivo do Brasil.

GiglioF1 disse...

Gustavo,

Bruno esfiou um pouco sim...mas acho que estrará de uma forma ou outra em 2009...
Abraco!!

Leandrus disse...

Também acho o Bruno um pouco inexperiente para entrar na F-1 ano que vem. Ele ainda cometeu muitos erros bobos neste ano na GP2 e por pouco não perdeu o vice da categoria. Seria melhor mais um ano na GP2, mas aí o brasileiro terá quase que a obrigação de conquistar o título, senão vai ficar difícil entrar na F-1...

Ateh!

de' palmeira disse...

Barrichelo está dando adeus à F1.