sábado, 29 de agosto de 2009

Fisichella faz a pole num treino que ninguém conseguiu entender direito

A Force India já está na Fórmula 1 há quase dois anos. Até hoje não marcou pontos, e nunca foi protagonista de nenhuma corrida.

Eis então que, de repente, o veteraníssimo Giancarlo Fisichella saca um coelho da cartola e conquista uma brilhante pole position para o GP da Bélgica deste domingo.

Sem a ajuda da chuva ou de qualquer fator externo que pudesse interferir na ordem natural das coisas.

Fisichella foi, pura e simplesmente, o mais rápido. Provável que nem ele tenha entendido até agora como conseguiu.

O grid do GP da Bélgica, de forma de geral, contraria a lógica de toda a temporada.

Jarno Trulli e Nick Heidfeld, dois dos pilotos que mais estiveram apagados neste ano, largam de segundo e terceiro.

O mais rápido dos "favoritos" foi Rubens Barrichello, em quarto, com o carro mais leve entre todos os que disputaram a "superpole".

Ou seja: os azarões que dominaram as primeiras posições do grid não são meros cavalos paraguaios. Não ficaram mais à frente só por estar com menos gasolina e entram forte na briga pela vitória amanhã.

Não havia como prever a pole de Fisichella. Tentar analisar o que aconteceu nem adianta muito porque ninguém entendeu muito bem mesmo.

Certamente, também não há como arriscar com segurança um palpite para amanhã.

O GP da Bélgica promete ser uma das melhores corridas do ano, com pelo menos uns seis pilotos em plenas condições de lutar pelo triunfo.

Dos renascidos Fisichella e Rubinho, passando pelos apagados Trulli e Heidfeld, incluindo também nomes como Raikkonen, Vettel e Webber... qualquer um deles pode subir no lugar mais alto do pódio em Spa.

E se chover...aí a corrida de amanhã pode se tornar um clássico da Fórmula 1 nos últimos anos.

A corrida deste domingo promete compensar em emoção todas as provas monótonas que já foram realizadas nesta temporada.

4 comentários:

F-1 A.L.C. disse...

o meu bolão já era...

realmente, a pole ficou meio estranha. mais sem dúvida quaisquer que sejam os fatores que atrapalharam os favoritos, fisichella e Trullli souberam sorteá-los. agora vamos a ver se o povo da forc india e a Toyota estão ao nivel de uma luta pelo pódio, pois a estratégia de pitstops vai contar e muito

Jessica Corais disse...

Olá, ninguem entendeu realmente esta pole, nem o próprio Fisichella.

Bastante surpreendente, mas bacana, pois dá mais emoção para a corrida.

Parabéns pelo blog.

Abraços, Jessica Corais

Saraiva disse...

Bom, só não acho que trulli seja "um dos pilotos mais apagados esse ano". Na 1° metade do ano o cara mandou bem, fez até a única pole da toyota do ano...

Marcelonso disse...

Quem poderia imaginar tamanha surpresa no GP da Belgica?

A corrida deve ser muito boa.

abraço