segunda-feira, 13 de julho de 2009

Fim da linha para Nelsinho Piquet na Renault?

Nelsinho Piquet já foi demitido da Renault. Ao menos, é isso o que afirma Galvão Bueno.

A notícia ainda não se confirmou. Mas, se o anúncio da equipe francesa for feito já pela manhã, não será surpresa nenhuma.

Não dá para negar: o desempenho de Nelsinho, desde o ano passado, está muito abaixo do que se esperava dele.

Mas isso não é culpa só do piloto.

Se for confirmada a demissão de Nelsinho, a culpa principal é de um sujeito chamado Fernando Alonso. Óbvio que o espanhol não jogou nos bastidores pela saída do brasileiro. Mas foi quem, indiretamente, provocou o inferno astral do brasileiro.

Em 2007, quando acertou sua entrada na F-1, Nelsinho ainda não sabia quem seria seu companheiro na Renault. Alonso disputava o título na McLaren e pouca gente, naquela altura, projetava uma volta do espanhol à Renault.

Alguns meses e um escândalo de espionagem depois, o bicampeão assinava contrato para retornar à equipe francesa. Uma equipe que, após a sua saída, havia caído em franco declínio.

A Renault, naquela época, ainda era considerada uma escuderia de ponta. Que vivia somente um mau momento. Quando Alonso voltou, a equipe já entrou na temporada 2008 favorita a, no mínimo, disputar vitórias.

No fim, foram dois triunfos. Abaixo da expectativa. Mais uma frustração para uma equipe que se julgara ao nível de Ferrari e McLaren.

Pressão, pressão, pressão. A Renault precisava voltar a brigar pelo título.

Veio 2009. E, com a nova temporada, uma nova decepção.

Sem condições de oferecer um carro de ponta a Alonso, a equipe passou a empregar suas forças para evitar, ao menos, um vexame maior. Não deu muito certo, mas o talento do espanhol tratou de mascarar parte da incompetência da equipe.

Qualquer novidade era logo depositada no carro de Alonso. Não mudou muito até agora. E, no meio da pressão interminável por melhores resultados, Nelsinho acabou esquecido.

Se desde o ano passado o brasileiro já não era prioridade, nesta temporada ficou com um status ainda menor na equipe.

Erro da Renault priorizar somente Alonso? Nem tanto. A equipe francesa, na posição em que está desde o ano passado, precisa mesmo jogar suas fichas no espanhol, um piloto experiente e duas vezes campeão mundial.

Nelsinho tem motivos para reclamar do tratamento da equipe. Dos privilégios dados a Alonso. E da sorte, já que parece ter escolhido o lugar errado, na hora errada, para entrar na Fórmula 1.

Mas também tem sua parcela de culpa na provável demissão.

Sua passividade, talvez resultado da personalidade bastante tímida, contribuiu bastante para que a Renault concentrasse atenções em Alonso.

Os erros na classificação, uma constante desde o ano passado, foram outro defeito que Nelsinho não conseguiu solucionar.

O brasileiro ficou um ano e meio na Renault, mas falhou em cavar seu lugar na equipe. Falhou em conquistar a confiança de Flavio Briatore. E isso deve selar a sua demissão.

Talvez até seja bom que Nelsinho deixe a Renault desde já. Ele e a equipe francesa simplesmente não deram certo.

Jovem como ainda é, merece uma segunda chance na Fórmula 1.

Mas, depois de fracassar na tentativa inicial, será olhado com muito mais ceticismo daqui para frente.

Resta a torcida para que Nelsinho repita a trajetória do compatriota Felipe Massa, que também falhou em sua fase de novato, mas deu a volta por cima.

Talento, Nelsinho tem de sobra. Falta um pouco mais de tranquilidade, de bom ambiente.

E falta estar no lugar certo, na hora certa. Um detalhe que não depende totalmente do piloto, mas é fundamental para se formar um vencedor.

3 comentários:

Bruno Aleixo disse...

Nelsinho tem muito a reclamar da Renault. Mas também tinha muito a acelerar nesses anos em que permaneceu na equipe francesa e poucas vezes fez isso.

Paulo Maeda™ disse...

eu acho q a culpa não eh da maior parte dele. Mas q faltou personalidade pra ao menos tentar melhorar a situação pra ele faltou. Quem sabe ele dá a msm sorte do Massa.

Aproveitando, estou de mudança. O Blog da Fórmula Indy (BFI) dará um tempo e agora estou com um novo projeto, o Fanático por Carro (FanCars) onde falarei mais de automóveis mas continuarei falando sobre a Indy e outras categorias. Dia 20/07 ele começará oficialmente, espero que todos dêem uma passadinha lá em www.fanaticoporcarro.com. Vlw

Tiago Carvalho disse...

Me desculpa mais acho que talento eh tudo que ele não tem!!!!!!!!