quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Próxima temporada será decisiva para a Toyota

A Toyota se tornou nesta quinta-feira a segunda equipe a lançar seu carro para a temporada 2009 da Fórmula 1.

Três dias após a Ferrari mostrar o F60, a escuderia japonesa revelou o TF109, carro com o qual deseja alcançar o sonhado objetivo de vencer pela primeira vez na categoria.

A Toyota vai chegar lá? Talvez.

A equipe tem estrutura e recursos, um equipamento confiável, bons profissionais e um orçamento generoso.

Além disso, a Toyota acaba de renovar contrato com a Panasonic até 2012, uma prova clara de que a montadora está realmente comprometida com a Fórmula 1.

Mas será que a Toyota vai quebrar a barreira da vitória neste ano?

O problema principal, já apontado por muita gente, é a aparente falta de um líder.

Os dois pilotos são bons, muito bons.

Entretanto, nem Trulli ou Glock mostraram, até agora, aquele "algo mais" que faz a diferença.

O italiano é um veterano ainda bastante veloz, mas que já passou do auge na Fórmula 1.

Já o alemão, é necessário ressaltar, tirou da cartola um espetacular segundo lugar no GP da Hungria do ano passado, quando pareceu estar realmente inspirado.

Até agora, porém, Glock ainda não despertou a mesma admiração de pilotos como Vettel e Kubica, que já estabeleceram uma reputação sólida na categoria.

Para a Toyota, o ano de 2009 é decisivo.

Do tipo que "ou vai ou racha".

As mudanças nas regras representam uma oportunidade preciosa para a Toyota mostrar a que veio na Fórmula 1.

Se não der um salto de performance neste ano, a escuderia japonesa vai ficar presa eternamente no meio do pelotão.

2 comentários:

Ron Groo disse...

Prova de que muita grana também atrapalha. Assim como grana nenhuma. Os japopneses como equipe são horriveis.

GUSTAVO disse...

acho que este ano a equipe vai melhorar bastante em relação ao ano passado.